«

»

maio 16 2010

Como montar um bom lab sem gastar “os tubos”…!

Este assunto já rondou este blog algumas vezes, mas nunca foi feito um post sobre ele. Ainda vejo muitos perguntando em fóruns e outros lugares se vale a pena comprar roteadores e switches reais para a montagem de um lab para estudos. Eu sempre respondi a mesma coisa… após o advento do Dynamips / GNS-3, certamente não existe mais a necessidade de aquisição de roteadores, já que o Dynamips emula perfeitamente um roteador Cisco high-end, como o 7200. Entretanto, o Dynamips não é – e talvez nunca seja – capaz de emular os switches Cisco (apesar de ele suportar a placa NM-16ESW).

Minha sugestão então, é: Invista em um par de bons switches (como dois Cisco 3550/3560 ou mesmo 3750) e um bom PC (prefira um com processadores quad-core com bom espaço em disco, um mínimo de 4GB de RAM, e com um sistema operacional de 64 bits). Eu, por exemplo, com um quad-core com 8GB de RAM consigo rodar 30 roteadores com apenas 45% de consumo de CPU. Emule seus roteadores usando o Dynamips + GNS3 e conecte as interfaces dos seus elementos virtuais aos switches reais.

Por exemplo: A interface F0/0 do router R1 emulado é associada à interface Fast 0 de seu PC que, por sua vez, conecta-se fisicamente à interface F0/0 de seu switch físico. Os mais diversos cenários podem ser pensados, alguns deles precisando de mais mapeamentos lógico->físico, outros, menos.

Hmmm…! Que boa idéia!!! Mas… como fazer isso se meu PC possui apenas uma interface Ethernet??? É aí que o bicho pega. PCs comuns saem de fábrica atualmente com apenas uma interface de rede. O ideal é adquirir mais interfaces e instalá-las no mesmo, já que para cada porta Ethernet de um router emulado que você deseje mapear para conexão com o switch real, você precisará de uma interface física correspondente em seu PC.

Se você pesquisar em sites como Mercado Livre, notará que existem algumas placas PCI com 2 ou 4 portas Ethernet. Estas placas são feitas para servidores e são extremamente caras, além de não ser fácil conseguir os drivers para elas – imagine gastar R$450 em uma placa quad-Ethernet para descobrir depois, em casa, que ela não funciona em seu PC. Algumas destas placas sequer suportam sistemas 64 bits. Outras (como algumas placas da SUN disponíveis por lá), só funcionam em sistemas Linux e, ainda assim, se você tiver até 2GB de RAM – com mais memória, costumam “dar pau”, segundo relatos.

Bom, e qual a solução??? Eu encontrei uma simples e barata para este impasse… interfaces USB-Ethernet! Comprei 3 no Mercado Livre semana passada, por R$18 cada. Comprei também um HUB USB por R$10 e… pronto! Temos uma “placa de rede externa” com 3 portas. Poderiam ser mais, depende apenas do número de portas USB que seu PC – ou HUB USB – dispõe. Um porém… estas interfaces USB-Ethernet mais baratas não são compatíveis com Windows 64 bits, mas funcionam perfeitamente em sistemas linux 64. Vai entender…!

Em resumo, é possível montar um Lab digno de CCIE R&S utilizando os elementos mencionados, e à um custo bastante razoável. Abaixo postei algumas fotos para que vocês vejam os componentes e como funcionam. Utilizei os mesmos em um cenário GNS3 com Linux OpenSUSE 11.2 (se você não tem intimidade com o GNS3 / Dynamips, aconselho que dê uma busca no blog sobre estes assuntos…).

p1040077.JPG
Adaptador USB-Ethernet (à venda no ML)

p1040076.JPG
Hub USB (encontrado aos montes em qualquer loja de informática)

p1040078.JPG
Resultado final, com as 3 interfaces conectadas ao HUB

networkusb.png
Tela de configuração de rede do OpenSUSE, onde se nota as 3 interfaces “extras”

nuvemconfig.png
Tela do GNS3, onde o elemento “nuvem” é associado à interface USB Ethernet1

conexaousb.png
Tela do GNS3, com a representação gráfica da conexão entre a porta
F0/0 do router emulado (R1) com a interface USB Eth1 do PC



Comente usando o Facebook!
0
0

30 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Minu

    Excelente solução!!
    O dificil por enquanto ainda é arranjar os catalyst 3550 a preços acessíveis. =)

    0

    0
  2. lyon

    Solução maravilhosa!!!
    Para falar a verdade, nem sabia que existia adaptadores usb-ethernet.

    Abs!

    0

    0
  3. Daniel Valente

    VocÊ disse, 30 routers?? rsrs

    Mas puts, otima dica!!! Fazer um mix entre dispositivos reais e virtuais. Abs!!!

    0

    0
  4. Guilherme Montoanelli

    Marco, com este lab podemos presumir que esteja pensando no CCIE, ou seria mesmo para o curso de ROUTE que ira ministrar?

    0

    0
  5. Marco Filippetti

    Oi Guilherme, por hora eu estou usando este lab para testar situações da rede onde eu trabalho mesmo 😉

    Abs!

    0

    0
  6. Israel Carlos

    Boa Marco…..

    0

    0
  7. Tiago Lima

    Boa solução!

    0

    0
  8. Deco

    Boa solução Marco, o dificil é arrumar os Sw’s …

    Mas fica a dica pra galera que está estudando ai…

    abs!

