«

»

mar 15 2009

[CCNA] Desafio 1 da Semana 3 – Março de 2009

Fazem umas duas semanas que recebi um e-mail solicitando um desafio semanal que tivesse ARP como foco. Procurei e encontrei um que achei interessante! Não é difícil, mas exige atenção. Lembrando que este assunto é escopo do exame CCNA, e faz parte dos conhecimentos básicos à serem adquiridos por aqueles que almejam trabalhar com redes. Arregacem as mangas e bom trabalho!!!

Questão: Após o host A pingar o host B, qual será a entrada que constará na tabela ARP do host A para suportar esta transmissão?

desafio_15-03.gif



Comente usando o Facebook!
0
0

101 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Fera

    Vou de letra B, endereço de IP do destino e endereço MAC da f0/0 do router 1, pois endereços MAC não são propagados via router.

    0

    0
  2. rfigueiredo

    Resposta letra B.

    abrçs

    0

    0
  3. shadow9005

    B, já que o router não encaminha broadcast, ele (router 1)vai encaminhar o seu próprio endereço MAC. Se não me falha a memória, isto é chamado de ProxyArp.

    Aproveitando o momento as solicitações ARP e RARP trabalham em qual camada?

    0

    0
  4. Herbert

    Vou de letra B.

    O host A precisa saber o endereço MAC do equipamento-destino para enviar a mensagem, então realiza um broadcast na camada 2(ffff.ffff.ffff). O switch repassa o broadcast para todas as suas portas. menos a de chegada do pacote. O router recebe o pacote e envia devolta o seu endereço MAC para o host A, esperando a mensagem que ele deve repassar para o equipamento-destino.

    shadow9005, acredito que as solicitações ARP e RARP ocorrem na camada 3, assim como o IP e o ICMP ( Estou tentando fazer de cabeça, não confirmo nada ).

    0

    0
  5. Fabio Silveira

    Vou na D.
    O MAC será associado ao seu respectivo endereço IP Local(Mesma Rede)

    0

    0
  6. mjundiai

    Também vou na letra B, já que ao longo do caminho o endereço IP de destino não é alterado e a resposta do Router 1 para o host A, será o seu endereço MAC.

    0

    0
  7. ubaid

    Resposta correta é a letra D.

    ARP é utilizado na camada 2, portanto a tabela ARP só mostra equipamentos que estiverem na mesma rede do equipamento. Como o pacote é encaminhado para o roteador 192.168.6.1, o host A só precisa conhecer o MAC address desse roteador para encaminhar o pacote na camada 2. Daí para a frente os outros roteadores se preocupam com o resto.

    0

    0
  8. diogoiori

    Acho que é a letra D pois a tabela Mac é preenchida com os endereços do gateway local.

    0

    0
  9. Zzz

    Vou de letra B, MAC do gateway e IP do host de destino.

    0

    0
  10. Bruno Leonardo Leal

    Letra D.

    O host A faz um AND lógico e verifica que o host B não encontra-se em sua subrede. Sendo assim, o host A faz um Broadcast ARP, para descobrir o endereço MAC do seu Default Gateway (192.168.6.1). O default GW responde a esse Broadcast ARP, com seu endereço MAC. Agora, que o host A possui o endereço MAC do seu default GW, ele encaminha o pacote ICMP para seu default GW, com destino ao host B.

    Sendo assim, a tabela ARP do host A fica conforme a letra D.

    0

    0
  11. daft_pt

    Eu digo B, pois o pacote que chegara ao Host A terá o MAC de seu router,defaut-gateway, e o ip de onde veio o echo reply (Host B).

    0

    0
  12. Fernando Avelino

    Letra D.

    O Frame é “desencapsulado” cada vez que passa por um router e encapsulado novamente, assumindo o seu endereço MAC, ao realizar o arp broadcast o que fica registrado em sua tabela o endereço do default gateway, pois quem fará o arp para localizar o host B é o router de sua rede.

    É muito fácil descobrir:
    de um “arp -d” no DOS para limpar a tabela arp,
    depois pingue o site do uol por exemplo,
    após isso, de um “arp -a” para exibir a tabela arp do seu computador, e você verá que o que aparecerá é o ip do seu default gateway ou da sua rede ou provedor (no meu caso caso que uso virtua, que usa um cable modem bridge).

