«

»

nov 30 2008

[CCNA] Desafio 1 da Semana 1 – Dezembro de 2008

Caros amigos, para iniciarmos bem o mês de Dezembro proponho um pequeno e saudável desafio semanal 😉 !

Quero ver uma participação maciça dos leitores! Esta é uma questão de nível CCNA, ou seja, se você está estudando o assunto, ou já estudou, procure participar deste desafio. Como sempre, procure não apenas indicar a alternativa, mas explicar rapidamente seu raciocínio para chegar até ela… desta forma, vocês fixam o tópico e os outros aprendem com seus comentários 😀 !

Segue:

Considere o cenário apresentado abaixo.

desafiosemana1122008.jpg

A) Qualquer pacote destinado à uma rede que não se encontre diretamente conectada ao router R1 será descartado

B) Qualquer pacote destinado à uma rede que não se encontre diretamente conectada ao router R2 será imediatamente descartado

C) Qualquer pacote destinado à uma rede que não se encontre diretamente conectada ao router R2 será imediatamente descartado devido à falta de um default gateway em R1

D) As redes diretamente conectadas ao router R2 não serão capazes de se comunicar com as subredes 172.16.100.0, 172.16.100.128 e 172.16.100.64

E) Qualquer pacote endereçado à uma rede que não se encontra presente na tabela do router R2 será encaminhado ao router R1, que por sua vez o enviará de volta ao router R2, causando um loop de roteamento.



Comente usando o Facebook!
0
0

24 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. gunner

    Acredito que seja a letra E, pois há uma rota default apontando para a interface serial 0/0, que por sua vez se encontra conectada ao R2.
    Nao tenho muita certeza pois não mostra a configuração do R2

    0

    0
  2. Fabio Silveira

    Alternativa E

    A rota default deveria estar apontando como interface de saída a S0/1, que está diretamente conectada ao ISP.
    Como a rota default está apontada para a S0/0, irá causar um loop de roteamento, pois assim que qualquer rede conectada ao R2 encaminhar um pacote que não esteja em sua tabela de roteamento o R2 irá encaminhar o pacote para o R1 que irá encaminhar de volta para o R2 e assim sucessivamente, causando um loop.

    A configuração correta no R1 seria.

    ip route 0.0.0.0 0.0.0.0 Serial 0/1

    ou

    ip route 0.0.0.0 0.0.0.0 200.0.0.2

    0

    0
  3. mazon

    Alternativa E: –> Qualquer pacote endereçado à uma rede que não se encontra presente na tabela do router R2 será encaminhado ao router R1, que por sua vez o enviará de volta ao router R2, causando um loop de roteamento.

    ========================================================

    Tenho a mesma opnião do nosso amigo Fabio Silveira, além do que ele citou, é valido que tenha rota apontando para a rede Externa uma vez quando nenhum endereço é resolvido dentro da Rede Interna o router R1 encaminhará essa solicitaçao consequentimente apontará para a Rede externa e com isso na exibiçao acima a rota esta apontando para direçao errada, fazendo isso, não ira gerar o looping.

    Um forte abraço a Todos !!!

    0

    0
  4. Cledir Justo

    A (incorreta)- Não será descartado, ele tem uma rota default, todos pacotes que ele não saber para onde mandar, vai sair pela S0/0.

    B (incorreta)- Também não será descartado, pois o R1 possui o comando default-information originate que por sua vez propaga sua rota default.

    C (incorreta)- o R1 possui um default gateway ¬¬

    D (incorreta)- Pq Não? xD

    E (correta) -> o gateway do R1 deveria ser o ISP, como foi apontado errado, entrara em loop de roteamento. o/

    0

    0
  5. Fernando Avelino

    Vou de E, pois o correto seria ip route 0.0.0.0 0.0.0.0 s0/1, se está na s0/0, o R1 irá devolver os pacotes.

    0

    0
  6. Thiago_Lima

    letra E, afinal a rota padrão do roteador 1 é a s0/0

    0

    0
  7. Zzz

    Vou de letra E.
    As outras respostas ignoram completamente as configurações de OSPF realizadas.

    A – Errada, a primeira linha de comando configura uma rota padrão para onde serão enviados os pacotes com destino que não estão na tabela de rotas.

    B – Errada, o comando default-information originate distribui o endereço de gateway do R1.

    C – Errada, a primeira linha de comando configura uma rota padrão para onde serão enviados os pacotes com destino que não estão na tabela de rotas.

    D – Errada, ignora o fato de ter OSPF configurado (mesmo sem mostrar a configuração, o desenho mostra R2 na area 0)

    E – Correta.

