«

»

set 20 2007

Carreira em Redes – Compartilho com vocês um pouco da minha história

O inicio!NOTA: Pessoal, este post é um pouco longo, afinal, um pedaço importante da minha vida está aí embaixo 😉

Como inicio uma carreira em Redes de Computadores? Quais as posições que existem hoje no mercado? Quais os requisitos? Qual o salário? Até onde posso chegar? Onde procurar? Vale à pena?

Estas são as principais perguntas que tenho presenciado, seja nos e-mails que recebo, seja nos grupos de discussão e fóruns que participo. E todas são muito pertinentes!

Estas perguntas são feitas por indivíduos de todas as idades (desde os mais novos, que sequer iniciaram uma faculdade, até os mais experientes, que já se encontram no mercado, porém, em outra área de atuação), ambos os sexos (sim, as mulheres também estão nessa!), e dos mais diversos backgrounds culturais e econômicos.

Vou procurar respondê-las compartilhando um pouquinho da minha história profissional, que eu julgo bastante pertinente já que eu mesmo fiz estas mesmas perguntas em um dado momento da minha vida.

Quando tinha meus 17-18 anos e estava próximo de concluir o segundo grau (por volta de 1992 – meu Deus, 15 anos atrás! Daqui a pouco estão me chamando de “tio” 😉 ), eu tinha uma breve idéia do que eu gostava e do que eu não gostava de fazer. Gostava muito de computadores, mas na época, existiam pouquíssimos cursos focados nesta área. Meu pai achava uma bobagem investir nisso e me encorajou a fazer engenharia.

Para vocês terem uma idéia de como eu estava decidido sobre o que estudar, neste mesmo ano, prestei vestibular para Direito, Engenharia e Administração! Entrei em Engenharia e Administração e acabei escolhendo Engenharia, talvez buscando agradar meu pai. Esta escolha mostrou-se um GRANDE ERRO 1 ano depois. Eu era um péssimo aluno, não conseguia tirar uma nota maior que 2,5 em Geometria Analítica e, sinceramente, detestava o curso como um todo. Foi difícil admitir, mas Engenharia não era para mim.

Abandonei o curso e, 6 meses depois, iniciei o curso de Administração de Empresas. No decorrer do curso, apareceu uma oportunidade para estagiar no Banco do Brasil. Lá fui eu! O salário (bolsa auxílio, na verdade): 200 e poucos reais por mês! O trabalho: Fazer o que todo estagiário faz: Um pouco de tudo. Desde “coordenar” as cópias, até “gerenciar” os envios de fax 😉 . Pode parecer inútil, mas foi durante este estágio que passei a olhar minha vida profissional sob outro prisma. Aprendi a interagir com as pessoas de forma profissional, aprendi a ter mais responsabilidade, aprendi a lidar melhor com dinheiro e, o mais importante – e lembrem-se SEMPRE disso – aprendi a ser humilde! Fiquei cerca de 8 meses neste estágio, e aprendi muito.

Eu sempre fui vidrado em computadores, e mais ainda em computadores Apple. Eu era um “Applemaníaco” de carteirinha, apesar de, naquela época, nunca ter colocado as mãos em um. Como todo bom Macmaníaco, eu comprava, de tempos em tempos, a única publicação existente sobre o assunto na época, a saudosa revista MacMania. Eis que folheando a revista, encontro um anúncio para uma vaga de Contato Publicitário na editora Bookmakers – a, então, editora da revista MacMania! Não pensei duas vezes! Mandei meu “extenso” currículo para a editora e fiquei na torcida. Chamaram-me, fizeram uma breve entrevista e me contrataram! Foram cerca de 10 meses trabalhando muito duro para vender espaços da revista para anunciantes. Não tenho como descrever a experiência! Conheci pessoas fantásticas, tinha contato com tudo o que era novidade em termos de computadores Apple e aprendi muito. Aprendi algo que considero uma das coisas mais valiosas que aprendi até hoje: Aprendi a vender! Não apenas produtos e serviços, mas minha própria imagem! Salário: Cerca de R$350 + comissões sobre as vendas.

Cerca de 6 meses após ter iniciado na Editora, meu pai me chama e diz que uma grande empresa estava abrindo o processo seletivo para trainées. O nome da empresa era KPMG. Nunca tinha ouvido falar! Não tinha a menor idéia do que faziam! Mas lá fui eu! Inscrevi-me no processo, enviei meu VASTO currículo e nem me preocupei muito se seria ou não chamado (na verdade, estava gostando tanto de trabalhar na MacMania que torcia secretamente para não ser chamado). Por um milagre divino, cerca de 15 dias depois me ligaram e me convidaram para participar do processo seletivo. Fiquei ao mesmo tempo extasiado, preocupado e triste – afinal, isso significaria ter de sair da MacMania! Neste meio tempo, decidi investigar o que diabos esta empresa – a KPMG – fazia, afinal, já que eu participaria do processo seletivo, seria de bom tom ao menos saber isso! Era uma multinacional de consultoria, mais focada em auditoria… CONTÁBIL!!! Eu DETESTAVA contabilidade! Lembro de meu pai me dizendo: “Esqueça o trabalho! Pense no que esta “marca” pode fazer pelo seu currículo! Fique 2 anos por lá e você conseguirá emprego em qualquer lugar depois!”. Bom, levando isso em conta, achei que poderia valer a pena o sacrifício! No dia marcado, portanto, lá estava eu, para o que seria o início do mais disputado, cruel e cansativo processo seletivo que participei em toda a minha vida (até hoje!). Foram quase 3 meses de seleção, disputando cerca de 70 vagas com aproximadamente 1000 candidatos. Pensei que nunca acabaria, e que quando acabasse, eu jamais seria um dos “felizardos”.

