«

»

jul 18 2008

5 passos para eliminar o conteúdo desnecessário de seu currículum

Repassando, um artigo interessante sobre como dar uma “garibada” no seu CV 😉 !

Fonte: http://www.monsterbrasil.com.br/resumeArticle_3.aspx
por Kim Isaacs
Especialista de Currículuns de Monster

Em preparação para a procura de emprego, o candidato tira o pó do antigo currículum e acrescenta os detalhes do emprego mais recente, as novas habilidades e formação profissional. Mas sem editar nem eliminar nenhuma parte da velha informação, o currículum vira uma mistura de conquistas, condecorações e habilidades antiquadas.

Está na hora de tirar o conteúdo desnecessário de seu currículum. Atualize o documento com estes 5 passos:

Passo 1: elabore uma definição reduzida de seu objetivo profissional

Tom Kelly, presidente da empresa Executive Recruting Solutions, comenta que o maior problema de muitos candidatos é a falta de certeza do que querem fazer. Ele acrescenta que é um problema em particular para os candidatos que estendem-se para novas carreiras ou indústrias. Kelly comenta que “o currículum começa a perder o enfoque. Uma série de informação desnecessária entra nele para tentar atrair uma variedade de empregadores ou indústrias mais ampla.”

Kelly aconselha que o candidato limite o enfoque do currículum ou que faça mais de uma versão do documento se está procurando múltiplos tipos de emprego. Kelly comenta que “é melhor tirar o conteúdo desnecessário do curriculum, enfocando a procura de emprego em de uma a três indústrias. Fazer isso facilita consolidar o conteúdo para poder incluir somente a informação pertinente.”

Passo 2: consolide o resumo de introdução

Les Gore, sócio da empresa Executive Search International, aconselha aos candidatos incluirem um resumo de qualificações perto do cabeça do documento. Gore aconselha, “conte-me um pouco de sua história profissional. Não exceda-se na história, e não exceda-se na promoção de suas habilidades. Seja sucinto e descritivo quando descreve sua experiência e conhecimento coletivo.”

Harvey Band, sócio da empresa de recrutamento profissional Band & Gainey Associates, aconselha que o candidato não deve elaborar explicações da missão dele que soem altivas nem elaborar objetivos centrados em ele mesmo que falem da vontade de ter uma carreira com que sinta-se realizado e que ofereça a oportunidade de crescer profissionalmente. Band comenta que, “estaria desperdiçando o espaço no currículum se fizesse isso, e estaria desperdiçando o tempo dele e o meu também. Utilize o primeiro terço da página para comunicar sua experiência mais recente e suas conquistas mais impressionantes. Deve chamar a atenção do recrutador. Logo ele continuará lendo o currículum.”

Passo 3: edite a descrição da experiência profissional

A seção de experiência profissional de seu currículum deve oferecer uma visão geral da cronologia de sua carreira e alguns destaques das principais conquistas de sua experiência profissional mais recente. Para os profissionais num caminho profissional estabelecido, isso pode significar resumir a experiência que ganhou há mais de 10 a 15 anos numa seção de “início da carreira.”

“Prefiro ler resumes das prévias carreiras em vez de explicações longas e detalhadas,” comenta Kelly, quem aconselha aos candidatos incluirem descrições breves, de uma linha dos cargos anteriores. “Não precisa incluir todo os empregos que teve desde formar-se da faculdade no currículum.”

Gore concorda com Kelly. “Muitas vezes os candidatos incluem um excesso de informação sobre as responsabilidades nos empregos que tiveram e deixam de incluir suficiente informação sobre as conquistas nesses empregos,” comenta Gore, quem evalia centenas de currículuns cada mês. Mesmo que ele acha que adianta que os candidatos incluam um resumo breve da variedade de responsabilidades nos empregos, Gore aconselha que os candidatos resumam estes detalhes em poucas frases.

Na hora de escolher entre as conquistas, eliminando algumas delas devido aos limites espaciais no documento, pense nos números. “Evalie a informação que inclui no currículum bem,” comenta Band. Se não pode apoiar as asserções com números, porcentagens, ou quantificar a asserção de alguma outra maneira, elimine a informação do currículum.”

Gore e Kelly também gostam da técnica de incluir dados concretos para apoiar as asserções. Gore indica que as frases apoiadas por dados concretos valem mais para os empregadores que as conquistas mais gerais que não apóiam-se em dados concretos.

