«

»

jun 03 2008

[CCNX] Desafio 2 da Semana 1 – Junho 2008

Pessoal,

Questão que se encaixaria no novo currículo CCNA, mas poderia estar perfeitamente no currículo BCMSN do CCNP. E não deixem de responder o primeiro desafio desta semana postado pelo Marco abaixo!

Boa Sorte!

Abraços!

Fábio A. de Amorim

De acordo com a topologia abaixo, as VLANs 2, 3 e 10 estão configuradas no switch multilayer D-SW1. Os PCs estão na VLAN2 (10.1.2.0), os Servidoews estão na VLAN3 (10.1.3.0) e a VLAN10 é a VLAN de gerenciamento (10.1.10.0). Os PCs conseguem se pingar, mas não conseguem pingar os Servidores. Qual configuração pode ser realizada pra resolver este problema?

A. Habilitar o comando “ip routing” no switch D-SW1
B. Configurar uma rota padrão que aponta para a rede 200.1.1.0/24
C. Atribuir, no switch D-SW1, um endereço IP do range 10.1.3.0/24 a VLAN3.
D. Configurar o endereço de default-gateway 10.1.2.1 nos PCs.
E. Configurar o endereço de default-gateway 10.1.10.1 nos PCs.
F. Configurar o endereço de default-gateway 200.1.1.2 nos PCs.

InterVlanRouting



Comente usando o Facebook!
0
0

33 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. lgchiaretto

    outra bela questão….

    creio que para que haja comunicação entre as VLANS seja necessário habilitar o comando IP ROUTING no SW1…

    letra A !!! (denovo letra A hehe)

    0

    0
  2. Bruno N. Paiuca

    Pregunta bem elaborada,

    Respostas Corretas A, C e D.

    0

    0
  3. Bruno N. Paiuca

    Obs: *Pergunta (Não vamos assacinar o Português..hehe)

    0

    0
  4. Fabio A de Amorim

    Pois é, meu caro amigo e aluno, Mr. Paiuca. Mas só há uma correta!

    Já vai se preparando para a Prova Semestral!!! rsrsrs…

    Abraços,
    Fábio A. de Amorim

    0

    0
  5. Bruno N. Paiuca

    Eu acho que as 3 que eu coloquei ali caberiam, mas já que somente uma está correta eu colocaria a C. Pq na saida do comando show ip route, não aparece nenhuma entrana para a sub-net 10.1.3.0.

    0

    0
  6. Renato Silva

    Resposta é simplesmente a letra C
    E que falta ao switch é o conhecimento da Rede 10.1.3.0/24 da Vlan3 ( Servidores ).

    0

    0
  7. rafaelbn

    Pergunta muito legal!

    Resposta letra C.

    Abraços

    0

    0
  8. fernand0

    Letra C

    Abraços

    0

    0
  9. sergiombrg

    Letra C!

    .

    0

    0
  10. alberto_villa

    Muito legal a questão …

    Letra C …

    Abraços…

    0

    0
  11. Toguko

    Fiquei em dúvida nas resposta A e C, mas acredito que a resposta C está correta, pois se o comando IP Routing não estivesse habilitado o comando sh ip route não teria saída nenhuma.

    Abraços, Rafael Venancio

    0

    0
  12. Tiago Pereira

    letra c

    0

    0
  13. kappa

    Letra C.

    0

    0
  14. CR

    Letra C. Divulgando a rota/VLAN para o switch.

    Abs,
    CR.

    0

    0
  15. Felipe Freire

    Alternativa C

    Abs a todos.
    Felipe
    “Investir em conhecimentos rende sempre melhores juros.” (Benjamin Franklin)

    0

    0
  16. lgchiaretto

    eu hein.. todo mundo de C….

    mas eu insisto na A ate uma explicação …

    😀

    0

    0
  17. lgchiaretto

    acho que não vou precisar de explicação…. ACHO que achei meu erro…

    o SWD conhece uma rota para a VLAN2 … mas nao para a VLAN3 ….

    ou seja.. adicionando um endereço para a VLAN3… ele saberá como chegar ate ela… ai sera capaz de fazer roteamento….

    certo ou errado ???

    0

    0
  18. Rodrigo Falcão

    Vou ficar de fora dessa, pois ainda não tive tempo de degustar os novos tópicos do currículo CCNA, entretanto, fico aguardando ansioso pela resposta, e se o Fábio puder dar uma palhinha do assunto junto…show de bola!

    Abçs!

    0

    0
  19. Alexandre Bormio

    Letra C. Adicionar o IP da VLAN3. Assim havera trafego entre as VLANs.
    Abs.