    Parabéns pelo desafio, assunto muito bom!

    abs,
    Fernando

    0

    0
  13. Carlos Almeida

    Letra D

    O host A, nesse caso, trocará os endereços IP e o endereços MAC com o gateway padrão, para que assim os datagramas possam seguir pelo roteador.

    O ARP é um protocolo, segundo Paul Lasalle em seu livro: TCP/IP – A Bíblia, localizado no limite entre camada de enlace e a camada de rede.

    Abraço!

    0

    0
  14. Cleiton Lacerda

    Letra B

    Vale lembrar que o mac só é usado dentro do mesmo seguimento de rede. Para comunicações através de um roteador, como na Internet, você apenas pode conseguir o mac do seu roteador, pois é ele quem na verdade sai para a Internet. É isso?

    0

    0
  15. Moisés

    letra D pois sempre que a host A precisar se comunicar com o host B ele vai consultar a tabela ARP e na tabela ARP vai constar o IP + endereço ARP do Roteador 1 no caso que está fazendo a rota para o host B

    0

    0
  16. Bruno

    Letra B

    Pois roteadores são de camada 3, com isso a tabela Arp no host A vai ter o IP de destino 192.168.4.7 com o MAC do proximo destino, router não propagam MAC.

    0

    0
  17. hbrown

    Como o objetivo é saber a entrada na tabela arp para essa comunicação ter êxito, então a resposta certa é a letra D. Vale lembrar que analisando o pacote saindo do host A, no frame Ethernet, temos o MAC origem o do HostA e o MAC destino o do roteador, já no pacote IP, o endereço IP de origem é do HostA e o IP de destino, o do Host B, e sendo assim, se o objetivo fosse a análise desse pacote, a resposta seria a letra B

    0

    0
  18. thiagoozaki

    Resposta: D

    Boa noite galera!
    Está é minha primeira resposta aqui neste ótimo blog…(espero que acerte, mas o que vale é tentar não é mesmo?=D)
    Acredito que a resposta certa é a D, o Host irá pegar o MAC Address da porta do primeiro router(Gateway) no caso a Fa0/0 do router1 que é o caminho para o host B.

    Marco agradeço pela grande contribuição, seu livro está me ajudando muito, espero em breve lhe postar dicas de um aprovado!

    Abraços!

    0

    0
  19. Fernando Avelino

    Outro dia até surgiu uma discussão no forum, se o ARP era protocolo da camada de rede ou de Enlace, muito bom o assunto, no IPV6 não existe mai o arp, que foi substituído pelo NDP.

    0

    0
  20. Cledir Justo

    Alternativa B.

    0

    0
  21. Lchiocchetti

    Resposta D.

    ARP é uma solicitaçÃo de endereço físico atrelado a um endereço lógico já conhecido e como MAC tem importancia local e Host A e Host B estão em redes distintas, ele direciona o pedido p/ o Default Gateway que no caso é o Router 1, interface F0/0 – IP: 192.168.6.1/24 – MAC: 000f.2480.8916

    0

    0
  22. elyzao

    Resposta B.
    O endereço de IP de Destino não sofre alteração. Toda vida que o pacote ICMP chega a um roteador ele desemcapsulado passando pela camada 1 e 2, quando chega na 2, ele retira o endereço MAC e coloca o proximo endereço MAC. Portando a tabela ARP do host A, vai passar a ter o endereço MAC do primeiro router encontrado no caminho. Endereço IP de destino não muda.

    0

    0
  23. Cleiton Lacerda

    Resposta próxima D.

    Um ponto muito importante é de que ao se pingar (enviar ICMP) do Host A ao Host B, o Host A usa o endereço de hardware dele e do default gateway porque frames não são repassados para redes remotas e pacotes para redes remotas devem seguir pelo default gateway.

    0

    0
  24. Fabricio Neves

    Letra D

    A cada salto, o frame é descartado e em substituição entra o frame do dispositivo da vez, nesse caso o primeiro roteador Router1

    0

    0
  25. Zzz

    É, errei…. Eu postei que seria a resposta B, mas analisando bem a questão (e as respostas!!! primeiro eu respondo, depois que eu vejo o que a galera postou…) Coitada da tabela ARP se ela for armazenar todos os IPs que não estão na sua rede com o MAC do default-gateway….
    Eu havia respondido a B, pois o pacote sai do Host A com o MAC do gatewaye o IP de destino, mas a maquina não armazena isso na tabela, só entra na tabela ARP endereços MAC referentes a endereços IPs que estão na sua mesma subrede, caso o IP de destino não esteja na sua subrede, ele envia para o gateway através do endereço de MAC do gateway, o host usa o IP do gateway apenas para descobrir o seu MAC (ou para se comunicar diretamente com ele), o pacote sai com o IP do Host B.
    Portanto, resposta D.

