«

»

dez 07 2011

E o CCNA, vai mudar ou não vai?

Muitos me perguntam isso, sempre que engajamos em uma conversa. Na semana passada e nesta, participei de 3 eventos ao todo, e em todos – sem exceção – sempre que iniciávamos uma discussão sobre qualquer tema, o assunto CCNA acabava entrando na conversa, e então, a pergunta pipocava: “E a certificação CCNA? Vai mesmo mudar?”.

Bom, não trabalho na Cisco, como vocês sabem. Mas entendo das certificações da empresa, se me permitem colocar assim 😉 . Não é preciso ser “bidu” para imaginar que o CCNA deve passar por uma reformulação, em breve. Afinal, o exame atual (640-802) já está por aí há pouco mais de 3 anos.

E aí, vem a pergunta que não quer calar: “Mas o que você acha que vai mudar????”. Esta é mais fácil de responder, pois não passa da minha singela opinião pessoal. Em termos de conteúdo, antevejo uma cobrança MUITO maior sobre o tema IPv6. Convenhamos que hoje, apesar de IPv6 ser parte do escopo do exame 640-802, não vemos questões sobre o tema no exame. Ou seja, a Cisco coloca que deve ser estudado, mas hoje, ainda não cobra este conhecimento de forma efetiva no exame.

Isso certamente vai mudar. Já disse isso antes, e agora mais do que nunca: IPv6 não é ficção científica, tampouco algo que “nerds” ou estudiosos, somente, usam. Na semana passada houve o II Fórum Brasileiro de Implementadores IPv6, e um dos temas colocados foi o esgotamento do estoque IPv4 na região APAC (Asia Pacific). Ou seja, operadoras no Japão, Coréia, China, etc já estão trabalhando com o protocolo – inclusive para entrega ao usuário final – há algum tempo. E a coisa vira uma bola de neve, descendo a montanha. Isso porque, esta mudança em APAC reflete em conteúdos migrados. A próxima bola da vez é a região RIPE – que engloba a Europa. Aí sim, sentiremos algum impacto. Em resumo: Não é porque nosso estoque de endereços IPv4 vai durar mais que o de outras regiões que teremos mais tempo. Em tese, sim. Mas na prática, pode ser que não.

O fato é: A Cisco, como um dos grandes fomentadores tecnológicos, DEVE assumir seu papel evangelizador neste sentido. E não há um modo mais fácil de fazer isso do que exigir que o candidato aos seus exames dominem o assunto com maestria. Portanto: Preparem-se! A nova versão do CCNA vem aí, e vem recheada com 128 bits da mais pura alegria! E já antecipo labs IPv6 no exame, também.

Devemos, então, notar uma redução no número de questões IPv4 (subredes, etc) e a adição de MUITAS questões tendo IPv6 como foco (incluindo – mas não limitado à: Roteamento, ACLs, endereçamento, etc).

Sobre outros temas, apostaria na redução dramática na cobrança de conteúdo Frame-Relay (e mesmo HDLC / PPP), e um foco maior nas tecnologias de transporte mais modernas, como PPPoE, redes metro-ethernet, MPLS e/ou emulação de circuitos (AToM e Pseudowire – ainda que apenas em caráter conceitual). Uma cobrança maior em WiFi e Segurança não parece fazer tanto sentido, já que existem os CCNA Wireless e CCNA Security para isso.

Outra questão: “OK, mas QUANDO isso vai ocorrer???”

Saco novamente minha bola de cristal e respondo: Eu (minha opinião) diria que o anúncio deve ocorrer já no 1o semestre de 2012. Mas lembrem-se que a Cisco costuma dar uma carência que varia de 6 meses à 1 ano e meio para a realização do exame “antigo”, ou seja, ninguém deve ser pego de surpresa. Até porque, a Cisco deve dar tempo para as Academias (Net Acads) se prepararem para o novo conteúdo – sem falar na questão de tradução do exame para outros idiomas.