    0

    0
  20. Rodrigo Rovere

    Letra C.
    Se não estiver configurado esta vlan3 não teremos rota para a mesma.

    Abs.

    0

    0
  21. marcos-freire

    Letra C

    0

    0
  22. rafa.mendes

    Letra C

    Se o comando nao tivesse abilitado no SW central, nao teria a saida mostrada no gráfico, neste podemos visualisar claramente que falta a rede referente aos servidores, logo é soh adicionar o IP a Vlan3

    0

    0
  23. Alexander Willians

    Caros, bom dia.

    Bem legal o desafio!

    Só existe uma maneira de interligar VLANs: através de um equipamento de camada 3.

    No cenário apresentado, o D-SW1 não conhece a VLAN 3, portanto a resposta correta é C.

    A não ser que exista uma “pegadinha” ai… rs.

    []’s

    0

    0
  24. Pô…de novo eu cheguei atrasado e em mais um desafio…

    Como a maioria disse a letra correta é a letra C!!! O porque, nosso amigo Renato Silva já escreveu:

    “…falta ao switch o conhecimento da Rede 10.1.3.0/24 da Vlan3 ( Servidores ).”

    Para que ele possa rotear pacotes aos servidores…é necessário ele ter uma rota para rede dos servidores.
    []’s

    0

    0
  25. Fábio…uma dúvida referente a questão…ela vale, além do ccna, tbm para ccnp???

    0

    0
  26. Toguko

    Fábio se você puder confirma a minha resposta que “se o comando IP Routing não estivesse habilitado o comando sh ip route não teria saída nenhuma.”

    Abraços, Rafael Venancio (Toguko)

    0

    0
  27. Marcia Guimaraes

    Olá…

    Sem truques ou “pegadinhas”, a questão é clara.

    Pelo cenário, vemos que para uma vlan falar com outra precisamos de um router ou um switch-l3. ok. Temos isso em D-SW1. Agora, a questão diz que os PCs se pingam mas não conseguem fazer o mesmo em relação aos servidores. Para que isso aconteça precisamos de um router fazendo a ponte entre os switches através do Roteamento Inter-Vlans. Para isso precisamos setar para cada vlan um default-gateway distinto no router/switch-l3. Na questão, vemos a tabela de roteamento do switch-l3 D-SW1 e lá NÃO vemos a rota para a rede da vlan 3, a 10.1.3.0. E é esse o problema do nosso cenário. Então…

    A. Habilitar o comando “ip routing” no switch D-SW1
    >>> Roteamento ip não pode ser setado em switches puros l2. Como o switch D-SW1 é um switch L3, é válida a opção. Mas como vemos que na tabela de roteamento do switch-l3 temos as rotas das vlans 2 e 10, então concluímos que a opção SERIA válida se nada existisse no switch-l3. Como existe… então desconsideremos essa opção.

    B. Configurar uma rota padrão que aponta para a rede 200.1.1.0/24
    >>> uma rota default em nada altera o que acontece entre as vlans. Afinal, preciso que as redes das vlans se comuniquem somente, e não quero sair da minha rede.

    C. Atribuir, no switch D-SW1, um endereço IP do range 10.1.3.0/24 a VLAN3.
    >>> É A OPÇÃO CORRETA. Porque se vc setar os comandos abaixo no switch-l3….

    D-SW1(config-if)#encapsulation dot1q 3
    D-SW1(config-if)# ip add 10.1.3.1 255.255.255.0

    … a rota vai entrar na tabela de roteamento e os pcs conseguirão pingar os servidores porque o switch-l3 vai conhecer a rota para chegar até esses servidores que estão na vlan 3.

    D. Configurar o endereço de default-gateway 10.1.2.1 nos PCs.
    >>> Endereço dentro do range da rede da vlan 2. O endereço ip do default-gateway já está setado nos pcs, senão eles não conseguiriam se pingar.

    E. Configurar o endereço de default-gateway 10.1.10.1 nos PCs.
    >>> Esse é o endereço dentro do range da rede da vlan 10, que é a vlan de gerenciamento e em nada altera se os pcs da vlan 2 podem ou não pingar os servidores da vlan3.

    F. Configurar o endereço de default-gateway 200.1.1.2 nos PCs.
    >>> opa !!! Esse é o endereço de saída da rede e não pode ser configurado nos pcs. O único dispositivo no cenário que conhece esse endereço é o switch-l3 D-SW1, que fornece o roteamento de saída para a internet.

    OPÇÃO CORRETA => C

    É isso.:)

    Sds.
    Márcia Guimarães

    0

    0
  28. Bruno N. Paiuca

    Márcia,

    Realmente a resposta correta é a C.

