«

»

out 19 2007

O escândalo da Cisco vai impactar suas certificações aqui no Brasil?

Amigos,

As acusações que a Cisco Brasil (e talvez a matriz) irão enfrentar são MUITO sérias, não há dúvidas. O esquema que está sendo desmantelado é absurdamente podre, e na minha opinião, será muito difícil a Cisco conseguir provar que não tinha conhecimento dos acontecimentos. Afinal, o presidente e os diretores foram detidos e estão envolvidos, ao que parece, até o pescoço.

Porém, a Cisco ainda é a Cisco. Uma empresa que, no último quadrimestre teve um lucro líquido de 8 bilhões de dólares. As chances do que está ocorrendo aqui derrubar a empresa são muito pequenas. Existentes, mas são MUITO pequenas. O Brasil responde por apenas 1% da receita global da empresa. Mesmo que os negócios aqui no país fossem cessados por completo, ainda assim o lucro global da Cisco seguiria na casa dos 8 bi.

Quanto às investigações aqui, basta nos lembrarmos do caso Daslu. Lembram-se? Aconteceu alguma coisa? NADA! Alguém está preso? Claro que NÃO! A empresa foi fechada??? QUE NADA!!

Se uma empresa como a Daslu conseguiu se safar, não vejo como uma Cisco se complicaria muito. A empresa vai acabar arcando com uma multa e vai ficar por isso mesmo. Vão trocar os membros executivos aqui no Brasil, talvez a Mude feche e reabra com outro nome. E pronto. Não deve acontecer muito mais do que isso.

Em que isso afeta quem trabalha diretamente com Cisco? Bom, uma coisa é clara: Os preços praticados aqui no Brasil vão ser revistos, e provavelmente, serão acrescidos da carga tributária. Em vista disso, a demanda por produtos Cisco pode cair bastante, ao menos temporariamente. Isso pode reduzir a demanda do mercado por profissionais Cisco, por hora. Esta é a preocupação maior deste escândalo, na minha opinião.

MAS… como o bom profissional Cisco não depende do fabricante, já que as tecnologias podem ser implementadas em equipamentos de outros como Nortel, Huawei, etc. não vejo isso como sendo necessariamente um problema.

As certificações Cisco são muito respeitadas exatamente pelo fato de atestarem o conhecimento que o profissional detém sobre tecnologias, muitas vezes, aplicáveis a qualquer fabricante.

Portanto… na minha opinião, podem ficar tranquilos 😉

Um abs!

Marco.



Comente usando o Facebook!
0
0

Deixe uma resposta