«

»

jun 06 2008

Capacidade brasileira

Por que o Brasil é um dos países mais procurados quando o assunto é outsourcing? Vocês já devem ter ouvido falar do BRIC, certo? Este anagrama representa os 4 países mais bem posicionados no mercado de Global Sourcing, ou seja, outsourcing global de mão de obra (muito) especializada. Brasil, Rússia, India e China. Cada vez mais, empresas multinacionais (como EDS, AT&T, Verizon, AT&T, IBM, Unisys e muitas outras) estabelecem centros de global sourcing no Brasil, para atender às demandas de países do mundo inteiro.

O Brasil vem crescendo significativamente nesta área, quando comparado com os outros 3 países, por algumas importantes razões:

  1. Os brasileiros falam um Inglês de melhor nível que os Chineses e Russos (e, em muitos casos, que os Indianos);
  2. Os brasileiros têm uma formação técnica mais generalista que os profissionais dos outros 3 países. Isso significa que um Brasileiro é capaz de atuar em projetos multi-funcionais, enquanto os Indianos, por exemplo, possuem uma formação extremamente específica.
  3. O fuso-horário Brasileiro é mais próximo do de países como EUA (grandes contratantes dos serviços de Outsourcing) do que os outros 3 países
  4. O Brasil é culturalmente mais próximo de países Europeus e dos EUA do que os outros 3 países
  5. Nosso custo (ainda) é interessantemente baixo (não tão baixo quanto os outros 3, mas ainda muito atraente) se comparados ao custo de países como EUA e Inglaterra, por exemplo. Mesmo com um Real forte, o Brasil segue sendo um país com mão-de-obra extremamente qualificada e de custo relativamente baixo.
  6. O brasileiro é um povo extremamente flexível. Isso pode parecer um “chavão” sem sentido, mas o vídeo abaixo ilustra o que estou dizendo.

Isso tudo para dizer o seguinte… se você não fala Inglês, CORRA!!! Existem muito mais oportunidades para quem fala exatamente pelos motivos acima.

Um abs!

Marco.



Comente usando o Facebook!
0
0

16 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. rafaelbn

    Esse video me lembrou a historia (que nem sei se é verdade) sobre o programa espacial americano.
    Dizem, que os americanos gastaram alguns milhões de dolares desenvolvendo uma caneta que funcionasse na gravidade zero. Ja os Russos, resolveram utilizar o lápis mesmo…

    Uhuauahuah

    Grande abraço a todos!

    0

    0
  2. Rodrigo Farias

    Rapaz, o Brasileiro é demais mesmo… rs

    0

    0
  3. Toguko

    Desta eu não sabia, que nosso inglês é melhor doque os dos Chineses e Russos…

    Abraços, Rafael Venancio

    0

    0
  4. Rodrigo Farias

    Chinês falando inglês é terrível e russo parece que ta xingando vc.

    0

    0
  5. Marco Filippetti

    Toguko, melhor colocar assim: “Os brasileiros QUE falam Inglês, o fazem melhor que os Russos, Indianos e Chineses…”… 😉 Pronto!

    Abs!

    0

    0
  6. pedroj

    Como Marco mesmo disse somos uma HP multifuncional, onde se tira cópia, se imprime, scaner, fax etc.

    Sinceramente nao fico feliz com isso. Somos assim por um único motivo. CUSTOS. Nao para nós, mas para os empresários. No final agente sai perdendo, pois temos que além da faculdade, fazer um curso de MCP,MCSA,MCSE,LPI,CCNA,MCDBA, e por aí vai, para ganhar a mesma coisa que o oriental que sabe Microsoft. Tirando as grandes empresas que pagam por um especialista, o resto quer um “SEVERINO”, ou seja, se precisarem de um cabide, você vira um. Em relação ao ingles realmente nao tem jeito, se você nao tem e quer trabalhar na área de TI se vira para aprender, ou você passará o resto de suas vidas em uma empresa pequena ou mediana, ganhando um salário pequeno ou mediano. O espanhol também ajuda, desde que vc já possua o ingles.

    Aliás um conselho que eu dava para meus alunos dos cursos de Microsoft era o seguinte : “Quem não sabe ingles e nao quer aprender, pode levantar e ir embora, pois está gastando dinheiro a toa”

    Abraços!!!

    Pedroj

    0

    0
  7. Fabio A de Amorim

    Muito bom Marco.

    Parabéns mais uma vez!

    Abraços,
    Fábio A. de Amorim

    0

    0
  8. Minu

    Ótimo, ótimo, mais um incentivo para eu prosseguir no inglês. 😉

    0

    0
  9. Marco Filippetti

    Coincidência…! Leiam o artigo que acabou de sair no UOL:

    http://economia.uol.com.br/ultnot/valor/2008/06/06/ult1913u89885.jhtm

    Abs

    Marco.

    0

    0
  10. Rodrigo Falcão

    Fantástico o vídeo!!!
    Realmente Marco, o profissional brasileiro tem tudo para deslanchar.

    Abçs!!

    0

    0
  11. Rodrigo Falcão

    Concordo em parte com o Pedroj.
    Nós acabamos tendo que saber mil e uma coisas para conseguir uma boa colocação no mercado. Mas acredito que isso está mudando, até por causa de experiências negativas, muitos empresários, claro, de grandes empresas, estão preferindo profissionais especialistas, ou seja, um cara que só mexe com AD, outro que lida ´so com Oracle ou MS-Sql, outro que só administrata exchange ou lotus notes, outro que trabalha só com Linux, e assim por diante.

    O que eu ainda espero é que a mentalidade deles mudem com relação a essa galera da geração Y, ou Net que está louca pra entrar no mercado!!

    Abçs!!

    0

    0
  12. Leonardo Degobi

    Esse vídeo é muito bacana..

    O brasileiro bem qualificado com inglês intermediário/avançado, tem tudo pra conseguir um bom emprego.

    Esse vídeo me animou pra continuar no curso de Inglês que por sinal, estou adorando.

    Parabéns pelo vídeo,
    Abraços

    0

    0
  13. Rodrigo Farias

    Leonardo,

    Creio que Intermediário não faz tanta diferença.

    Normalmente quando uma multinacional pede alguém com Inglês, tem que ser bem Avançado ou Fluente mesmo.

    0

    0
  14. Fabio Luiz Pagoti

    brasileiro é único sem dúvidas nenhuma.

    Quanto ao sotaque do inglês, posso dar mer parecer quanto ao inglês dos indianos. Ano passado trabalhei voluntariamente como tradutor da delegação canadense em um evento esportivo para deficientes visuais aqui em são paulo. Entre os atletas, havia um indiano naturalizado. Se é que vocês me entendem, o cara poderia ser ventriluco.

    A respeito da notícia publicada pelo Marco não acho que ele seja tão animadora, afinal comparemos o tamanho do Brasil com o da Espanha. Na divisão desse investimento a Espanha se beneficia muito mais. Claro que isso pode ser considerado um avanço.

    Fábio Pagoti

    0

    0
  15. muito legal marco!!!

    0

    0
  16. Show esse vídeo hein…

    O Brasileiro, como falaram é único, com certeza. E pode, acredito eu, com investimento, oportunidades e a criatividade do povo brasileiro, o Brasil pode deslanchar no mercado internacional. 🙂

    E novamente o inglês entra na jogada…tô vendo que nâo tem como escapar do ingles fluente…vamos a luta, correr atras de aperfeiçoamento para garantir um lugar em uma grande empresa 🙂

    []’s
    Érik

    0

    0

Deixe uma resposta