Cerca de 20 dias depois da última fase, recebo um telefonema com as “boas novas”: Eu havia sido aprovado! Esta foi a minha primeira grande vitória profissional (e pessoal)! Depois de tanto nadar, eu havia chegado à praia! Eu seria um trainée da KPMG! Salário inicial: R$670. Um aumento de quase 100% no meu ganho mensal! (o que eu não sabia é que trabalharia 500% mais 😉 )

Bom, iniciei na KPMG em 1997 como trainée, e sai 2 anos depois, como auditor. Aprendi nestes 2 anos mais do que aprenderia em 4 anos de qualquer faculdade. Meu pai estava certo, afinal! Neste meio-tempo, entretanto, eu estava abandonando a faculdade mais uma vez. Faltando apenas 1 ano e meio para eu me formar em administração, olhei para trás e vi que estava me desviando de meu objetivo. Aliás, olhei para frente e vi que não tinha um objetivo! Eu não queria ser auditor. Eu sabia que gostava de informática. E ponto. Conversei com meus pais e, num momento em que qualquer pai se descabelaria, recebi dos meus o apoio que qualquer filho sonha – e precisa. Meu pai disse: “Se é isso o que você quer, nós vamos apoia-lo!” E então, ele comentou comigo que, em uma de suas viagens de negócios, sentou-se ao lado de um executivo em um avião que comentou que seu filho estava cursando pós-graduação fora do país. Eu tinha um carro, na época. Meu pai perguntou-me se eu não estava disposto a arriscar. Vender o carro e ir embora, estudar fora. Naquela época, com o dólar a 1 para 1 com o Real, era perfeitamente viável. Só tinha um pequeno detalhe… meu inglês não era lá grande coisa e, para cursar uma pós, eu precisaria estar formado! E eu não estava.

O que fiz foi o seguinte: Pesquisei sobre cursos de computação nas melhores universidades nos EUA. Acabei encontrando exatamente o que eu queria em Berkeley. Berkeley é uma das melhores faculdades do mundo em T.I. Via Internet, peguei o contato do escritório de inscrição e mandei um e-mail, pedindo mais informações. Naquela época, me disseram que eu precisaria enviar meu histórico escolar, meu CV e uma carta – uma redação, na verdade – dizendo o porquê de eu querer estudar em Berkeley. Reuni tudo, escrevi a carta e mandei. E não é que fui aceito??? Mesmo sem ter me formado, recebi uma resposta afirmativa pelo fato de ter passado pela KPMG e pelo meu histórico escolar – mesmo incompleto! Finalizei os trâmites burocráticos (vistos, etc) e financeiros, e lá fui eu. E foi aí que minha vida começou a mudar MUITO.

O curso que eu havia escolhido tinha a duração de apenas 4 meses. Cheguei 2 meses antes para participar de um curso intensivo de inglês. Tirei a nota requerida por Berkeley no TOEFL e comecei meus estudos. 1 mês para o final, fui procurar um estágio em San Francisco. Dei sorte e encontrei um. Era não remunerado, mas contaria pontos no CV. Quando meu curso estava para terminar, meu chefe me convidou para ficar, e me ofereceu um salário, o suficiente para pagar meus custos com comida e aluguel. Havia um problema, porém. Meu visto estava vinculado a permanecer estudando. Se meu curso acabasse, automaticamente meu visto expiraria e eu teria de voltar ao Brasil. Coloquei este ponto para meu chefe que, de pronto, sugeriu que eu procurasse outro curso para me matricular. A sorte sorria para mim! Matriculei-me em outra pós, desta vez, em telecom. esta tinha a duração de 18 meses. Não ganhava muito, mas em contrapartida, tinha todas as minhas despesas pagas!

Durante este segundo curso (meados de 2000), comecei a ouvir com freqüência o termo CCNA. Fiquei curioso e pesquisei… era uma certificação! E na área que eu tinha interesse! Poucas pessoas tinham – na época – e diziam ser muito difícil de se conseguir. Pensei que se eu conseguisse talvez mais portas se abrissem para mim. Fui atrás, comprei o livro de Todd Lammle, estudei por conta por 45 noites, e prestei o exame 5 meses antes de retornar ao Brasil! Passei (raspando) mas passei! Outra grande conquista que mais tarde se provaria de extrema importância.

Fiquei nos EUA até o fim do curso, quando acabei voltando para o Brasil. Enquanto estive por lá, presenciei a formação e o estouro da bolha da Internet. Na verdade, eu posso até dizer que PARTICIPEI da formação da bolha! A empresa em que eu trabalhava era responsável por apresentar as empresas startups aos grandes fundos de investimento, que acabavam injetando quantias absurdas de dinheiro nestas empresas se a idéia se mostrasse promissora. Participei de 3 apresentações, e destas, 1 deu certo. Receberam uma injeção de capital de 1.5 milhões de dólares! A empresa não tinha mais de 2 funcionários, não tinha uma sede, não tinha nada!!!

Não precisava ser gênio para prever que, cedo ou tarde, a coisa toda iria para o brejo. Aconteceu mais cedo do que eu imaginava.

Junto com o estouro da bolha, foi-se a empresa em que eu trabalhava! E por isso, retornei ao Brasil. Três meses antes de voltar, imprimi cerca de 50 CVs, comprei 50 envelopes grandes na Kinko’s (o equivalente a Alphagraphics por aqui), busquei na Internet os contatos das 50 maiores empresas de tecnologia no Brasil e enviei meus CVs para elas via correio mesmo. Apostei na hipótese de que, se a empresa recebesse meu CV enviado dos EUA, eu ganharia pontos extras. E funcionou. Dos 50 CVs que enviei, obtive 3 respostas. Nada mal! Quase 10% de retorno. Depois de analisar as 3 ofertas, fechei com a T-Systems, onde fiquei por quase 2 anos atuando na área de sistemas (no início) e telecom (no final). Ou seja, já voltei ao Brasil com um emprego, e um salário decente! E comecei minha carreira na área de T.I., oficialmente.

De volta ao Brasil, a primeira coisa que fiz foi prestar um vestibular para um curso de Processamento de Dados na FASP, um curso de graduação de apenas 2 anos. Eu sabia que precisaria acabar o que eu tinha começado, e que mesmo com os cursos feitos lá fora, um diploma superior era necessário.

Durante o tempo em que estive na T-Systems, criei um treinamento focado na preparação de candidatos ao exame CCNA, da Cisco. A T-Systems me cedia o auditório deles aos Sábados, sem custo algum. O sucesso foi tão grande que, 1 ano depois, vislumbrando a possibilidade de montar uma empresa de consultoria e treinamento, abri minha própria empresa: a Netceptions Consulting. O carro-chefe da empresa eram os treinamentos focados em Redes de Computadores e o curso preparatório CCNA. Em 2002, montamos o primeiro laboratório Cisco do Brasil com acesso remoto total. Fechamos contratos de treinamento com empresas como AT&T, Petrobrás e a própria T-Systems, além de fechar contratos de consultoria com empresas como Tegma e outras. Por cerca de 2 anos, as coisas iam muito bem, até que chegou-se a um ponto em que, ou eu investia e fazia a empresa crescer, ou estaria fadado a ver meus clientes minguarem, já que a concorrência aumentava cada vez mais, e a margem de lucro começava a despencar. Entrevistei cerca de 10 candidatos a sócio, mas não consegui fechar com nenhum. O material que eu havia montado para o curso acabou virando o livro CCNA, publicado pela editora Visual Books em sua primeira versão, em 2002 (e em sua segunda versão, em 2006). Outra grande conquista! Um livro publicado!!! Só o que faltava agora era plantar uma árvore e ter um filho 😉

Formei-me na faculdade em 2003 e, na sequência, ingressei no Mestrado em Engenharia da Computação, na USP (que devo terminar no fim deste ano, se Deus quiser!!!). Vejam que, mesmo tendo meus problemas com faculdades no início de minha carreira, nunca descuidei de minha educação. Esta dica também é de extrema importância.

