«

»

fev 03 2011

Seguindo o tema: Fim do IPv4 – E agora?

Muitos me perguntam: E agora, o que acontece?

Existem muitas respostas para esta pergunta, mas a que mais me salta a língua é: Agora é a hora de ganhar $$$ !

Sim, exatamente. Pensem: Quantos profissionais com experiência prática em IPv6 vocês conhecem? Poucos, aposto. Do outro lado, temos dezenas de empresas que já “sairam às compras” (e milhares de outras farão o mesmo em breve), por profissionais que as ajudem no processo de transição, no planejamento, ou mesmo na educação sobre o assunto. As oportunidades já estão aí, e nem é preciso procurar muito.

A tendência é que em 2012 esta procura seja absurdamente alta, já que, à cada dia que passa, a pressão pela adoção do IPv6 deve aumentar exponencialmente. E podemos esperar, já para fim deste ano, uma nova versão do CCNA com foco INTENSO em IPv6.

Portanto, minha sugestão para vocês é: Estudem (muito), pratiquem (DEMAIS) e tornem-se Deuses do IPv6. Para prática, o GNS-3 suporta todos os IOS recentes com suporte FULL ao protocolo. Basta montar o lab, arregaçar as mangas e colocar as mãos na massa. Se assim o fizerem, garanto que dentro de 1 ou 2 anos alguém aqui vai dizer “Marco, valeu pelo conselho. Segui ele e hoje estou muito bem de vida.”.

Ainda estão aqui lendo este post???? Vou tentar ser mais claro, então:

MEXAM-SE!!!!!!!!!

rsrs

Abraço!

Marco.



Comente usando o Facebook!
0
0

24 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. ramiresm

    Não tenho dúvidas quanto a isso Marco.

    Vou estudar muito para virar um ‘Deus’ do IPv6. Aliás, você já é um deles ou está na caminhada também? Espero não concorrer a uma vaga com você, rs…

    0

    0
  2. Marco Filippetti

    Ramires, ainda tenho MUITO o que aprender!!!

    0

    0
  3. ramiresm

    Todos nós.

    O mais interessante de tudo isso é ver o seu otimismo em tudo que faz, legal isso.

    0

    0
  4. Sérgio F.S

    É, pelo visto não tem para onde correr, a não ser atrás dos livros sobre IPv6.

    O detalhe é que eu vejo muita gente dizendo que o IPv6 não veio para ficar, e que já estão desenvolvendo outro protocolo mais simples de se trabalhar. Contudo, eu fiz uma pesquisa e não encontrei maiores detalhes sobre isso. Essa informação procede?

    0

    0
  5. Eron Melo

    IPv6… Não tem Jeito… Ou eu te DOMINO ou você me FERRA!!!!
    E, com certeza, o blog tem um papel fundamental em busca da “Deusificação” neste e em outros assuntos…
    Marco, Labs e a volta do DESAFIO DA SEMANA sobre IPv6 seria uma boa, não acha????

    Abs,
    Eron Melo
    “Be a router, think like a router!”

    0

    0
  6. Marco Filippetti

    Sérgio, isso é lenda. IPv6 veio para ficar, sim. Quem diz que não é porque ainda não conhece e tem medo (ou preguiça) de conhecer – e aprender. Não se enganem… IPv6 é real, e veio para ficar.

    0

    0
  7. Fernando Avelino

    Eu concordo 100% com vc Marco, o IPv6 ja estava vindo com tudo, agora então…
    Mudanças sempre são boas pra quem está preparado para lhe dar com elas, pra quem é covarde e preguiçoso está na área errada.

    0

    0
  8. Fernando Dias

    Olá, Tb acredito que o protocolo veio pra ficar e haverá ótima demanda de mão-de-obra especializada. Estava pesquisando e acredito que para quem já tem CCNA, ir para o CCNP é uma boa, pq o currículo aborda IPV6 e IPV6/IPV4 coexistindo. O que acham?

    Fernando

    0

    0
  9. charlesrocha

    Com certeza marco vou me especializar nesse assunto! EI GALERA VAMO QUE VAMO GENTE!!!! ABRAÇO A TODOS!

    0

    0
  10. Guilherme

    Ao meu ver, acho uma boa tbm partir para o CCNP !!!