    Parabéns pela questão, realmente muito interessante e nos leva a pensar em algo que usamos toda hora.
    Um abraço

    0

    0
  26. Edson

    Bem, acredito que seja letra B, pois ele ira associar o IP de destino com o MAC do gateway.
    A meu ver a letra D não é a correta, pois o Host A não pode armazenar o IP da F0/0 (192.168.6.1), pois não faria sentido encaminhar o pacote ao router sem destino, pois se este fosse o destino para que o router iria enviar a outra rede se ele é o destino. Então acredito que seja letra B.

    IP do host B associado ao MAC da f0/0 do router 1.

    Mas realmente é uma coisa que vemos o tempo todo e levantou muitas duvidas aqui. Parabéns pelo desafio.
    E vamos ver o que dá. Pelo jeito é bom passar isso a limpo, para na hora do exame não ficar em dúvida. hehe
    Valeu!

    0

    0
  27. Alexandre Schulze

    Como a maioria, vou de letra B!!

    0

    0
  28. Alexandre Avelar

    EDSONESF,

    Acho que você confundiu tabela arp com tabela de roteamento. O exemplo do site da UOL foi interessante.
    Acho que a resposta correta é a letra D.

    Abraços!

    0

    0
  29. amarantes2001

    D

    ARP só na sua subrede, se não for, é enviado via DG
    Mas também errei de primeira, tinha respondido B, não tem sentido a tabela ARP guardar todos os ips de outras subredes com MAC do gateway.

    0

    0
  30. NewNeo

    Bom dia pessoal, vou de letra D!!

    0

    0
  31. Fernando Guerreiro

    quando eu bati o olho no exercício a primeira que me veio na cabeça foi a B.
    Mas depois de olhar bem, fico com a alternativa D junto com o resto do pessoal! A entrada irá conter o endereço IP do gateway do host e o endereço MAC da interface mais próxima do host, ou seja, alternativa D

    0

    0
  32. Cleudson

    Bom, depois de alguns testes, acredito que a resposta seja a letra D.

    0

    0
  33. Hamilton Rocha

    Letra ” D ”

    na tabela ARP do host, fica armazenado o MAC e end. IP do gateway . No cabeçalho do pacote, está o endereço IP destino, que ao ser desencapsulado e visto que não é para o próprio router ele encapsula novamente para o próximo salto, router ” B ” com os endereços Ip e mac do router ” B “

    0

    0
  34. rduty

    Letra “D”
    No PC ficará registrado o MAC e o IP do roteador 1, e este ficará encarregado de mandar o pacote para o próximo salto.

    0

    0
  35. alcantara_jp

    Letra “B”.

    O endereço IP – tem “significado global” – não muda durante percurso, porém o MAC – tem “significado local” – vai sendo alterado a cada ponto que passa.

    0

    0
  36. Felipe

    Alternativa B, essa caiu na minha prova !

    0

    0
  37. Jose Alexandre

    Galera, não pode ser a letra B, pq a tabela ARP, mapeia o endereço IP e o seu mac, e o mac que o host precisa para montar o cabeçalho ethernet é o mac do seu router que tem o IP 192.168.6.1, logo na tabela arp do host vai ter o ip do seu gateway 192.168.6.1 e o mac do gateway 000f.2480.8916, não existe a possibilidade de haver na tabela arp um ip de outra rede no caso o host B mapeado com o mac do router que esta em outra rede. Arp envia mensagens de broadcast e router´s não propagam broadcast.

    Abraços

    0

    0
  38. Jose Alexandre

    A questão pergunta qual será a entrada na tabela arp e não o que consta no frame ethernet.

    Abraços

    0

    0
  39. alcantara_jp

    Corrigindo…
    Depois de testar, fico com a letra “D”.

    0

    0
  40. alamon71

    Vou de alternativa B.