Marco Filippetti



Comente usando o Facebook!
0
0

24 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. neldel

    Ipv6 na veia!!!

    Belo post Marco.

    []`s.

    0

    0
  2. Alexandre Avelar

    Cada vez mais usuários e empresas da Ásia e Europa estão utilizando v6. Isto com certeza nos trará demandas para acessos em v6, seja ela para acessos clients ou servers. E isto é independente do estoque de IPv4 de nossos provedores e do próprio NIC.br.

    Então, vamos estudar… 😀

    0

    0
  3. Igor Mendonça

    No Brasil já é realidade pra muita gente.

    http://eng.registro.br/pipermail/gter/2011-October/034152.html

    0

    0
  4. charlesrocha

    Vamos estudar IPV6 meu povo!!!!

    0

    0
  5. Daniel Gurgel

    Apenas complementando, os livros foram atualizados recentemente…

    http://www.ciscopress.com/bookstore/product.asp?isbn=9781587204258
    http://www.ciscopress.com/bookstore/product.asp?isbn=9781587204357

    Não acredito que a prova mude nos prox. 6 meses de forma radical, acho que uma mudança que seria bem vinda seria um aumento no numero de questoes… é a unica maneira que eu vejo de alterar a prova, sem comprometer os assuntos abordados (lembrando que as provas da Comptia possuem 100questoes).

    Normalmente se fosse mudar logo, os alunos do Net Academy seriam os primeiros a saber e teria algum aviso previo no site da Cisco… mas de qualquer forma, quanto mais ipv6 na prova e em materiais de apoio, melhor! Só temos a ganhar com a novidade!!!

    0

    0
  6. thiago.mello

    Mais questões na prova… para com isso!!!

    0

    0
  7. Richard

    Que venha o ipv6.

    0

    0
  8. santos_ligeiro

    Vou marcar logo a minha prova do CCNA…..kkkk
    E me prepara para IPV6 que deverá cair no CCNP.

    0

    0
  9. Rafael

    Bom Galera pelo que estou sabendo o exame vai mudar sim, mas agora não vai precisar decorar testkings a prova sera igual CCIE ou seja 2 provas (teoria e depois a prova pratica) inclusive ja estão montando o lab na Cisco (SP). Claro que ninguem sabe ao certo se realmente vai ser assim. Eu espero que sim! Pois assim valorizam mais a certificação.

    0

    0
  10. thiago.mello

    Estão montando lab para ser CCNA? Para com isso… acredito que isto deva ser um boato, pois o CCNA é uma certificação de nível inicial, porém um certificação de certa forma complexa devido o candidato ser obrigado a aprender diversos temas e o material oficial, nada mais contém 4 apostilas.

    0

    0
  11. thiago.mello

    Ah e um outro detalhe, a lab do CCIE não é mais ministrado no Brasil e somente no exterior… e vcs acham que irão montar lab para CCNA?

    0

    0
  12. Rafael

    Ahhh nem sei viu, surgiu essa conversa no NetAcademy que faço e inclusive esse ano e o primeiro semestre de 2012 serão as ultimas turmas da prova antiga…não sei se é verdade viu!!!! claro que o lab não é para um CCIE né pois como vc mesmo disse nem faz esse exame no Brasil ..somente uma prova pratica com os topicos abordados no CCNA. Só Deus quem sabe.

    0

    0
  13. Danilo Toscano

    Um lab para CCNA ? Seria 01 router, 01 Sw e 01 host ? rsrsrs Sem falar quem não é todo mundo que estuda CCNA e tem contato com o mundo real. O esforço de quem estuda CCNA é poder ingressar neste meio.

