«

»

ago 19 2013

Projeto de telefonia IP usando CME + CUE (parte 1)

Este assunto começou durante o curso CCNA Voice Online e eu havia prometido aos participantes do curso que eu passaria os detalhes de nosso projeto de telefonia para ajudá-los em seus estudos. Pois bem, eu já havia começado a falar sobre o tema em um post mais antigo. Hoje, consideramos que o projeto está finalizado, e eu gostaria de compartilhar com vocês os objetivos e necessidades que buscávamos e o passo-a-passo de como tudo foi implementado.

Quando tivemos a idéia de partir para um sistema de telefonia IP buscávamos endereçar os seguintes pontos:

  • Acima de tudo, ensinamos porque gostamos do que ensinamos, e adoramos meter a mão na massa. Nada melhor que um projeto “in-house” para isso 🙂
  • Nossa empresa é dinâmica, e precisávamos de uma solução que nos desse flexibilidade. Nada mais flexível do que poder atender nossos telefones de qualquer lugar (e praticamente à qualquer hora)
  • Precisávamos de um sistema de voice-mail integrado e inteligente

Optamos pela plataforma Cisco Unified Call Manager Express, pelo simples fato de termos roteadores ISR sobrando em nosso escritório. Precisávamos expandir a memória RAM e a FLASH do mesmo, para receber a versão do IOS que planejamos para suportar nosso sistema de telefonia (C2801-ADVENTERPRISEK9-M, Version 12.4(24)T3). Também precisamos adquirir um módulo AIM-CUE para o sistema integrado de Voice Mail. A Flash, o módulo CUE e dois telefones IP 7941 Cisco foram adquiridos no eBay e despachados para o Brasil. A memória e as placas PVDM (codecs), VIC2-4FXO, VIC2-2FXS e HWIC-4ESW (switch) foram adquiridas aqui no Brasil mesmo.

A versão do CUCME suportada por esta versão do IOS é a 7.1 e a versão do sistema de VM que veio no CUE que adquirimos era a 3.2, por isso, foi necessário realizar o upgrade de nosso sistema CUE para a versão 7.1. Também instalamos o pacote de idioma Português no sistema, para termos respostas audíveis neste idioma.

Finalizada a parte de infra, com o CUCME e CUE nas versões corretas e compatíveis, faltava “apenas” criar o projeto. Temos um fax na empresa, por isso precisaríamos de interfaces FXS. Temos poucas linhas telefônicas, por isso, uma placa com 4 portas FXO para entroncar com a PSTN seria o suficiente.

O registro dos telefones no sistema deveria ocorrer apenas via VPN, por questões de segurança. Habilitaríamos o registro SIP pois estávamos prevendo o uso de um ATA (adaptador analógico) em uma localidade remota, para agir como uma extensão do sistema. No escritório central, começaríamos com apenas 2 ramais IP e um ramal analógico, para fax.

Agora, era arregaçar as mangas e começar a configurar tudo. No próximo post, detalharei mais o projeto e colocarei alguns percalços que tivemos no decorrer do mesmo. Também compartilharei as configurações utilizadas para colocar tudo para funcionar (VPN, CUCME, CUE, etc).

projvoicecc.jpg

Abs

Marco.



Comente usando o Facebook!
0
0

7 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Kalau

    Bom d+! Aguardando o próximo post 😀

    0

    0
  2. lyon

    Show de bola!

    0

    0
  3. amadeu

    Ótimo para estudar,

    Dá exactamente para implementar em nossos projectos futuros

    Parabéns

    0

    0
  4. charlesrocha

    Otimo post marco parabens

    0

    0
  5. Italo

    Show de bola o lab…..parabéns!!!

    0

    0
  6. Argemiro Ferreira

    Estudando e ansioso para o próximo post. 🙂

    0

    0
  7. Marcio Soares Zotelli

    Boa tarde Marco. Gostei muito da idéia desse artigo. Quando sairão os próximos capítulos? Obrigado, abração.

    0

    0

Deixe uma resposta