    Nesse caso como o host B esta em uma rede remota e não na mesma rede do host A, o MAC address será o do router R1 pois é o unico meio de saida da LAN do host A, MAC address não é propagado de uma rede para outra pois é camada 2 sua importância é local, para isso existe o ip camada 3. Portanto deve ficar o MAC address do router que permite a saida da LAN do host A para outras redes e o IP do host B na tabela arp do host A.

    0

    0
  41. alcantara_jp

    .

    0

    0
  42. schwar

    Bom pessoal, vou de letra D.

    0

    0
  43. elyzao

    Responde logo ai Filippetti não aguento mais essa duvida. Pra mim é B.

    0

    0
  44. Fera

    O José Alexandre tocou num ponto importante, a pergunta é o que consta na tabela arp e não no frame ethernet. Fiz alguns testes aqui e vou voltar atrás, acho que eh D mesmo.

    0

    0
  45. marciomoura

    Letra D. Achei a mais correta encaminhando o pacote pelo Router 1.

    0

    0
  46. genildof

    Letra B. Router1 através de sua interface Fa0/0 atuará como Proxy ARP.

    0

    0
  47. Alexandre Canalle

    Boa Tarde Pessoal!!!

    Parece, inicialmente, ser uma questão simples. Mas a mesma nos cobra uma certa cautela na análise do assunto. Fiquei em dúvida entre a B e a D. Fiz o teste do “arp -d”, ping no site do uol, e depois o comando “arp -a” sugerido pelo Fernando Avelino, que sanou minhas dúvidas e me fez optar pela alternativa D. Gostei muito desta questão e aguardo novas questões aparentemente simples mas que, em um teste, possam fazer a diferença.

    Alternativa “D”

    0

    0
  48. Tiago Pereira

    Montei o cenário no Packet Tracer e apontou o IP do gateway e o seu respectivo MAC address. Portanto é a letra D.

    0

    0
  49. Jose Alexandre

    show, é D na cabeça!!

    0

    0
  50. Daniel

    Ótima questão……gerando muitas dúvidas…..vou de letra D. O host A não previsa conhecer o mac-add do host B e quem irá ter a tabela de rotas para alcançar o host B é o router1.

    0

    0
  51. band2headboy

    Letra D.

    O Host A precisa saber para quem enviar o pacote, e o destino do pacote para o host A é o gateway que seria o router 1. Isso porque o host A está em outra rede, diferente do host B, logo os pacotes que o host a não souber para quem enviar deverá ser enviado ao router 1, que deve fazer o mesmo caso o destino não esteja em alguma rede ligada a ele.

    0

    0
  52. alexbarchini

    Letra B!

    0

    0
  53. roboxtz

    Observem que a pergunta é sobre o que constará na tabela ARP(ARP CACHE),quando um pacote vai ser transmitido para uma outra rede o router que está interligado diretamente irá tratar de enviar o pacote,então na tabela ARP deverá conter o endereço MAC do router e o endereço IP dele,mas no frame encapsulado teríamos o endereço IP da máquina de destino e não do intermediário que no caso é o router.Portanto resposta LETRA D.

    0

    0
  54. marcelopr

    Letra B

    hostA quer enviar o ping ao hostB
    hostA enviar arp request na rede local
    Router1 recebe o arp request e responde que o ip 192.168.4.7 possui o mac 000f.2480.8916

    com o wireshark isso é facilmente visualizado

    Para quem insiste na letra D

    Proxy-arp é a chave
    http://under-linux.org/b546-proxy-arp-o-que-e-e-como-funciona

    0

    0
  55. fblessed

    B na cabeça !!!

    0

    0
  56. Jose Alexandre

    Pode ser a B, mas na pratica é a letra D ou então os routers e os hosts estão funcionando com o arp erroneamente.

    Eu fico com a D.

    Abraços

    0

    0
  57. lyon

    Resposta letra D.

    0

    0
  58. fblessed

    Pessoal ele quer a tabela arp e não a tabela de roteamento

    0

    0
  59. ubaid

    Pessoal, a correta é a letra D.

    Proxy ARP só poderia ser utilizado caso o HOST A não tivesse um default gateway definido. Como não é o caso, o proxy arp estando habilitado ou não no equipamento não faz diferença. Nesse caso o broadcast será para descobrir o MAC do roteador, já que o HOST A sabe para quem encaminhar um pacote que não faz parte da sua rede.

    0

    0
  60. Jose Alexandre

    Valeu pela explicação de proxy arp Ubaid.

    É letra D na cabeça.