    0

    0
  9. wagner

    booooooooooooa 😀

    0

    0
  10. Gerson

    MUITO interessante, inclusive esse USB-Ethernet:

    http://www.dealextreme.com/details.dx/sku.34691

    Tem driver para Window 7 x64bits:

    http://www.moschip.com/mcs7830_downloads.php

    Abraços.

    0

    0
  11. Kalau

    Eita…. era o que eu tava precisando :D…. ótima ideia!!!

    0

    0
  12. gibrat

    Comecei a montar algum tempo atrás esse tipo de solução para labs, para testes simples funciona, mas caso deseje emular situações de alto throughput, para testes de QoS, essas interfaces ethernet-usb possuem limitações de 4Mbits. Quando o meu note queimou a ethernet acabei utilizando essa interface no dia a dia, porém, não conseguia baixar dados acima da velocidade mencionada. Na epoca fiquei puto pq possuo um adsl de 10Mbits da GVT e não consegui baixar filmes acima disso. 😀

    0

    0
  13. Moisés

    excelente solução.. estou estudando para SWITCH e mais pra frente pretendo montar uns lab monstro pra TSHOOT.. boa dica valeu mesmo.

    Abraço

    0

    0
  14. KimRondon

    Muito itneressante mesmo, quando começar os estudios pro ccnp,. sem duvida farei um lab desses.

    0

    0
  15. Marco Filippetti

    @Gibrat – Certamente, mas se você for montar um lab de stress, o Dynamips não vai atendê-lo, de qualquer forma. Aí você terá que partir para um lab com elementos físicos mesmo.

    Abs!

    0

    0
  16. diogocampregher

    É pessoal! Vide os conceitos de virtualização. Quem fez alguma treinamento oficial Microsoft sabe o quando é util a simulação de ambientes para estudo.
    Hoje eu uso o Sun Virtual Box para virtualizar os servidores de estudo.
    Att.

    0

    0
  17. andre_stella

    Prezados,

    Alguem tem ideia de quanto custa os switches mencionados, fiz uma pesquisa mas não acreditei no preço que vi, esses preços seriam bem mais que os tubos, e como creio que o Marco não iria escrever uma bobagem.. um help de vcs seria bem vindo
    Att

    André

    0

    0
  18. Marco Filippetti

    André, switches L3 são mesmo caros. Aqui no Brasil, no Mercado Livre, o mais barato que encontrei foi um 3550 por R$1600. Mas lá fora (EBay), os preços começam em US$250. Vou tentar importação direta, usando o eBay mesmo. Mesmo pagando os impostos é bem mais em conta que comprar aqui.

    Abs!

    0

    0
  19. gibrat

    Sim Marco, para testes de stress o melhor é utilizar elementos físicos, porém, algum tempo atras utilizei o dynamips para a realização de alguns testes simples, e foi satisfatório, com a utilização de ESX para a simulação, porém, também a máquina foi exclusiva para testes de simulação de lab para estudos, é lógico que esses dados não são validos para um cenário de produção.
    Srs, referente a compras de equipamentos possuo vários que tentarei disponibilizar em um projeto que estou fazendo, acredito que até o final desse mês o projeto estará ativo. Comprei vários equipamentos (switches L3) no mercado livre e ebay, realmente a compra no ebay mesmo pagando a taxa de importação vale a pena para os produtos da linha 3550, já para os 3560 e 3750 as vezes é sorte, porém, consegui comprar com bons valores no mercado livre e através de contatos, pois foram equipamentos adquiridos em leilões federais. Caso tenham algum tempo e verba é possível arrematar um lote com equipamentos, fiquem de olho no site da receita.

    0

    0
  20. lgranja

    Marco, meus parabéns pelo artigo, mas andei vendo pela Internet (mercadolivre.com.br) que estão vendendo alguns adaptadores USB-ETHERNET que não tem suporte em Linux. Ai eu pergunto, qual o chipset que você esta utilizando nos três adaptadores???
    Este artigo veio justamente na hora que estou montando um equipamento para análise (SNIFFER) de rede em modo BRIDGE.
    Novamente meus parabéns!!

    0

    0
  21. gustavomastroianni

    Marco,
    Não parei para pensar ainda, porém vi que para o CCIE, são utilizados 4 switches 3560. Nesse caso, somente com 2 switches, dividiria ele por VLANs?
    []’s

    0

    0
  22. Marco Filippetti

    “Bingo” Gustavo! 😉

    Abs!

    0

    0
  23. gustavomastroianni

    Marco,
    Sabe dizer quantas portas são utilizadas por “switch”? (Nesse caso, apenas para saber se é necessário ter dois switches de 48 portas ou 2 switches de 24 portas para fazer o lab).
    []’s

    0

    0
  24. Marco Filippetti

    Gustavo, certamente 24 portas são mais do que suficientes. Estou comprando um 3560 de 8 portas e outro de 24.

    0

    0
  25. odsouza13

    Boa noite senhores, vou começar meus estudos em redes estou com um Lab com os seguintes equipamentos
    Roteador 1721
    Retorador 1841
    2 Sw 2950
    Cabo serial DTE/DCE
    um bom lab para estudar para ccna, estou começando agora em busca da minha primeira certificação.

    vlwww

    0

    0
  26. rtadeu

    Atualmente, os dois sw físicos conjugados com o GNS 3 ainda é a melhor opção para os estudos para o CCNA?

    0

    0
    1. Marco Filippetti

      rtdeu, atualmente, com o IOU com suporte a switches L2 com várias funcionalidades (inclusive PVLANs), eu diria que é praticamente possível estudar usando um ambiente 100% virtualizado (GNS3).

      0

      0

Deixe uma resposta