Por fim, em 2004, veio um convite da AT&T para trabalhar como engenheiro de redes. Aceitei e fechei o escritório da Netceptions. Vendi, com muita dor no coração, o laboratório de redes para a FASP, e encerrei este capítulo da minha vida. Eu voltava para o mercado de trabalho como um assalariado. E – até hoje – acredito que tenha sido a decisão certa. Difícil, mas correta. Existe um ditado que diz: “Quando o barco começa a afundar, pule!”. Este ditado é muito usado no mercado financeiro, mas vale para as escolhas profissionais e pessoais também. Se você faz uma escolha e esta começa a dar errado, não pague para ver. Repense a situação, analise o momento e decida.

Fiquei 2 anos na AT&T, de onde saí como coordenador da Engenharia e com outras 2 certificações na manga: O CCDA e o CCNP. Um grande feito para quem havia começado na área há apenas 6 anos. Mas não se enganem. Não existe almoço grátis (outro jargão do mercado financeiro). Só se consegue as coisas após muita dedicação e muito trabalho.

Saí da AT&T, pois achava que não estava mais aprendendo. Isso é muito importante para mim. Profissionalmente, o salário representa apenas 50% da minha motivação. Os outros 50% vêm dos desafios do trabalho, das perspectivas de se aprender coisas novas e das possibilidades de ascensão profissional. Recebi um convite para trabalhar na Vivax, em Americana.

A Vivax era uma empresa de TV a cabo, que recentemente foi adquirida pela Net. Isso sim era um desafio! Eu não sabia NADA sobre banda larga via cabo, e percebi que poderia aprender muito. O salário era bem melhor também,e isso também pesou na decisão. Lá fui eu! E que experiência!!! De longe, a melhor e mais bem gerida empresa na qual já trabalhei. Aprendi demais. Cresci muito, profissional e pessoalmente, e somei mais 2 certificações ao meu CV: O CCIP e o ITIL.

Dois anos depois, com minha esposa grávida, vi que era hora de voltar para São Paulo. A Vivax tinha acabado de ser vendida para a Net, e percebi que era o momento certo de procurar outro emprego. Recebi um convite da British Telecom, em São Paulo, onde estou trabalhando desde Maio, como Arquiteto de Soluções. Logo no início, fechei mais 2 certificações na área: O CCDP e o CQS Security Specialist. Recentemente, a BT tornou-se Cisco Gold Partner.

—– ATUALIZAÇÃO 04/04/09 —–

Buscando ter um contato mais próximo com o “business” da empresa, desde Setembro de 2008 venho atuando como Engenheiro de Vendas. E ainda buscando este contato com negócios, recentemente me matriculei no MBA Executivo em Marketing, oferecido pela FGV São Paulo.

—– ATUALIZAÇÃO 15/10/2010 —–

Após pouco mais de 2 anos trabalhando na British Telecom – onde atuei como Arquiteto de Soluções e Engenheiro de Vendas – no final de Setembro de 2009 recebi uma proposta da Embratel, de um grupo de pessoas que havia trabalhado comigo na Vivax, para atuar como Consultor em um projeto enorme que estava começando. Por conhecer muito bem as pessoas envolvidas, aceitei o desafio de pronto. Estou, portanto, desde 15/10/2009 na Embratel (completando 1 ano hoje!), focado no projeto HFC, e esta tem sido – até o momento – a melhor experiência profissional de minha vida: Salário melhor, empresa gigantesca e respeitada, velhos amigos próximos e um desafio diferente a cada dia – além de ter o prazer de ver uma rede que você ajudou a desenhar ganhar vida!

O mundo de Telecom é mesmo pequeno. Lembrem-se de NUNCA cuspir no prato em que comeram, pois um dia, este mesmo cuspe poderá voltar para você 😉 !

—– ATUALIZAÇÃO 15/6/2012 —–

Após 2 anos de Embratel, decidi tirar um período Sabático, para organizar as idéias e pensar na vida. Fiz uma viagem de bicicleta saindo de Amsterdam e chegando em Paris (1.100 Kms em 26 dias). Ao retornar, decidi que não voltaria mais ao mercado. Optei por tocar a Cloud Campus, minha empresa de treinamentos online. Após alguns rounds de apresentações do modelo de negócios, consegui convencer um grupo de investidores a serem meus sócios. E é aqui que estamos, hoje 😉

—– ATUALIZAÇÃO 07/02/2016 —–

Em Dezembro de 2015, uma oportunidade para trabalhar no Reino Unido, em um dos fabricantes de tecnologia mais quentes do momento – F5 Networks – apareceu e eu agarrei. Participei do processo seletivo composto de 5 etapas e fui aprovado. Estou, agora, completando cerca de 1 ano na empresa, onde trabalho como Senior Technology Trainer. Eu ajudo os clientes da empresa a entenderem melhor os produtos da mesma. E tem sido uma experiência fantástica!!! Mais adiante, dedico um post sobre este assunto.