    []s

    0

    0
  14. Carlos Almeida

    Ótimo Post, Marco!!!
    Como podemos perceber, o IPv6 está chegando, então, o melhor a fazer ficar preparado para dominá-lo quando isso acontecer!!!
    []’s

    0

    0
  15. Marco Filippetti

    Também acho pouco provável que a Cisco pratique o desmembramento do exame CCNA criando um lab. Não é o perfil do exame, e operacionalmente, o inviabiliza, na minha opinião.

    Marco.

    0

    0
  16. oluisdrive

    Concordo com o Marco sobre a inviabilização do exame, já que o CCNA é um exame inclusivo. Nem todo mundo possui estrutura para fazer lab por falta de recursos.

    Agora, sobre o IPV6, tem que correr atras mesmo. Eu fiz a prova em agosto e caiu bastante coisa de ipv6 na prova em ingles.

    0

    0
  17. fssantana

    Como esta no proprio livro do Marco, a mudança ja esta ocorrendo, se não percebemos é porque esta sendo muito bem feita rs…mas é engraçado pensar q nos EUA o ipv6 estar a 1000 por hora e aki no brasil não se fala muito disso nas empresas de teles…?

    0

    0
  18. Sérgio F.S

    Mudanças sempre são bem-vindas. Normalmente, quando uma certificação sofre alterações, ela se torna bem visada por um tempo. O CCNA já é muito visada, e isso só tende a aumentar o seu valor, que, diga-se de passagem, já não é a mesma coisa de alguns anos atrás.

    0

    0
  19. Rafael Rocha

    Fiz uma prova ccna em setembro. Acredite se quiser, nao caiu nada de IPV6. Eu achei muito estranho, mas infelizmente nao passei.
    Alguem pode me confirmar se nas questões do exame oficial ‘escolha duas’ ‘escolha tres’, eu perco a questão inteira se nao acertar todas? ou se eu acertar alguma tem uma pontuação? obrigado.

    0

    0
  20. Marcos

    Em resposta ao julirs.
    Tambêm faço netacademy, e entrei em contato com a Fundação Bradesco perguntado sobre alguma alteração para 2012 e se tinha alguma coisa haver com IPv6, e tive a resposta abaixo.

    Prezado Marcos

    Boa tarde!

    No ano de 2012, cada módulo do curso preparatório para a certificação CISCO-CCNA terá 120 horas, e não mais 70 horas. As turmas acontecerão somente no horário noturno e aos sábados, tendo em vista que a lista de inscritos/interessados para fazer o curso nos horários matutino e vespertino é baixa.

    Essa mudanças ocorreram tendo em vista adequações que visam a melhoria da qualidade do ensino e aprendizado dos alunos.

    Qualquer dúvida, estamos à disposição.

    Atenciosamente

    Fundação Bradesco

    0

    0
  21. Fabio Santos

    Espero que role um upgrade do livro ccna 4.1 quando as operações forem formalizadas. Por que mudanças obviamente ocorrerão vide a própria história da certificação.

    0

    0
  22. Fabio Santos

    Pessoal, perdão. Onde eu escrevi operações, leia-se alterações.

    0

    0
  23. zekkerj

    Opa,

    Está aconcendo uma GRANDE reformulação na NetAcademy, que já está rolando, e que vai ser implantada até Abril de 2012. Eu acredito que essa reformulação vai desembocar numa mudança igual nas provas de certificação (CCNA e CCNP).

    A partir daqui é especulação minha; mas eu acredito que a Cisco vai valorizar a certificação CCENT, tornando-a obrigatória, ou pelo menos fazendo com que ela passe a ser o caminho mais rápido pro CCNA.

    Também acredito que a Cisco vai separar o assunto de IPv6 numa especialização CCNA IPv6, o que permitiria cobrar o assunto muito mais a fundo do que se fosse misturado às provas atuais. Com a vantagem de não precisar mexer nas provas atuais, não?

    A prova CCNP também poderia se beneficiar dessa estratégia; todos os protocolos vistos nas provas Route, Switch e Tshoot podem ser especializados em IPv6.

    0

    0

Deixe uma resposta