    Porém em sua resposta, vc afirma que:

    “D. Configurar o endereço de default-gateway 10.1.2.1 nos PCs.
    >>> Endereço dentro do range da rede da vlan 2. O endereço ip do default-gateway já está setado nos pcs, senão eles não conseguiriam se pingar.”

    De fato o endereço 10.1.2.1 é o Default-Gateway da VLAN 2, porém o fato deles estarem o não setados não interferem na comunicação entre os PCS pois ambos estão na mesma Sub-net. Na comunicação dentro da mesma sub-net não há encaminahmento de pacotes para o Default-Gateway. O endereço de Default-Gateway é utilizado somente quando há comunicação entre sub-nets distintas.

    Abç

    Bruno Paiuca

    0

    0
  29. Fabio Luiz Pagoti

    por dedução, alternativa C

    mas vou com humildade já que está escrito CCXP lá em cima!!

    Fábio Pagoti

    0

    0
  30. Marcia Guimaraes

    Olá Bruno…

    Perfeita sua colocação. O fato de estarem ou não com o endereço ip do default-gateway em nada interfere na comunicação entre eles, pois estão na mesma sub-rede.

    Obrigada Bruno pela retificação. 🙂

    Sds.
    Márcia Guimarães

    0

    0
  31. Fabio A de Amorim

    Pessoal, gostaria de mais uma vez agradecer e parabenizar a todos pelas respostas! Legal mesmo!

    A resposta correta realmente é a C! 😉

    Vale, mais uma vez, ressaltar e parabenizar o comentário da Márcia Guimarães (maksg), com as ressalvas do Bruno Paiuca. Muito legal! (Comentários 27, 28 e 30).

    Alguns comentários sobre as respostas:

    – Resposta A: incorreta porque o comando “ip routing” já está habilitado. Se não estivesse, não haveria tabela de roteamento. Qualquer switch L3, salvo alguma exceção, vem com tal comando desabilitado, ou seja, funcionando só como camada 2.

    – Resposta B: Incorreta. Vale a explicação da Márcia Guimarâes no comentário 27. E também porque tal comando já está configurado (como podemos ver na tabela de roteamento) e não resolve o problema.

    – Resposta D: Incorreta. Não podemos afirmar, pelo enunciado, que o Gateway-Padrão da VLAN 2 é o endereço 10.1.2.1. Mas, ainda que fosse e estando configurado nos PCs, não garantiria a solução do problema. A questão é que, para se chegar a VLAN 3, precisa haver uma rota para ela na tabela de roteamento. E não há. Mas, claro, é parte da solução, que os PCs possam enviar seus pacotes destinados à outras redes para seu Gateway-Padrão.

    – Resposta E: Incorreta. É até possível que o endereço de Gateway-Padrão de uma sub-rede pertença a outra sub-rede. Já usei este tipo de solução no mundo real. Mas, tal como expliquei na resposta D, não resolve o problema que é a falta de uma rota para a VLAN 3 na tabela de roteamento.

    – Resposta F: Incorreta. Sem nexo. rsrs

    – Resposta C: A CORRETA: para a rota constar na tabela de roteamento, a rede 10.1.3.0/24, neste caso, precisa estar configurada e ativa na SVI VLAN3 no Switch DSW-1. A configuração poderia ser a seguinte (já considerando, como o enunciado mostra pela tabela de roteamento, que o comando “ip routing” está habilitado):
    D-SW1(config)#Interface VLAN 3
    D-SW1(config-if)# ip address 10.1.3.1 255.255.255.0
    D-SW1(config-if)#no shutdown

    – Rafael Venancio (Toguko), acho que já respondi sua dúvida, certo? 🙂

    – Érik Voitic, ela poderia estar perfeitamento na prova do BCMSN do CCNP.

    Qualquer dúvida pessoal, por favor, postem!

    Abraços!
    Fábio A. de Amorim

    0

    0
  32. Amandio Queiroz

    O trecho do comment #27 está errado na seguinte linha.

    “D.Configurar o endereço de default-gateway 10.1.2.1 nos PCs.
    >>> Endereço dentro do range da rede da vlan 2. O endereço ip do default-gateway já está setado nos pcs, senão eles não conseguiriam se pingar.”

    Se os pc’s estão na mesma rede, não vai precisar do default-gateway para se comunicarem….A resposta D não se encaixa, simplesmente porque não foi levantada a questão sobre se o default-gateway está configurado ou não…..se não mencionou, então é porque já esta configurado.

    0

    0
  33. Edson

    Excelente, ótimas explicações.
    Obrigado 😉

    0

    0

Deixe uma resposta