—– FIM DA ATUALIZAÇÃO —–

Das lições por mim aprendidas, eis algumas que posso passar para vocês:

  • Defina seus objetivos. Saiba onde quer chegar e procure descobrir COMO chegar lá.
  • Crie metas para você mesmo e empenhe-se em alcançá-las.
  • Se o trabalho onde você está não está lhe levando a lugar algum, procure outro!
  • Nunca é tarde para mudar!
  • Invista em sua educação, SEMPRE! Tecnologia é uma área extremamente dinâmica. Quem não se atualiza com constância acaba ficando para trás.
  • Quem não quer iniciar uma carreira por baixo, tem grande chance de nunca iniciá-la! É PRECISO HUMILDADE PARA SE CHEGAR EM QUALQUER LUGAR! Não importa quantos anos você tenha, não tenha vergonha de iniciar por baixo. Se você for realmente bom, em pouco tempo estará em uma posição muito melhor! FAÇA POR MERECER!!!
  • Quais os requisitos para ingressar na área de redes? Na verdade, só existe UM requisito: FORÇA DE VONTADE!!! Você quer? Empenhe-se e você conseguirá uma carreira BRILHANTE!
  • ESQUEÇA os comentários pomposos do tipo “Eu sou CCNA e não trabalho por menos de R$4000!”!!! Se você não tem experiência, mesmo que tenha o CCNP, não adianta bater nesta tecla! Seja humilde, reconheça isso e comece por baixo! Mesmo que seja para ganhar pouco! Em pouco tempo, prove-se digno e você terá o seu valor reconhecido. E se não tiver, PULE FORA! Procure outro emprego. Pelo menos agora, você terá mais experiência e mais condições de brigar por um salário melhor!
  • Networking é tudo. E no sentido empregado, networking não tem nada a ver com redes de computadores, mas redes de relacionamento. A verdade é pura e simples: VOCÊ É QUEM VOCÊ CONHECE. Lembram-se do “Q.I. = Quem Indica”??? Continua sendo altamente eficaz e sempre o será. Procure ficar próximo daqueles com quem você se identifica profissionalmente. E como em uma maratona, tente sempre identificar 1 ou 2 elementos que sejam capazes de puxá-lo para cima! Você acabou de começar em uma empresa como estagiário, por exemplo. Tente identificar alguém que você admire, profissionalmente, e que seja accessível, até certo ponto (não vai dar certo com o Presidente da empresa, por exemplo 😉 ). Tente aprender com esta(s) pessoa(s). Não tenha medo de demonstrar sua admiração. Descubra como elas trabalham, como pensam. E tente seguir o mesmo caminho! Mantenha sua rede de relacionamentos VIVA! Isso é algo que se aprende com vendas, mas que vale para uma vida toda. Quem faz isso, nunca esta sozinho.
  • Como tudo na vida, a sorte também pesa. Estar no lugar certo, e na hora certa, não tem preço. Mas para isso, é preciso ter sorte. Por isso, desejo a todos vocês a melhor sorte do mundo.

E para encerrar, vale à pena???

PARA MIM tem valido! E MUITO! Cabe a vocês descobrir se vale ou não à pena 😉

Um abraço pessoal!

Marco Filippetti



Comente usando o Facebook!
1
0

82 comentários

5 menções

Pular para o formulário de comentário

  1. Henrique Roma

    Parabéns Filippetti, pra mim foi uma lavagem cerebral . Obrigado por compartilhar sua experiência de vida com nosco

    0

    0
  2. Marcelo Marques

    Fala, Marco. Primeiramente, quero parabenizar o magnífico blog. Conheci semana passada, e já fiz uma bela tour nele. Estou agora iniciando meus estudos para tirar minha primeira certificação da CISCO, e o seu blog será de grande auxílio.

    Um forte abraço.

    0

    0
  3. Moraisjunior

    Obrigado Marco.
    A experiência de quem já chegou lá é diretriz pra quem está começando.
    Bela estória.

    Abraços.

    0

    0
  4. Lincoln

    Parabéns pelas conquistas e obrigado por compartilhar as experiências!
    Foi de grande valia a leitura!

    Abraço!

    0

    0
  5. Marco Filippetti

    Obrigado pelo feedback pessoal!

    0

    0
  6. Marcus Martins

    Marco,

    Comecei a pesquisar o site hoje, e fiquei impressionado com toda a sua história profissional.Tudo o que você viveu, vive e mencionou, nos serve como um grande estímulo para galgar novos caminhos.Parabéns pelo seu sucesso.

    Marcus Martins

    0

    0
  7. Alexandre Souza

    Parabens pelo novo Blog .Gostei muito do seu depoimento e tomarei como base estas experiencia de vida ,isto servirar como grande estimulo para seguir a minha vida .

    0

    0
  8. Marco Filippetti

    Obrigado Alexandre e obrigado a todos pelos valiosos comments!! Um abraço a todos!

    0

    0
  9. Marcelo Almeida

    FANTÁSTICO!!! Uma descrição iluminada de uma experiência de vida em tanto! Parabéns pelas conquistas e por este magnífico blog!

    0

    0
  10. Josué

    Marco, muito legal!!! Queria mais posts como este!

    Abraço e sucesso!

    Josué

    0

    0
  11. Gabriel Santana

    Fantástico!!!

    0

    0
  12. Patrícia Carvalho

    Adorei sua história. Me identifiquei bastante com ela e é mais uma motivação para continuar seguindo minha meta, finalizar a graduação em (Engenharia da Computação).
    Parabéns.

    1

    0
  13. Fernando Teixeira

    É isso ai Marco, foi uma das melhores leituras da minha vida.
    E eu também estou começando por baixo, ja tirei meu CCNA, mas tenho apenas 19 anos e não tenho quase nada de experiência, agora estou fazendo estágio em uma empresa que é Premier Partner Cisco ganhando apenas um salario minimo, mas estou aprendendo bastante, e acredito que estou no caminho certo.
    abraço

    0

    0
  14. Leandro Lima

    Olá Marco, parabéns pela sua iniciativa, bem, eu trabalho em uma estatal a quase 10 anos, acredito que fiquei muito tempo por lá, infelizmente, as coisas por lá são muito lentas!
    Tive oportunidade de começar com Teleprocessamento, um termo bem antigo, a onde os links tinham no máximo velocidade de 14400 kbps, e o protocolo X25 era um dos mais utilizados!
    Somente agora, tive a coragem de tirar a minha 1º Certificação CCNA, e pretendo não parar mais, em fim, é isso!
    Valeu por suas palavras de incentivo e de coragem!
    Sucesso

    0

    0
  15. José Correia

    Olá Marco,

    Palavras inspiradoras que servem para se criar uns fortes alicerces a quem as quiser ler como deve ser 🙂

    Palavras sábias de alguém que lutou para conseguir o que queria e com a qual me identifico apesar de ser MCSA/MCSE da Microsoft nasceu à pouco tempo um bichinho pela CISCO e nas quais ando a pensar no CCNA e CCNP para complementar os meus conhecimentos e que de certo me irão trazer muitos conhecimentos.

    Parabéns pelo filhote/filhota que se avizinha 😉 Toda a sorte para a família e as maiores felicidades pessoais e profissionais.

    Abraço

    0

    0
  16. Francisco Leal

    Olá, Marco, parabéns pela sua trajetória profissional, você realmente é um brasileiro de luta, por esse motivo és um vencedor, sua trajetória me dar forças para eu encarar novos desafios na minha carreira profissinal.
    Um abraço!