    0

    0
  61. fblessed

    É, mudo minha resposta para letra D !!!

    0

    0
  62. ubaid

    Corrigindo, o proxy arp só funcionaria se o host A achasse que o host B está em sua rede, como ele sabe que não está, o Host A encaminha a solicitação para o default gateway.

    letra D

    0

    0
  63. Arthur Moreth

    De Cara … sem pensar … é B … com certeza …

    ai eu vi que eu estava errado … rsrsrs

    Lembrei que routers não encaminham Broadcast … então é D … certo ?

    0

    0
  64. teo_271

    Galera!!!!!! letra D, o mac não passa de uma rede pra outra!!!

    0

    0
  65. cassiomarcel

    Eu v de B

    0

    0
  66. ivansacheto

    Letra B!!!!

    a solicitação ARP ira manter o mesmos endereços IP, e porém os cabeçalhos MAC serão alterados enquanto percorrem a topologia, isso faz com que o a solicitaçao arp aponte para um endereço MAC conhecido pelo Switch, que será o do Router1.

    0

    0
  67. Emerson

    Opas.
    Letra D, o Mac da Fa0/0 do Router1, que é o Gateway do Host A que vai constar na sua tabela. Camada 2 galera.

    0

    0
  68. Adalberto Nuno

    Escolheria a letra D. O endereço físico ou endereço Mac trabalha na camada 2, então a solução estaria na primeira rede ou na rede em que o computador encontra-se instalado. Para confirma o que estava pensando digitei o seguinte comando no CMD do Windows.
    Arp –a. Tinha uma entrada padrão para o meu gateway. Esse desafio foi difícil. Parabéns

    0

    0
  69. Tiago Frigério

    Letra D – na tabela arp constara o endereco IP e MAC do seu gateway.

    0

    0
  70. asenci

    Assumindo que a rota do HostA para a rede do HostB seja o Router1, Resposta “D”.

    A tabela ARP armazena apenas endereços IP da rede à qual o Host está conectado.
    Apesar de o pacote ser enviado com o endereço IP do HostB e o Mac Address do Router1, a entrada armazenada na tabela ARP é o IP do Router1 com o Mac Address do Router1.

    O algoritimo funciona mais ou menos da seguinte forma:

    1. Quero falar com o HostB, tenho conexão direta à rede do HostB? Não;
    2. Qual é meu gateway para a rede do HostB? Router1 (192.168.6.1);
    3. Qual é o Mac Address do Router1? Não sei;
    4. Executar consulta ARP (Who has 192.168.6.1?);
    5. Router1 responde com seu Mac Address (192.168.6.1 is at 000f.2480.8916);
    6. Envio um datagrama via layer2 (ethernet) para o Mac Address do Router1, com o IP de destino do HostB (192.168.4.7);
    7. O Router1 irá receber o datagrama endereçado ao seu Mac Address e, ao processa-lo na camada IP, irá descobrir que o pacote se destina ao HostB e irá encaminha-lo.

    Notem que a única consulta ARP executada foi: Quem tem o endereço 192.168.6.1?

    Imaginem agora se a tabela ARP armazenasse uma entrada para cada endereço IP que o Host quer se comunicar, associado ao Mac address do seu gateway. Um host executando um cliente de Bittorrent iria precisar de uns 16MB de memória só para a table ARP. 😛

    0

    0
  71. diogocampregher

    Letra D

    O endereço MAC de destino e origem é alterado a cada salto. Sendo ssim a entrada para o host A é o MAC da F0/0 do router 1.
    Abraços

    0

    0
  72. Israel Carlos

    Letra B

    0

    0
  73. jose_ataide

    Se analisarmos o processo de desencapsulamento onde o MAC de destino é alterado a cada salto e resposta correta eh a letra D.

    0

    0
  74. santospimentel

    Claro q é a letra B.

    O host A entregara o pacote para ROUTER1 que é seu gatway, logo o host A caheia o MAC do ROTER1 (que é o enlace, Layer2), o ROUTER1 gava que para chegar no hostB sai pelo MAC do ROUTER2, e enfim o ROUTER2 armazena o MAC e o IP do HOST2.

    Abraço.