    Mas me deixou com uma duvida, esse pacote daria 15 saltos antes de ser descartado ?

    Flws

    0

    0
  8. Rodrigo Santos

    Como todo acima penso também ser a letra é, E, pois deveria estar configurado como ISP, e apontado os caminhos para o 0/1.

    0

    0
  9. Herbert

    Resposta E. O Cledir Justo já explicou tudo.

    0

    0
  10. Marcelo Puri

    Eu também vou de Alternativa E, o pessoal ja comentou a resposta……

    0

    0
  11. carloswagner7

    Letra E mesmo.

    O comando default-information originate informa aos participantes do OSPF (R2 no caso) que o R1 possui uma rota defaut para a rede, porém a rota defaut do R1 aponta para o link serial que interliga os roteadores R1 e R2, ou seja, se R2 recebe um pacote para uma rede desconhecida por ele, ele envia para R1 e R1 quando recebe um pacote para uma rede desconhecida por ele envia para R2, causando o loop.

    0

    0
  12. Bruno N. Paiuca

    Letra E.

    O comando default-information originate, anuncia para a area ospf que possui uma rota default, como a rota aponta para a interface errada causa um loop de camada 3.

    Abç

    Bruno N. Paiuca

    0

    0
  13. Francisco Alves

    Resposta letra ‘E’.
    A rota default esta configurada na interface errada, a rota default configurada na interface diretamente conectadas causara o loop já que o comando default-information originate esta configurado no router.

    0

    0
  14. leonardo_jupesc

    Respota: Letra E

    Devido a rota default aponta para uma rede que tem conhecimento e o certo ceria apontar para Serial 0/1.

    0

    0
  15. band2headboy

    Letra E, o gateway do router 1 é a serial 0, que leveria pro router 2, que não saberia o que fazer e mandaria de volta para o router 1, que também não saberia o que fazer e mandaria de volta para o 2, causando um loop.

    0

    0
  16. NewNeo

    A) Errada, os pacotes com destino a redes que o OSPF não aprendeu serão encaminhadas pela S0/0, pois possui uma rota default, então o pacote não será descartado, além disso na sua atualização da tabela de roteamento ele propaga para os seus vizinhos sobre o rota default por causa do comando default-information originate.

    B) Errada, graças ao comando default-information originate ele irá propagar para o vizinho a existência de uma rota default.

    C) Errada, o comando ip route 0.0.0.0 0.0.0.0 s0/0 mostra que pacotes com destino à redes que não estão diretamente conectadas podem sair pela S0/0.

    D) Errada, podem se comunicar através da S0/0

    E) Correto, irá acontecer exatamente como a resposta está dizendo, para evitar o loop configure a rota default para sair pela interface s0/1 e não pela S0/0 como está configurado.

    Acho que é isso.

    Abraço

    0

    0
  17. Tiago Frigério

    boa noite..

    acredito ser Alternativa E, pois a rota default esta apontando para s0/0 q esta conectada ao R2 e o comando “default-information originate” redistribui essa rota default q o R1 tem para toda rede OSPF…

    Abracos,
    Tiago

    0

    0
  18. Cledir Justo

    “”” ZZZ: Mas me deixou com uma duvida, esse pacote daria 15 saltos antes de ser descartado ? “”””

    Zzz não confunda com RIP 😀

    0

    0
  19. ulisses

    Resposta E, rota default saindo pela rede q esta diretamente conectada a R2

    0

    0
  20. Mollo

    A princípio achei que fosse a d,pois não vi as configurações do R2,mas vou de E mesmo,pois causará um loop

    0

    0
  21. David Alvarenga

    Vou de E sim…… a letra A esta incorreta, tem sim para onde ser enviado… e nao sera descartado….. as letras B, C e D nao teremos certeza de falar nada sobre, pois nao estamus vendo as configuracoes do R2……

    abs

    0

    0
  22. Leonardo Chaves

    Resposta: Letra E.

    Embora a D tenha me proporcionado dúvidas, a comunicação das redes diretamente conectadas em R2, entre as redes de R1, poderá acontecer no sentido dos pacotes originando das redes de R1 e destinados as redes de R2, já que caso contrário entrariamos em um loop.Logo a E é a correta.

    0

    0
  23. Cledir Justo

    Bem….rsrsrs como o marco disse que só vai fechar o desafio quando alguém botar a mão na massa, alguem tem que fazer o trabalho sujo hehehehe, e também eu fiz por curiosidade, vai saber se existe alguma pegadinha, pois olhando é uma coisa e na prática é outra vamos lá.

    Vou descartar a A, B, C, pois entendo que o pacote não vai ser descartado, e sim enviado ao gateway.