    0

    0
  17. Mizael

    Sem Duvida Um grande Campeão!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    0

    0
  18. ferrugem

    Sem sombra de dúvidas, um depoimento que inspirará muitos que estão num começo de vida, e fazer muitos que já tem alguma experíencia repensar sobre o que já viveu, e o que fez para estar onde está hoje.

    O mínimo que posso dizer a ti Marco, é PARABÉNS, por tudo que você fez e viveu e desejar a ti ainda mais sucesso, pessoal e profissionalmente.

    Pessoas como você e com uma estória de vida como a sua, servem para mostrar que com força de vontade e muita disposição se pode muito nessa vida!!!

    Felicidades sempre a ti e sua família. Está sendo, sem exageros, um prazer ler e acompanhar seu blog!!!

    0

    0
  19. sullivan

    Maco, li hoje a sua trajetoria de vida e me identifiquei com algumas coisas,parabens pela sua força de vontade e determinação.

    0

    0
  20. Marco Filippetti

    Obrigado Sullivan e todos os outros! É gratificante ver que este post continua sendo lido 😉

    Abs!!

    Marco.

    0

    0
  21. Marcelo

    Marco, realmente muito interessante sua trajetória. Abriu minha mente para várias coisas… contém dicas valiosas!

    Obrigado por compartilhar!

    0

    0
  22. Daniel Rodrigues

    Ola..
    Parabéns pela trajetéria e pelo sucesso !!
    Gostaria de fazer dois comentérios:

    1- estar no local certo e na hora certa é muito importante! Mas tenho certeza que o Marco só chegou onde chegou porque ele se esforçou muito.
    2- Networking é um ponto fundamental em qualquer área, mas gostaria de lembrar que nao há nada mais desagradável que ter uma pessoa ao seu lado somente por interesses profissionais. Lembrem-se disso!

    Marco, uma pergunta..
    E a árvore? Já plantou?

    Sucesso..
    []s

    0

    0
  23. Erivaldo

    Excelente Marco. Li essa história na hora certa. Ainda conto a minha aqui, porque por enquanto ainda sou iniciante na área de TI. Mas o grande impulso que recebi nestas tuas palavras me dão a certeza, força, coragem e vontade de seguir adiante. Quando eu tiver na dúvida, vou voltar aqui e reencontrar a inspiração.
    Obrigado, e que continues a caminhada de sucesso.

    Erivaldo

    0

    0
  24. c1sc0

    Bom…Em relação ao inicio de carreira, comecei quase na mesma linha – tec em edificações, faculdade de administração e voltando (agora) a estudar redes! E depois que li, so reafirma e incentiva a voltar para a area!Parabens!

    0

    0
  25. ferrugem

    c1sc0, Faça sua história…!!!
    Abraços,
    Ferrugem!!!

    “Juntos somos ainda melhores!!!”

    0

    0
  26. enzoalmeida

    Marco, estava em um momento pessoal, profissiona e emocional precisnado disto cara, não creio em Destino, Creio em provisão, e ler teu artigo foi uma bençaõ em minha vida cara, sem exageros, Obrigado, novamente!

    0

    0
  27. Marco Filippetti

    Enzo, obrigado!!! Fico muito feliz em saber que este post o inspirou 🙂

    Um abs!!

    Marco.

    0

    0
  28. Aldo Oliveira

    Cara, que ralato.

    Estou passando para meus amigos aqui do trabalho.

    Show de Bola.

    0

    0
  29. Marco Filippetti

    Obrigado Aldo, por ressucitar este post 🙂 !

    0

    0
  30. agmatheus

    Marco,

    Antes de qualquer outro comentário, gostaria de lhe dar os parabéns, conheci o blog há poucos dias e realmente estou muito contente com o conteúdo e com a entrega dos colaboradores a este blog, peguei algumas dicas muito interessantes, mesmo já trabalhando com redes há algum tempo, decidi buscar uma certificação (Cisco), pois acredito ser muito importante para a nossa área.
    Ao ler a sua trajetória de vida, seja pessoal quanto profissional, acredito que isso motive imensamente aos amigos que sonham em entrar neste mundo, saber das dificuldades que certamente irão surgir, dar valor aos estudos e aos amigos que acabamos por conhecer nas diversas empresas em que passamos, para não dizer “ralamos”. Algo que acho que sempre deve ser levado em consideração é, que para chegarmos a algum lugar, antes temos que tentar, pois desistir é muito fácil, se você realmente acredita no que você quer, se aquilo é importante para você, seja pessoal ou profissional, lute, corra atrás, pois ninguém consegue algo na vida se não for lutando.

    Um abraço.

    0

    0
  31. Minu

    Sabe, este post me motiva até hoje..

    0

    0
  32. bruno.guedes

    Realmente uma história impressionante, das poucas capazes de estimular e emocionar! Sua força de vontade e coragem simplismente me deixaram pasmo! Olhando seu currículo pensava que era apenas um daqueles “nerds” envolvidos com informática, que pensava apenas em certificações e que haviam facilmente conquistado um lugar ao sol.

    Na verdade você é uma pessoa repleta de valores, que realmente valem muito mais que seus conhecimentos técnicos!
    Admira-o profundamente! Parabéns por sua história!

    0

    0
  33. Rodrigo Santiago

    Bom relato, Marco.
    Satisfação pessoal e profissional é o que conta.
    Só uma pequena observação, acho que você quis dizer “história” ao invéns de “estória”, correto?
    Abraço.

    0

    0
  34. Marco Filippetti

    Bruno, sabe que ao escrever este post me veio a dúvida… na regra, eis o que consta:

    As palavras “estória” e “história” são aceitas por diversos autores, com significados distintos:

    – estória: exposição romanceada de fatos imaginários, narrativas, contos, fábulas;

    – história: para dados históricos, que se baseiam em documentos ou testemunhos.

    Ou seja, não se encaixaria em nenhum dos 2. Achei que tinha mais a ver com o primeiro caso. Mas indo mais em frente, achei isso:

    “Estas duas palavras constam do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Academia Brasileira de Letras. Mas o Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa recomenda simplesmente a grafia história, nos dois sentidos.”

    E por isso, acabo de alterar o título deste post 😉

    Um abs!!

    Marco.