    Adriano Pimentel

    0

    0
  75. Bruno Freixo

    E ai pessoal, esse e meu primeiro post, espero não falar bobagem… hehehehe

    Na minha humilde opnião, ARP mapea um endereço IP de um endereço de uma máquina física (MAC) em rede LOCAL. Então, HostA vai mandar Broadcast na rede configurada na interface Lan do seu Default Gateway – no caso F0/0 do Router 1.

    Portanto resposta “D”.

    []´s

    0

    0
  76. vstrabello

    Letra D.

    Conforme o processo de encapsulamento/desencapsulamento, as informações de endereço MAC de origem/destino são alteradas a cada segmento que o pacote passa, enquanto as informações de camada 3 (do pacote) continuam as mesmas. Isso tem a ver com comutação de pacotes, que é um assunto coberto no CCNA.

    Espero ter acertado também e abraços!

    Vitor

    0

    0
  77. Leandro

    Letra B

    O hosta A amazenará em sua tabela o MAC do último host que ele conseguiu se comunicar no caso a interface f0/0 do Router 1, após o pacote atravessar essa interface o mesmo será roteado e quando retornar será entrega ao host A pela interface f0/0, então o mesmo entenderá que para se obter resposta ao ip do host B será através do MAC da interface f0/0 do Router 1

    0

    0
  78. Jose Alexandre

    Acho que o Marco vai esperar chegar ao comment 100, pra responder!! hehe

    0

    0
  79. JC Nunes

    É minha primeira resposta no blog!!!

    Resposta: D

    Como dito anteriormente o cache ARP armazenará o MAC e o IP do roteador tendo em vista que sem o mesmo (que é o Gateway Padrão) ele não alcançaria o seu destino…

    Este fez pensar!!!
    Um Abraço A todos

    0

    0
  80. Diogo Mendes

    Pensei q essa questão não causaria polemica, mas pelo visto deu pano pra manga! =P

    Bom, a resposta seria letra D. Quem puder, acesse o gateway de sua rede e veja se existem entradas arp para outras redes remotas. O arp opera associando endereços de camada 2 e 3 dentro de um segmento. O host A verifica que host B está em uma rede diferente e procura em sua tabela de rotas. Caso nunca tenha se comunicado com o proximo salto, enviara um broadcast arp para descobrir o endereço mac do router e atualizará sua tabela arp. A comunicação com o host B é camada 3 e não 2, portanto host A não necessita conhecer seu endereço l2.

    Abraços.

    0

    0
  81. raffa_09

    Galera resolvi por a mão na massa e implementei este cenário no Packet Tracer. Fiz todas configurações como indicadas inclusive os endereços MAC. Portanto com o cenário pronto e a tabela arp do HostA vazia efetuei o seguinte comando no HostA:

    PC>ping 192.168.4.7

    Pinging 192.168.4.7 with 32 bytes of data:

    Reply from 192.168.4.7: bytes=32 time=189ms TTL=126
    Reply from 192.168.4.7: bytes=32 time=109ms TTL=126
    Reply from 192.168.4.7: bytes=32 time=218ms TTL=126
    Reply from 192.168.4.7: bytes=32 time=110ms TTL=126

    Ping statistics for 192.168.4.7:
    Packets: Sent = 4, Received = 4, Lost = 0 (0% loss),
    Approximate round trip times in milli-seconds:
    Minimum = 109ms, Maximum = 218ms, Average = 156ms

    PC>arp -a
    Internet Address Physical Address Type
    192.168.6.1 000f.2480.8916 dynamic

    Portanto está sacramentado. A resposta correta é a D. O endereço IP e o MAC address que aparecem são da interface fa 0/0 do meu default-gateway, no caso o Router1, nada mais justo pois foi quem respondeu a solicitação arp quanto meu host tentou pingar um endereço IP fora da minha rede e percebeu que não possuia em sua tabela arp nenhum endereço MAC para rede destino. O meu host então efetuou uma solicitação via Broadcast indagando a todos no segmento sobre a rede destino. O meu default-gateway então conhecendo o caminho para a referida rede respondeu a solicitação com seu MAC address para que o pacote fosse enviado a ele para que posteriormente ele pudesse encaminhar o pacote a rede destino.

    Ufah acho que é isso.

    0

    0
  82. claudiolcb

    Pessoal…

    A tabela ARP de um host apenas contém endereços de dispositivos que se encontram na mesma rede do host…

    A alternativa é D.