Passo 4: consolide sua história acadêmica

A seção da história escolar é mais uma seção em que pode ganhar espaço quando atualiza seu currículum. Embora que a informação detalhada sobre os estágios, cursos, condecorações acadêmicas e atividades extracurriculares pode ser importante para os profissionais recém formados da faculdade, os profissionais que contam com mais de quatro anos de experiência podem omitir ou brevemente resumir esta informação, comenta Kelly.

Passo 5: escolher suas habilidades

Muitos candidatos sabem da importância das palavras chaves nos currículuns, mas tome cuidado em não exceder-se.

Band comenta que se sua seção de habilidades parece ser uma lista de qualidades gerais escolhidas ao acaso, você vai precisar fazer muita editação nesta seção. “Os melhores currículuns se fazem à medida para alguma oportunidade de emprego específico,” comenta Band. “Se você estiver enfocando seu currículum para algum emprego específico, não precisa incluir toda série de competências e habilidades que pode achar que sejam importantes.”

Está na hora de eliminar a tecnologia antiquada também. “Precisa eliminar o Fortran, Cobol e os demais programas da informática antiquados,” comenta Kelly. Além de ganhar mais espaço no documento, vai evitar dar a impressão de ser do século antepassado.

Pense como um empregador

Durante todos os passos de eliminar o conteúdo desnecessário do currículum, Band aconselha que os candidatos respondam a três perguntas chaves que todo empregador quer que os currículuns dos candidatos respondam: O que é que o candidato pode fazer neste emprego? O que é que o candidato já fez? O candidato vai poder fazer o que já fez neste emprego?



Comente usando o Facebook!
0
0

10 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Marcos Pitanga

    Creio que cada curriculum vitae deve atender as expectativas da empresa contratante.

    Agora, algumas tecnologias dadas como “mortas” ainda são amplamente utilizadas em diversas empresas, tais como: Cobol e Fortran. E profissionais que atuam com estas tecnologias são tratados a peso de ouro.

    Abraços a todos…

    0

    0
  2. ferrugem

    Acredito que a filosofia gire em torno de tentar pensar como empregador. O que você te faria escolher entre um ou outro currículo ou profissional caso você fosse o contratante!

    Quanto a tecnologias antiquadas, como citado no texto, deve-se verificar a necessidade da vaga em questão. Dependendo da situação, pode ser realmente muito importante!

    Valeu por trazer mais esta info pra todos Marco!

    Abraços,
    Ferrugem!!!

    “Juntos somos ainda melhores!!!”

    0

    0
  3. Johnny Vernin

    Também concordo em “focar” o currículo para a vaga em questão.

    Ótimo post Marco, me fez reavaliar alguns pontos.

    Abraços.

    0

    0
  4. nandoismil

    Já vi que vou ter q fazer mudanças em meu CV, mais é uma boa dica focar específicamente em um cargo!

    0

    0
  5. enzoalmeida

    Otimas dicas, todas muito importantes e bem colocadas, mostrei ao gerente de minha empresa, gostou muito e o comentário foi: Pensar como o empregador, mas agir como pensou!

    Abs!

    0

    0
  6. Rodrigo Farias

    Só pra agradecer por esse post Marco, pq atualizei meu CV pra melhor. Tirei algumas besteiras e ficou mais compacto.

    0

    0
  7. Anderson Rodrigues

    Estou realmente começando a gostar do site da Monster.

    0

    0
  8. Makal

    Embora eu ainda não esteja no mercado de trabalho, costumo sempre ler artigos com relação á currículos, seja em como montar um, ou procurando por vagas e vendo o que cada empresa procura em um profissional.

    Realmente, pensar como um empregador te dará uma idéia exata do quê fazer. Muitos tem competência para os mais diversos cargos, mas é necessário um cuidado especial ao mostrar do que você é capaz em uma folha de papel, para se focar apenas no necessário…

    0

    0
  9. upfarenhait

    Estava pensando como elaborar meu currículo e esse artigo veio em boa hora.

    Valeu a dica.

    Abs.,

    0

    0
  10. upfarenhait

    Mesmo que já tenham se passados 2 anos vejo como essencias essas informações para elaborar/alterar o currículo.

    Gosto de surfar no blog pois encontro informações valiosas tanto para o CCNA, dicas e sugestões.

    Abs.,

    0

    0

Deixe uma resposta