«

»

maio 27 2008

O mercado de Telecom esta bombando… em BOMBAIM!!!

Que tal trabalhar com telecom… na INDIA? 😉 As coisas têm estado quentes na área de telecom naquele país (leia a notícia abaixo), e no oriente médio. A maior parte das grandes empresas de telecom, por exemplo, já montaram escritórios em Dubai (Emirados Árabes). Empresas como BT, AT&T, Verizon e uma série de outras não menos importantes. Por que? Porque investimento em infra-estrutura, tecnologia e pessoal é algo que abunda por aqueles lados. Pode parecer uma realidade distante, mas não é. Eu conheço pessoalmente 2 pessoas que estão trabalhando por aqueles lados. Um verdadeiro BOOM! Portanto, faça suas malinhas e VOE para lá 😉 O bicho está pegando!

Abs,

Marco.

A notícia abaixo foi retirada na íntegra do INFO Online.

BOMBAIM – Uma fusão entre empresas telecom pode fazer surgir um novo gigante em telecomunicações.

O MTN Group, da África do Sul, iniciou negociações com a operadora de telefonia móvel indiana Reliance Communications, que criaria um grupo de telecomunicações com 66 bilhões de dólares de valor de mercado nos mercados emergentes.

A Reliance, segunda maior operadora do mercado indiano, decidiu ocupar o vazio depois que a rival Bharti Airtel abandonou as negociações com a MTN, no final de semana, para a tomada de controle da maior operadora de telefonia móvel da África ao sul do Saara.

Uma combinação entre a MTN, cujo valor de mercado era de 38 bilhões de dólares na sexta-feira, e a Reliance, avaliada em 28 bilhões de dólares, criaria uma das 10 maiores empresas mundiais de telecomunicações, com valor de mercado semelhante ao da japonesa NTT DoCoMo . Em termos de número de assinantes, o grupo criado pela fusão ficaria pouco abaixo da Deutsche Telekom, como o sétimo maior do mundo.

Uma fonte familiarizada com as negociações disse que a Reliance não procuraria por estrutura semelhante à pretendida pela Bharti em sua proposta para a fusão. Analistas e a imprensa especularam que a Bharti desejava sair da transação com 51 por cento do capital da empresa combinada, e que abandonou o negócio quando o grupo sul-africano sugeriu que ela se tornasse subsidiária da MTN.

As ações da Reliance caíram devido à preocupação dos investidores quanto ao custo do negócio, enquanto as da MTN caíam em até 7,6 por cento. Os investidores esperavam um saudável ágio na transação com a Bharti.

A MTN está à procura de novos mercados fora da África e do Oriente Médio, e provavelmente pressionará para reter sua marca e cultura.

“Qualquer que seja a forma da empresa no futuro, há pouca dúvida de que a retenção da marca e da cultura MTN seriam dois dos mais importantes aspectos que os executivos e os acionistas garantiriam”, disse Lindsey Mc Donald, analista da Frost & Sullivan.

A Reliance Communications e a MTN anunciaram que iniciaram negociações para uma possível fusão, com cláusula de exclusividade durante 45 dias.



Comente usando o Facebook!
0
0

9 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Muito boa a noticia Marco…obrigado por compartilhar aqui no blog!
    hahaha… 🙂 parece brincadeira mas quem sabe alguém vai para os Emirados Árabes trabalhar na área?!!! 😉
    Bom eu não sei se teria essa “moral” e vcs???

    Abs.
    Érik Voitic
    “Conhecimento é para todos…compartilhe!!!”

    0

    0
  2. Toguko

    Alguem sabe de outros mercados aquecidos, (Europa ou Canada) para a área de telecom e principalmentes redes ?

    Abraços, Rafael Venancio (Toguko)

    0

    0
  3. Bruno N. Paiuca

    Na Europa, existe um projeto de Lei, para facilitar a entrada de extrangeiros que comprovem mão de obra especializada nos Paises da União Européia. Os profissionais de lá são muito bons, mas isso ocorre porque eles tem mais demanda do que profissionais para trabalhar. Quando está lei de fato vingar, ocorrerá grande procura por profissionais capacitados para trabalharem na Europa.

    0

    0
  4. Rodrigo C. Soave

    Trabalhar na India! nem a pau, Paisinho zuado daqueles!
    Agora se for em Dubai, quem sabe! mas sinceramente não encararia não. Cultura muito diferente da gente, ia ser f… a adaptação.

    Abs

    Rodrigo

    0

    0
  5. sullivan

    “BOMBANDO EM BOMBAIM” hehehehehehheh muito bom !!!

    0

    0
  6. Rodrigo Falcão

    Derepente seria interessante só para ganhar experiência e levantar uma grana.
    Acho que não conseguiria ficar muito tempo longe do Brasil, apesar dos problemas, eu amo meu país, minha cultura, e tudo que tenho aqui!!

    Abç!!

    0

    0
  7. Wederson (CeBoLaRk)

    Saudações,

    Recebi uma proposta alguns meses atrás para ir para Angola, trabalhar com Linux.

    QUASE aceitei, só recusei porque resolvi abrir minha própria empresa. Ha, o salário não era TAO atraente assim. U$2000.00 livre, exceto a comida, que seria por minha conta e pela experiencia de um amigo que mora lá, gastaria em média U$800,00 de alimentação(para se alimentar razoavelmente bem, sem extravasar). Sobraria uns U$1.200,00 no fim das contas.

    0

    0
  8. Fabio Luiz Pagoti

    amo meu Brasil também.. e creio que eu o amaria muito mais se estivesse longe dele.
    Agora na índia.. não basta vontade, deve pensar em tudo que se deixa para trás aqui.
    Penso comigo.. vi que existem mais de 2000 CCIEs só na China.. será que alguns deles não vão para lá?? A cultura é diferente… mas um país está do lado do outro neh. acho que fica melhor..

    Tenho muita vontade de ir para o Canadá.. mas nunca pensei em trabalhar nessa área lá.

    Abraços

    Fábio Pagoti

    0

    0
  9. É pessoal…larga tudo o que vc tem e conquisto aqui é dificil…ainda mais se o destino for um pais com uma cultura totalmente diferente da nossa.
    Agora concordo com o Rodrigo Falcão que disse “…seria interessante só para ganhar experiência e levantar uma grana.”, quem sabe ir para lá mas com a intenção em voltar 😉

    Abs
    Érik Voitic

    0

    0

Deixe uma resposta