    0

    0
  83. Edson

    Galera, que questão BOA! mto MASSA!
    Obrigado a todos pela discussão saida e ao pessoal por ter esclarecido as duvias principalmente ao roboxtz, ubaid que indicaram qeu estava errado e ao asenci que matou a pau na explicação!

    Agora e tabela ARP é uma coisa roteamento é outra.

    Letra D na cabeça. rs

    valeu!

    0

    0
  84. cfeitosa

    Como nosso amigo Rafa efetuou o teste pelo PT está claramente explicado que é sim a opção D

    0

    0
  85. emilioma

    Letra D sem dúvida, no Netacad tem um exercicio parecido com esse e a resposta esta relacionada com a letra D. A resposta mais conclusiva na minha opnião é a do acensi.

    Abraço e parabéns pela participação de todos.

    Emilio Arimatéa.

    0

    0
  86. Fernando Nogueira

    Opa, que bela discussão gerou esse desafio! Vamos lá:

    Após tantos comments também vou de letra D. Pois o Arp só procura saber quem é o gateway, já que o Host B não se encontra na mesma rede.

    Abraços, e espero ter acertado tmbém!!!

    0

    0
  87. Lchiocchetti

    Continuo com a resposta D e me permito um comentário para um melhor entendimento da questão.

    A grande sacada é a seguinte.

    – A tabela ARP do host armazena as entradas LOCAIS relacionando IP e MAC, nesse caso o hostB está em uma rede diferente de hostA logo hostA tem que mandar o ping paro o Default Gateway o qual ele que ele já tem uma entrada na tabela ARP.

    – A confusão começa quando analizamos o PDU frame no qual o MAC de origem e destino é alterado a cada passagem por um router (hop).

    ***Uma coisa é analisar a tabela ARP do host e outra coisa é analisar o frame enviado pelo host, são coisas diferentes mas que acabam confundindo muita gente.***

    Abraço.

    0

    0
  88. marcelopr

    Pessoal, eu mudo minha resposta para letra C

    É pré requisito que o host A tenha em sua tabela ARP on endereço de seu gateway local e respectivo mac address para então encaminhar os pacotes com destino a uma rede diferente de sua rede local, errei por falta de atençao…rs

    Requisitos

    ip local hostA – 192.168.6.27 mac local 0010.5a0c.fd86
    ip gateway hostA – 192.168.6.1 mac local 000f.2480.8916

    Esses são os requisitos minimos para hostA pingar o hostB

    Depois disso então o hostA envia pacotes para o hostB

    icmp de saida
    mac source hostA / ip source hostA – mac dest router1 / ip dest hostB

    icmp de retorno
    mac source router1 / ip source hostB – mac dest hostA / ip dest hostA

    0

    0
  89. Bruno N. Paiuca

    Alternativa D

    O arp e um protocolo que possui funcionamento baseado em Broadcast, como todos sabemos os Roteadores por default não propagam broadcast, portanto não faz sentido nenhum o “Host A” possuir em sua tabela ARP o IP e muito menos o MAC Address do “Host B”.

    1 – OPERAÇÃO AND com IP de destino (HOST B) e sua propria NETMASK.
    2 – “HOST A” descobre que o destino do pacote não esta no mesmo segmento de rede.
    3 – Imediatamente o “Host A” verifica se possui em sua tabela ARP o MAC Address de seu Default Gateway.
    4 – Se não existir nenhuma entrada na tabela ARP para seu Default Gateway será efetuado o processo de ARP em busca do Mac do Gateway, que será armazenado na tabela ARP em conjunto com o End. IP.
    5 – O ping é disparado contra o IP de destino (HOST B, 192.168.4.7) e o endereço MAC de destino será o MAC Address do seu Default Gateway (000f.2480.8916)

    Portanto a entrada na tabela ARP será o IP address e Mac Address do Default Gateway (192.168.6.1 e 000f.2480.8916).

    E o ping será disparado contra o IP de “Host B” (192.168.4.7) e MAC Address do Default Gateway (000f.2480.8916).

    aBÇ

    Bruno Paiuca

    0

    0
  90. hermes_sp

    É pessoal, muito boa essa questão!!!

    Eu estava seguindo aqui os posts e estava fielmente votando na alternativa B, mas após simular a situação no packet tracer pude verificar que a alternativa D é a correta.

    Valeu.

    0

    0
  91. clediafe

    Pessoal eu fico com a resposta D. Pois o arp trabalha na camada 2 e conforme os testes realizados respota D.

