«

»

ago 09 2012

Resposta comentada: Desafio da semana 08082012

Pessoal, obrigado pelas participações! Mais de 50, nada mal.

desafio, como muitos tiveram a oportunidade de observar, apesar de aparentar ser fácil, não era. Achei-o interessante pois ele une uma série de conceitos importantes não apenas ao exame CCNA, mas a Redes como um todo. Antes de eu apresentar os ganhadores e postar a explicação das respostas, um “puxão de orelha” 😉

O enunciado dizia claramente: “Instruções: Leia a questão ATENTAMENTE antes de respondê-la“. Ainda assim, muitos responderam com apenas uma alternativa, quando era pedido “(marque as alternativas corretas)“. Esta experiência vale também para o exame CCNA (e para qualquer outro da Cisco). Sempre leiam a questão com atenção, ou correrão o risco de jogar fora pontos preciosos. Fica a dica.

Sobre o desafio:

questão apresentava um diagrama com 4  PCs distribuídos em 2 subredes, interconectadas por intermédio de um router.

Dados:

  • IP Host A: 172.16.10.100 /16
  • IP Host D: 172.16.20.200 /24

E é aí que mora a explicação de tudo o que acontece depois 😉 . Observe que acima coloquei em destaque o que os referidos PC entendem como sendo a porção de rede dos endereços configurados, dadas as máscaras aplicadas. Desta forma, o Host A simplesmente “pensa” que o Host D encontra-se na mesma rede (172.16.0.0 /16), e ao invés de buscar um default-gateway (router) na rede para alcançá-lo, ele vai usar o ARP para tentar descobrir seu MAC Address para fazer uma comunicação direta.

Ocorre que, por isso não ser verdade (o Host D está, na verdade, em uma rede distinta, e atrás de um router), o frame broadcast contendo o ARP alcançará a porta e0 do router e, por definição, não será propagado. O router, estando com o recurso “ip proxy-arp” ativado – o que é DEFAULT em todas as interfaces Ethernet, e sequer aparece quando damos o comando “show run” – , ao receber este frame vai verificar que ele conhece o IP destino (172.16.20.200) presente na solicitação ARP e vai responder esta solictação ao Host A como se ELE fosse o destinatário (Host D). Ou seja, ele vai enviar um ARP Reply ao Host A com seu MAC Address.

O Host A, então, pensará que sua pesquisa foi bem sucedida e instalará em sua tabela ARP o MAC Address da interface e0 do router associado ao endereço IP do Host D. Sempre que uma comunicação com este Host for feita, será então enviado o pacote ao router que, por sua vez, o encaminhará ao destino final – o Host D (o router está, portanto, fazendo o papel de proxy aqui). Observem que, neste caso, o Host A NÃO PRECISARIA TER UM DEFAULT-GATEWAY CONFIGURADO, já que ele está usando o ARP nesta comunicação.

No caminho contrário, temos a operação normal de rede, como deveria. Como o IP de destino encontra-se em outra rede (o Host D sabe disso pois o endereço IP do Host A está fora do alcance de sua máscara) o pacote é encaminhado ao default-gateway da rede (porta e1 do router) e o procedimento de roteamento ocorre normalmente. Portanto, o default-gateway precisa estar configurado no Host D (mas o proxy-arp poderia ser desabilitado aqui).

Respostas corretas, portanto: C, D, G 

Ganhadores dos livros (por ordem de resposta correta)

  • Fernando Avelino (comment 04) – figurinha carimbada aqui no Blog 🙂
  • George (comment 18)
  • JoW (comment 24)

Parabéns para vocês! Entro em contato para acertarmos os detalhes.

Espero que tenham gostado.

Referência: http://www.cisco.com/en/US/tech/tk648/tk361/technologies_tech_note09186a0080094adb.shtml

Marco.



Comente usando o Facebook!
0
0

12 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Daniel Melo

    agora sim, entendo porque da opção G… 🙂

    0

    0
  2. lbrambilla

    Bati na trave, fui o 4º a dar a resposta correta. Se algum dos ganhadores já for certificado e quiser abrir mão do prêmio eu fico feliz 🙂

    Parabéns ao blog e ao Marco por esses desafios, acho que isso estimula muito quem está estudando para a certificação e até mesmo quem já foi aprovado.

    0

    0
  3. vitor.stefaneli

    Tinha lido este artigo (http://under-linux.org/blogs/rvsimoes/proxy-arp-o-que-e-e-como-funciona-546/) mas com sua explicação ficou ainda mais claro!
    Pena que não deu tempo de participar deste!! =\ No próximo eu levo!!!! =D

    0

    0
  4. Fernando Avelino

    Po legal que ganhei o livro ! Tenho que agradecer ao Adilson Florentino que quando fiz o curso CCNP SWITCH no Senac-SP tivemos um problema no LAB com Proxy Arp, então fui pesquisar mais sobre o assunto 🙂

    0

    0
  5. Minu

    Acho que finalmente o proxy arp ficou claro para mim. =)

    0

    0
  6. Sérgio F.S

    Putz, fiquei uns dias sem acessar e comentar no blog e perdi. Mas de doto modo, eu erraria a resposta. Não incluiria a alternativa C, por pura falta de atenção, hehehe. Gostei dessa questão. Realmente abrange mais conhecimento do que o esperado.

    Abraços.

    0

    0
  7. Tiago Lima

    Muito legal o desafio Marco! Muito bom mesmo!

    Parabéns aos ganhadores! 😉

    Abraços,
    Tiago Lima

    0

    0
  8. Deco

    Avelino, parabéns! Em 8 minutos você resolveu a parada!

    Abraço, Deco.

    0

    0
  9. Fernando Avelino

    Valeu cara !!

    0

    0
  10. Edson

    Muito bacana! Valeu 🙂

    0

    0
  11. George

    O livro será muito bem vindo, estou estudando para renovar o CCNA. Obrigado.

    0

    0
  12. alejandrobq2005

    Só não concordo com a opção C ( O host A pensará que o host D encontra-se na mesma rede e usará o ARP para descobrir seu endereço IP). Para mim está errado por estar escrito endereço IP e não endereço MAC.

    0

    0

Deixe uma resposta