    D————-

    pinguei de uma máquina na rede 172.16.16.0 do R2 pelo PT.

    PC>ping 172.16.100.129

    Pinging 172.16.100.129 with 32 bytes of data:

    Reply from 172.16.100.129: bytes=32 time=63ms TTL=254
    Reply from 172.16.100.129: bytes=32 time=62ms TTL=254
    Reply from 172.16.100.129: bytes=32 time=47ms TTL=254
    Reply from 172.16.100.129: bytes=32 time=63ms TTL=254

    Ping statistics for 172.16.100.129:
    Packets: Sent = 4, Received = 4, Lost = 0 (0% loss),
    Approximate round trip times in milli-seconds:
    Minimum = 47ms, Maximum = 63ms, Average = 58ms

    PC>ping 172.16.100.65

    Pinging 172.16.100.65 with 32 bytes of data:

    Reply from 172.16.100.65: bytes=32 time=62ms TTL=254
    Reply from 172.16.100.65: bytes=32 time=62ms TTL=254
    Reply from 172.16.100.65: bytes=32 time=62ms TTL=254
    Reply from 172.16.100.65: bytes=32 time=62ms TTL=254

    Ping statistics for 172.16.100.65:
    Packets: Sent = 4, Received = 4, Lost = 0 (0% loss),
    Approximate round trip times in milli-seconds:
    Minimum = 62ms, Maximum = 62ms, Average = 62ms

    PC>

    PC>ping 172.16.100.1

    Pinging 172.16.100.1 with 32 bytes of data:

    Request timed out.
    Request timed out.
    Request timed out.
    Request timed out.

    Ping statistics for 172.16.100.1:
    Packets: Sent = 4, Received = 0, Lost = 4 (100% loss).

    Não pingo o ip da serial do R1, pois esta em loop de roteamento, como prova o log abaixo do mesmo PC.

    PC>tracert 172.16.100.1

    Tracing route to 172.16.100.1 over a maximum of 30 hops:

    1 15 ms 31 ms 32 ms 172.16.16.1
    2 * * * Request timed out.
    3 50 ms 63 ms 63 ms 172.16.16.1
    4 * * * Request timed out.
    5 94 ms 94 ms 78 ms 172.16.16.1
    6 * * * Request timed out.
    7 125 ms 125 ms 125 ms 172.16.16.1
    8 *
    Control-C
    ^C
    PC>
    e eu pingo o ip 172.16.100.2 que é o IP da Serial do R2 onde a maquina esta diretamente conectada.

    PC>ping 172.16.100.2

    Pinging 172.16.100.2 with 32 bytes of data:

    Reply from 172.16.100.2: bytes=32 time=31ms TTL=255
    Reply from 172.16.100.2: bytes=32 time=32ms TTL=255
    Reply from 172.16.100.2: bytes=32 time=31ms TTL=255
    Reply from 172.16.100.2: bytes=32 time=31ms TTL=255

    Ping statistics for 172.16.100.2:
    Packets: Sent = 4, Received = 4, Lost = 0 (0% loss),
    Approximate round trip times in milli-seconds:
    Minimum = 31ms, Maximum = 32ms, Average = 31ms

    PC>

    Logo, se eu pingo o 172.16.100.2, a afirmativa D esta incorreta, pois quando ela diz “Não são capazes de pingar as redes 172.16.100.0/30, isso inclui o ip 172.16.100.2 😛 e as outras 2 redes eu pingo normalmente.

    e Provando que a E esta correta:

    Ping para uma rede que não existe na tabela de roteamento:

    PC>tracert 200.100.50.1

    Tracing route to 200.100.50.1 over a maximum of 30 hops:

    1 31 ms 31 ms 31 ms 172.16.16.1
    2 * * * Request timed out.
    3 62 ms 62 ms 62 ms 172.16.16.1
    4 * * * Request timed out.
    5 78 ms 94 ms 79 ms 172.16.16.1
    6 * * * Request timed out.
    7 109 ms 110 ms 125 ms 172.16.16.1
    8 * * * Request timed out.
    9 156 ms 140 ms 156 ms 172.16.16.1
    10 *
    Control-C
    ^C
    PC>

    😛

    0

    0
  24. Marco Filippetti

    Esse Cledir… mata a cobra e mostra o pau 🙂 ! É isso aí! Era o que eu queria ver… alguém implementando o cenário e comprovando a alternativa correta. Parabéns Cledir, pelo empenho!!

    Alternativa correta, portanto, é mesmo a “E”! Dúvidas, leiam o teste acima, do Cledir 😉

    Abs!

    Marco.

    0

    0

Deixe uma resposta