    0

    0
  92. wisemen

    letra D com certeza.

    0

    0
  93. ferrugem

    É, como nosso amigo Diogo Mendes disse, essa questão deu pano pra manga!!! É muito legal como o pessoal está participando, independentemetne se acerta ou não. O importante é que de uma questão como esta, todos possam extrair o conhecimento! 😀

    Pessoal é o seguinte, temos que analisar o que a questão pede e, neste caso, o solicitado é qual informação vai constar na tabela ARP do host A após ele ter executado um ping para o host B.

    Pois bem, vamos do começo.

    Primeiramente o host A vai tentar dar um ping no host B, porém, através de uma consulta rápida em sua tabela de roteamente, perceberá que o host B não se encontra na mesma rede local. Assim, o host A vai enviar um pacote ARP query em broadcast com endereço IP do roteador 1 (seu default gateway no caso).

    O roteador 1 vai receber esse ARP query e vai enviar o seu endereço MAC, em um pacote unicast, para o endereço MAC do host A.

    O host A vai receber este pacote do R1 e vai atualizar sua tabela ARP criando uma entrada com o endereço IP do roteador 1 ( no caso, 192.168.6.1 /24 ) e o seu respectivo MAC ( no caso, 000f.2480.8916 ).

    Agora o host A, vai enviar um quadro, cujo endereço MAC de destino é o MAC do roteador 1 (Router 1). Neste quadro, o host A vai encapsular o pacote destinado ao host B (o IP de destino é o do host B).

    Quando o R1 receber este quadro enviado pelo host A, ele usará o IP de destino (IP do host B) para determinar por qual interface encaminhar.

    Sendo assim pessoal, na tabela ARP do host A, teremos o que consta na resposta D da questão, uma entrada que conterá o endereço IP do roteador 1, seu respectivo MAC.

    O exemplo que o nosso amigo Fernado Avelino citou, ajuda a visualizar esta situação, onde você vai observar que apenas o endereço do seu roteador (default gateway) constará em sua tabela após você “pingar” qualquer site na internet.

    Vale dizer novamente também, que o Protocolo ARP (Address Resolution Protocol) não é mais utilizado na versão 6 do protocolo IP, tendo suas funcionalidades providas pelo Protocolo NDP (Neighbor Discovery Protocol).

    Abraços à todos e bons estudos,
    Felipe Ferrugem!!!

    Obs: Essa é a minha resposta para o desafio, o Marco trará a solução final! 😉

    0

    0
  94. alamon71

    Realmente pelo packet tracer seria a opção D, mas por lógica para mim seria a B. O que entendo é que ele usa o Mac addres do router para mandar o pacote para o gateway porem com o ip de destino do host B, quando esse pacote chegar no router, esse deve ” se virar ” para envia-lo para a rede onde se encontra o host B. Essa é melhor esperar a reposta com a explicação mesmo mesmo!!!

    0

    0
  95. Tiago Morais

    Com certeza resposta correta opção D.

    Fiz meu exame terça-feira 17/03/09 passada aqui em bh e caiu está questão.

    Abraço galera!

    0

    0
  96. shadow9005

    Eae Marco, vc não vai responder a questão? A discussão aqui tá pegando fogo rs.

    0

    0
  97. Marco Filippetti

    Pessoal, quando postei este desafio não imaginei que teria tanta repercursão! Mas acredito que seja normal, uma vez que a questão deve ser lida nas entrelinhas 🙂

    Notem que o exercício pergunta sobre a TABELA ARP NO HOST A, e não a tabela de roteamento ou qualquer outra tabela, que seja. Portanto, a resposta correta é mesmo a “D”! Na tabela ARP do host A, se a examinarmos, constará o endereço IP do Default Gateway do mesmo (192.168.6.1), associado ao endereço MAC da interface do gateway com este IP (000f.2480.8916). A tabela ARP de um host contém apenas dados de máquinas presentes NO MESMO SEGMENTO DE REDE (camada 2), e portanto, não poderia conter informações sobre o host “B”.

    Dúvidas? Poste aqui 😉

    0

    0
  98. shadow9005

    A mesma situação com o router certo? Ele só vai armazenar os endereços das suas redes.

    0

    0
  99. Nestor

    Opção C

    0

    0
  100. davidelvisrosa

    Opa, cade os desafios 2010 ? 🙂

    0

    0

Deixe uma resposta