    0

    0
  35. Rodrigo Santiago

    Valeu, Marco.
    Queria aproveitar para parabenizar a todos pelo blog que está me ajudando bastante nos estudos para a prova 640 802 marcada pra daqui a 20 dias.
    Espero que dê tudo certo para que eu possa relatar pra vcs mais um caso de sucesso. =)

    0

    0
  36. Marco Filippetti

    Boa sorte Rodrigo! Depois nos conte como foi!

    0

    0
  37. Zzz

    Marco,

    Parabéns pelo Post e pelo blog todo. Participo do Blog a pouco tempo e sempre tenho visto posts realmente interesantes e enriquecedores. O seu relato nos motiva a acreditar sempre, e nos mostra que todos tomamos algumas decisões que depois descobrimos que poderiam não ser as melhores, mas que devem servir de motivação e aprendizado para novos desafios. Eu me formo em 2010 e pretendo trocar meu carro por um curso no exterior, infelizmente ele não vale o suficiente para uma pós, mas o upgrade no inglês e um curso de extensão (na area de Gerenciamento de Projetos) assim como viver 6 meses no exterior serão extremamente importantes. Só minha namorada é que não ta muito contente com esse projeto…
    Abraços

    0

    0
  38. Marco Filippetti

    Boa sorte com suas escolhas e desafios Zzz, se é o que você quer, vai dar certo!

    Um abraço!!

    0

    0
  39. Karl Frederick

    Marco, parabéns pela carreira vitoriosa pois é fruto de seu esforço pessoal.
    Estou buscando um caminho parecido,aproveitando a oportunidade como adiquiro o livro ccna 4.1 pelo blog?

    Abraços.

    Karl Frederick

    0

    0
  40. Marco Filippetti

    Olá Karl! ehehehe excelente Avatar o seu 😉 !

    Por hora, o livro não está mais disponível via blog. Vou ver se ano que vem recomeço as promoções por aqui. No Submarino ele pode ser encontrado por R$62,30, e na Tempo Real, por R$67,20, acho.

    Abs!

    0

    0
  41. rmoitinho

    Marco, parabéns pelo blog e por compartilhar com todos nos sua história.
    Me identifiquei com muitas coisas, principalmente em relacao a deixar a faculdade, viajar pro exterior e recomeçar.
    Sempre gostei de Telecom, mas confesso que esse blog, os posts da galera e historias como a sua, que me motivaram a deixar tudo de lado e buscar outros caminhos.
    E isso aí
    Abraços e parabéns

    0

    0
  42. miltondsantos

    Marco, eu não o conhecia até um amigo comentar de seu livro, o achei excelente.

    Lendo sua história de vida, o que posso dizer no mínimo: PARABÉNS PELA HISTÓRIA INSPIRANTE!

    Atte.
    Milton dos Santos
    Atualmente: Alcatel-Lucent

    0

    0
  43. brunonasci

    Marco, Li agora seu post, mais deu um ano depois de você ter postado.
    Mas me identifiquei e muito. Está muito atual.
    Trabalhei 2 anos em uma empresa, onde tirei o CCNA. E atualmente em uma grande empresa de consultoria em T.I. Estou para me formar esse ano em Sist. Informação. To pensando seriamente em vender meu carro também e estudar fora, estou também fazendo curso de inglês. Você tem alguma sugestão: intercambio, curso, etc. ?
    E meus PARABÉNS. Você poderia também fazer “carreira em redes – ‘sua’ históra parte 2”
    Bruno

    0

    0
  44. Alexandre Canalle

    Boa Noite Marco,

    Realmente, até hoje, sua história tem sido desafiadora.

    A minha história, Queira Deus, será tão abençoada pela coragem e vontade de crescer como a sua está sendo.

    ——-
    Eu tinha hesitado, até maio do ano passado, em ir em busca da minha felicidade profissional. Vou contar brevemente e sem muita riqueza de detalhes.
    Curso Tecnologia em Sistemas de Telecomunicações e, até maio de 2008, trabalhava como Técnico Contábil Jr (olha que coincidência?) num banco multi-nacional e recebi proposta de estagiar numa Integradora de Tecnologia Multi-nacional, mas teria um queda considerável nos meus proventos e a falta da ‘garantia’ financeira que eu tinha. Mesmo assim, decidi que aquela era a hora de entrar no ramo de telcomunicações.
    Aprendi muito nos 3 meses que fiquei lá na Integradora, como estagiário de Pré-vendas, pois participei de grandes projetos mas, infelizmente, com a turbulência essa crise financeira (em Setembro de 2008), acabaram por cancelar a minha vaga e de alguns outros estagiários/profissionais.
    Logo após esse infortúnio consegui um outro estágio na área de gerenciamento de redes de outra integradora, mas ganhando metade da bolsa-auxílio que recebia no estágio anterior. No início fiquei um pouco chateado, como muitos dos comentários que o Marco nos passou. Mas depois percebi que numa perspectiva mais otimista, eu estava inserido no ramo que desejava e, agora, estou adquirindo (aos poucos) conhecimentos práticos de rede e de monitoramento, o famoso “tato” com os clientes e aumentando meu campo de visão rumo à meus objetivos profissionais.
    ——-

    Desculpe compartilhar minha história, só que aqui me sinto confortável e com as suas experiências estou mais certo que se após me formar, certificar-me e aperfeiçoar meu inglês, conseguirei gradativamente obter sucesso e humildemente crescer profissionalmente.

    Sábias palavras Marco, agradeço por compartilhá-las conosco e liberar este espaço por dividir um pouco das nossas.

    Abraços e Parabéns pelo Seu Aniversário Hoje!

    0

    0
  45. Jose Alexandre

    Ola Marcos,

    Parabéns pela suas vitórias e conquistas e por compartilha-las, um grande exemplo a ser sequido. Vou fazer minha primeira prova CISCO 640-822, torce ai por mim!

    Abraços

    0

    0
  46. ferrugem

    Boa sorte na prova José Alexandre..

    Sucesso..

    Abraços,
    Ferrugem!!!

    “Juntos somos ainda melhores!!!”

    0

    0
  47. Tiago Morais

    Marco, já estou a alguns meses no blog mas só hoje li seu Post. Gosto muito de ler historias como estas, pois através delas busco me inspirar e sempre colher algo que posso aplicar na vida tanto pessoal quanto profissional com certeza sua historia é um grande exemplo a se seguir.

    Parabéns pelas conquistas!!

    Abraços!!