    0

    0
  11. welissont

    Vamos ver agora oq as operadoras vão dizer, sobre a implementação do mesmo em suas infra.

    0

    0
  12. Sérgio F.S

    OK. Obrigado Marco.

    Eu penso como você, até porque não haveria investimentos no IPv6, como Sistemas Operacionais preparados para lidar com ele, e equipamentos já com suporte nativo.

    Também imaginei que fosse preguiça, ou algo assim.

    0

    0
  13. josenil.orozimbo

    Olá Marco,
    Estou iniciando os meus estudos para a certificação CCNA e vou seguir as suas recomendações à respeito do IPV6, porém, gostaria de saber se você poderia me indicar algum tutorial de instalação e operação do GNS3, pois, não conheço o software. Sobre comandos IOS tenho bons conhecimentos.
    Obrigado.

    0

    0
  14. Sérgio F.S

    Josenil,

    Aqui mesmo no blog e no fórum do blog tem vários tópicos com dias e tutoriais. É só dar uma pesquisada que encontra fácil.

    Abraços.

    0

    0
  15. Bruno Rangel

    Isso ai galera Vamu que vamu!!!

    0

    0
  16. Deco

    É, acho que o esquema é este mesmo, entrar de cabeça no negócio…

    Abs!

    0

    0
  17. boliveira

    com certeza ipv6 ja ta ai e eh realidade para muitas empresas .. logo vai estar em todas as conversas e projetos
    vamo q vamo

    0

    0
  18. felipebsilva

    E ae Galera!!
    É verdade.. o IPV6 vai chegar com toda força e nós temos que estar prontos para dominar essa nova tecnologia de endereçamento. Eu já tenho o CCNA e nesse ano pretendo tirar o CCNP. Eu dei uma olhada no site nic.br e ainda não tem aberta as vagas para o curso de ipv6 para o ano de 2011. Se alguém de vcs souberem de maiores informações sobre o curso, por favor compartilhem, pois como diz o Ferrugem “Juntos seremos melhores!!”

    Abraços!!

    0

    0
  19. Daniel Gurgel

    Isso vai ser bom pra dar uma filtrada no mercado com os “tecnicos de redes”… acabei de concluir a ultima turma do curso do nic.br de ipv6 e so posso comentar uma coisa. O curso é muito punk!

    0

    0
  20. ormedo

    Boa tarde, Marcos e usuários do blog. Gostaria de saber de todos até que ponto as empresas em que vocês trabalham estão preparadas para:

    1) A transição do ipv4 para o ipv6, incluindo as técnicas de transição como Tunelamento de IPv6, etc;
    2) O uso efetivo somente do ipv6, como plataforma padrão.

    Incluindo toda a Infra estrutura adequada, pois eu fiz uma pesquisa há um tempo atrás e constatei que os SP´s estão fazendo testes e outras coisas, mas na minha opinião eles irão sustentar o ipv4 o máximo que puderem, pois conforme eu li num material da cisco: “Sistemas que usam uma CPU de 64 bits, um barramento ou uma estrutura de memória, podem transmitir os endereços de origem e destino de IPv4 em um único ciclo de processamento. Para o IPv6, os endereços de origem e destino exigem quatro ciclos de dois ciclos cada para processar as informações de endereço de origem e de destino. Como resultado, é provável que os roteadores que confiam exclusivamente no processamento de software funcionem mais lentamente do que quando estão em um ambiente de IPv4. ”

    Ou seja, existe o custo envolvido, como roteadores adequados, pessoas capacitadas etc, que logicamente não tem como ser repassado para o cliente, já que é uma mudança inevitável e obrigatória, sendo apenas “uma questão de tempo”. O que podem dizer a respeito disso? Grato.

    0

    0
  21. Stenio

    Marco, vc sabe se vai ter alguma alteração na prova do CCNA devido a este esgotamento de IP’s versão IPV4 ?

    0

    0
  22. Renato Silva

    Marcos, existe algum livro da Cisco com lab’s propostos em IPv6 ?

    0

    0
  23. daniel.tecnologia

    Parabéns a todos .

    Com a ajuda do Blog consegui passar no CCNA 640-802 dia 11/02/2011.

    Vlw Galera.

    0

    0

Deixe uma resposta