    0

    0
  48. rogerio souto

    Marco,

    Você realmente nos inspira a voltar estudar, e tentar e conseguir estudar mesmo depois de um dia de trabalho e uma noite de faculdade pesada. Mesmo depois de uma certa idade achava eu que estava em fim de carreira. Depois de um post desse o cara consegue voltar a estudar até os 99 anos.
    Um grande abraço, você é um iluminado,
    Rogério

    0

    0
  49. Fernando Silveira

    Marco, sou novo aqui..mais com certeza sua historia é muito motivante..trabalho numa empresa que presta serviço para a Caixa Economica Federal e estou começando a lidar com redes, roteadores, switch, etc..e com certeza tenho muito o que aprender..ler tudo isso é mto inspirador para min…obrigado cara!! e espero poder contar com a ajuda de todos para tirar minhas muitas duvidas ehehe, vou tentar fzer esse ano ainda o CCNA..

    0

    0
  50. Aldrin

    Motivante a sua história Marco! Parabéns 🙂

    Tirei meu CCNA no início do mês, estudei pelo currículo Cisco NETACAD e seu livro, CCNA 4.0.

    Tenho 25 anos, cheguei a pensar que estava tarde para ingressar na carreira, mas você tem razão, nunca é tarde! Também quero deixar uma mensagem para os aspirantes a CCNA. Não desanimem e jamais deixem que alguém diga que você não é capaz, com disciplina e força de vontade você pode ir longe.

    Digo isso porque perdi meu emprego e tive que decidir entre pagar algumas mensalidades da faculdade ou investir no curso preparatório para CCNA. Optei pelo curso, e certa vez em uma entrevista fui literalmente humilhado pelo gestor de TI da empresa que disse uma pessoa que abandona a faculdade para fazer um curso jamais trabalharia na equipe dele, e no final ainda fez a seguinte pergunta “(…) E você acha que é capaz de passar no exame da Cisco?”

    Cheguei a pensar em desistir, fiquei uma semana sem ir ao curso. Mas voltei, estudei e consegui! Hoje estou empregado, estudando e pré-matriculado para curso preparatório para CCNP. E eu tenho certeza que vou conseguir!

    Só resta uma dúvida, você plantou uma árvore? 😛

    0

    0
  51. ielsistemas

    Cara, pirei na história serviu muito para todos nós.

    0

    0
  52. Rodrigo Ribaz

    Muito bom, vendo historias assim de vencedores que me da força em continuar.

    Ja mandei meus CV para outras empresas e meu objetivo meu ccna vence em tres anos e no final desses 3 anos vou estar certificado ccnp.

    0

    0
  53. ramc

    Sensacional. PArabéns!

    0

    0
  54. sanon

    Muito bom!

    Estou cursando Engenharia de Telecomunicações, estou no sétimo período e pretendo tirar a certificação CCNA.

    Acredito que TI anda um pouco de mãos dadas com Telecom, por isso vou correr atrás da certificação.

    Lendo uma história dessas só pode animar qualquer um para nunca desistir, sempre correr atrás de seus objetivos.

    Obrigado pelo “empurrãozinho”.

    Abraços

    0

    0
  55. fantonio

    Parabens muito legal, aprendi aqui neste post muitas coisas que iriei usar para minha vida profissional e também pessoal.
    A você Marco o meu muito obrigado neste natal ganhei de minha namorada o livro CCNA 4.1 que você escreveu, para mim pode ser um sinal para seguir nesta carreira de Redes.

    Vlws.

    0

    0
  56. Marco Filippetti

    Valeu Fantonio!! Este tipo de feedback é o que faz tudo valer à pena 😉

    0

    0
  57. andregomesoliveira

    Só deixando um pouquinho da minha recente história: Trabalhei dois anos em uma empresa do ramo do comércio na área de suporte, mas sempre quis entrar na área de redes. No último ano andava frustrado pois estava trabalhando em algo que não gostava, até que tinha o salário bom, mas aquilo não me dava satisfação em fazer. Continuava pois sabia que precisava do trabalho para concluir a faculdade. Ano passado concluí a faculdade de Redes, e tomei pra mim como meta pra 2010 conseguir uma vaga em uma empresa de Tecnologia, e estudar fundo pra tirar minhas certificações que desejo, como o CCNA. Apareceu uma vaga pra trabalhar na GVT na área de suporte interno (com salário bem menor), mas já vislumbrando uma vaga na área de Redes da empresa. Pensei comigo mesmo, essa é a minha chance de trabalhar numa empresa que sempre sonhei, e se Deus quiser conseguir passar no CCNA e por consequência a vaga na área de redes da GVT! Consegui ser aprovado, e vou começar em breve. Vendi meu carro, pedi demissão, e, como já vinha estudando antes, comprei hoje o livro do Marco para ir mais fundo nos estudos pra prova!! Estou muito confiante de que vai dar tudo certo, e que minha decisão foi acertada. Não vejo a hora de começar a trabalhar, ter contato com uma empresa que respira 100% tecnologia, e que eu possa aprender mais e mais na área, sempre em contato com as novidades e expandindo meu networking! Queria agradecer a você Marco por este seu post, que me encorajou ainda mais a ir em busca de meu objetivo!

    Um abraço a todos do fórum, André.

    0

    0
  58. Marco Filippetti

    Legal André!!! Vai fundo…!!! Boa sorte meu caro!

    Marco.

    0

    0
  59. Bressane

    Cara, Parabens pelas conquistas… Estou iniciando agora na area de T.I., tive minha primeira promoção para Tecnico de Telecom 1, estou aprendendo muito, e depois de ter lido seu documentario, tenho certeza que irei aprender muito mais…

    E mais uma vez, parabens pelas conquistas e boa sorte para as que estão por vim…

    Atenciosamente,
    Bruno Bressane

    0

    0
  60. davidelvisrosa

    Fenomenal! Essa é uma história muito boa em! e no caso do Marco, teve muita sorte, mas o principal garra e perceverança, não desistiu. É muito bom ouvir esse tipo de coisa, pq vc sabe que não é impossível. E tem uma pessoa que ja conseguiu!
    Mais um dia mais um aprendizado.

    abraço!

    0

    0
  61. Deco

    Estória motivadora a sua Marco! De vez em quando eu leio pra dar um UP!

    abs e meus parabéns!

    0

    0
  62. davidelvisrosa

    é verdade Deco, de vez enquando é bom ler para dar um UP!

    abs!

    0

    0
  63. alelimaata

    Ae galera,
    estou tentando começar uma carreira em redes, estou me formando em Eng. telecom e irei fazer a prova do CCNA ambos junho. mas como moro no interior de SP nao tem muitos empregos na area.
    Por este motivo, estou pensando em me mudar p/ SP e como não conheço a cidade, quero começar fazendo alguns cursos e com isso criar um NETWORK, como o Marco disse, isso é muito importante.

    Alguem sabe algum curso que seria bom p/ começar?

    0

    0
  64. eliasvmiranda

    Fala Marcos, estou encaminhando para todos os meu amigos dessa área o resumo da sua vida , já que alguns encontram-se muito desmotivados e acredito que este post os revigorará assim como comigo aconteceu. Parabéns pelo sucesso!!!

    0

    0
  65. D.Junior

    Parabéns Marcos!!!
    Você é um exemplo para todos nós que tanto almejamos essa carreira.

    PS. A Fiap precisaria de alguém como você para ministrar aulas.

    0

    0
  66. @emersonmeh

    Este post nunca deixará de ser lido Marcos.
    Para mim é uma fonte de inspiração, estou extremamente focado nos estudos para o CCNA e sempre que começo a ter uma recaida e vai batendo aquela “preguiça” eu venho aqui e leio todas as sabias palavras de um homem que lutou para ser o que é.
    Espero que, não somente eu, mas todos que estão sempre por aqui, possam seguir em frente e alcançar todos os objetivos que almejam alcançar.

    Se houver novas atualizações na sua trajetória, por favor, continue aumentando a nossa fonte de inspiração.

    Grande Abraço a todos !

    ” a sabedoria do homem esta no saber aprender” (frase minha)

    0

    0
  67. Marco Filippetti

    Com certeza! Acabo de atualiza-lo com meus últimos movimentos… 😉 Obrigado por manterem este post vivo!

    0

    0
  68. neldel

    Marco, o post é forte!!!

    Obrigado por escreve-lo e motivar tantos assim como eu.

    Abraço.

    0

    0
  69. luis.isique

    Olá Marcos,
    Parabéns e obrigado, sucesso sempre, estou indo para o 2º módulo e trabalho com redes a um certo tempo, seu blog está me ajudando muito, criei um afim de ajudar outros estudantes.
    isique.blogspot.com.br

    0

    0
  70. ferrugem

    Sempre bom ler este post! 😉

    Marco, teria como comentar um pouco sobre o MBA em Marketing?

    Abs,
    Felipe Ferrugem!

    “Juntos somos ainda melhores!!!”

    0

    0
  71. Eron Melo

    Muito emocionante!!!! O Ferrugem acabou de indicar via chat do blog e as dicas do Ferrugem são sempre muito valiosas… Experiência de vida fabulosa!!!! Digna de exemplo!!!!!
    Mais uma vez: Parabéns, Marco!!!!!!!

    PS: Valeu Ferrugem, pela dica!!!!!!!!!

    Eron Melo
    “Be a router, think like a router!”

    0

    0
  72. Gabriel Elias

    Fui muito abençoado com seu testemunho de vida!
    Estou para ingressar na área de Redes da Computação através do SENAI cursando o módulo 1 da Cisco, pretendo concluir os 4 módulos e logo após iniciar uma graduação de Redes.
    Um abraço e desde já grato pelo Post! (toda ajuda é bem-vinda =D)

    0

    0
  73. RogerCDantas

    Estou começando a “construir” minha carreira, e esse “testemunho” foi realmente muito encorajador, creio que se Deus quiser ano que vem estarei entrando na Embratel, ainda como técnico, mais como foi dito, em qualquer área qualquer um pode se destacar, basta ter força de vontade e gostar do que faz.

    Obrigado amigo Marco Filippetti.

    RogerCDantas.

    0

    0
  74. amadeu

    Valeu a partilha Marcos,

    Só vi hoje este comentário mas confesso que alguma parte da sua história tem haver comigo.

    E muito obrigado pela coragem e humildade de compartilhar isso conosco.

    ” Se você fez uma escolha e esta está a dar errado, não pague para ver !” é uma grande frase.

    Sucesso pra você

    0

    0
  75. jd

    Obrigado Marco,

    Você nem imagina a força que você me deu com este relato.
    Ingressei no mundo cisco em meados deste ano, embora já tenha uma bagagem em informática.

    O começo é difícil, de certa forma deprime, mas a força de vontade supera!
    Chegarei Lá, nos CCs da Cisco!

    Fica com Deus e muito Sucesso para você.

    0

    0
  76. gustavofranco

    Li denovo, esse post é tenso! haha toda vez que estou querendo inspiração dou uma lida….

    0

    0
  77. Sabrina Batista

    Caramba … nunca li uma história de tantas conquistas na vida de uma mesma pessoa , parabéns e obrigado por compartilhar isso conosco.
    Bom sua história me fez ter vontade de lutar mais pela minha carreira , mesmo com tantos obstáculos . abs

    0

    0
  78. Sérgio F.S

    É, muito bom mesmo.

    0

    0
  79. Marco Filippetti

    Pequena atualização com informações recentes…! Este post está gigante ahahahah 🙂

    1

    0
  80. Wesley Costa Ribeiro

    Muito bom compartilha a sua historia estou passando por um momento desses na minha vida e me ajuda a colocar as rodas no trilho novamente . Fora que sua carreira daria um belo livro em..Ate mais obrigado !

    1

    0
  81. thiagoleviramosdacosta

    Sem palavras ! Parabéns mesmo !

    0

    0
  82. Luissms

    Espetacular!!! Um exemplo importantíssimo para todos. Obrigado.

    0

    0
  1. Cisco Certified » Entrevista: Marco Filippetti - Autor do livro CCNA 4.1 e publisher do Blog CiscoCertified

    […] vídeo eu disponibilizo aqui para vocês. Além da entrevista, para os que não sabem, existe um post que eu publiquei há quase 2 anos, relatando em detalhes os trechos mais importantes da minha […]

    0

    0
  2. Cisco Certified » O mundo gira, e a Lusitana roda!

    […] e… a Lusitana segue lá, rodando… . Estou escrevendo este post hoje para atualizar o post que comecei há mais de dois anos atrás. Na quinta feira passada, subi mais um degrau na minha escalada profissional. Estou de saída de […]

    0

    0
  3. Caio Vilas | Objetivos do ano

    […] Visitem: Link para o post do Marco Filippetti […]

    0

    0
  4. Cisco Certified » Um tempo para pensar, descansar... e fazer acontecer!

    […] De qualquer forma, o motivo deste post não é comemorar o número em si (que cá entre nós, é muito bom ), mas contar para vocês alguns eventos que ocorreram recentemente. Alguns de vocês conhecem minha história, minha trajetória profissional. […]

    0

    0

Deixe uma resposta