«

»

nov 21 2013

Onde estão as vagas???

Pessoal, gostaria de compartilhar a apresentação que fiz nesta 3a, na Fundação Bradesco em Osasco. O Brasil (e outros países) estão vivendo um aumento gigantesco de demanda por profissionais de T.I. capacitados. Mas, ainda assim, o que vejo são discussões em fóruns, redes sociais ou grupos de discussão, atestando exatamente o contrário: Não existem vagas… BOAS. Será que isso é mesmo verdade? O que eu quis mostrar com esta apresentação é algo para que todos reflitam: “Será mesmo que não existem vagas boas, ou será que o que acontece, de fato, é que meu perfil não se encaixa nas vagas boas?”

Para dar alguns exemplo práticos, não raro eu posto vagas TOP aqui, no fórum do blog. Os requisitos não costumam ser baixos, mas os salários oferecidos, algumas vezes, ultrapassa os R$10K. E, ainda assim, qual o número de CVs recebidos? Baixíssimo. Oras… as vagas estão aí! E pagam MUITO BEM! Então, cadê os profissionais???

A apresentação contém alguns slides que podem não fazer muito sentido, pois infelizmente ele não captou o que eu falei na apresentação. Mas o que ela mostra é que, com apenas 10 minutos de procura, eu encontrei pelo menos 3 vagas pagando entre R$6 e R$10 mil reais, abertas há mais de 2 semanas, ainda sem estarem preenchidas. Estranho? Talvez não tanto quanto vocês possam imaginar. Vivemos numa época em que muitos querem ganhar muito bem e trabalhar muito pouco e, de quebra, não possuem capacitação. E reclamam! “Ah, não trabalho por menos de R$4 mil”. Sério? E, por que não? Vamos ver: Não fala inglês. Não tem nível superior. Não tem experiência. “Ah, mas tenho o CCNA!! Investi HORRORES para tirar esta certificação” – Sério (de novo)??? Defina “horrores” 😉

Gente, vamos acordar! As vagas ESTÃO AÍ!!! É lógico que das trocentas mil vagas que estão abertas e que serão criadas, uma minoria vai pagar excelentes salários. Agora, quer ganhar bem? Tem que correr atrás. As vagas boas TAMBÉM estão aí! Em menor número, é verdade, mas seguem sendo anunciadas, e o pior: Seguem sem serem preenchidas! 

Hoje mesmo postei uma no fórum! Sabem quantos CVs recebi??? ZERO!

CAPACITEM-SE, baixem a bola e vamos trabalhar!! Desculpem o “puxão de orelha”, mas as vezes, é necessário 🙂

Certs from Marco Filippetti


Abraço!Marco.



Comente usando o Facebook!
0
0

19 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Wagner Pereira

    Muito boa a palestra, Marco. Encarei como uma injeção de ânimo. Todos devemos refletir sobre nossa atual condição. Será que estou numa zona de conforto? Quantos cursos relevantes eu fiz no último ano? Que projetos eu terminei com sucesso e quais as lições aprendidas? O importante é fazer as perguntas certas. Grande abraço. Wagner Pereira.

    0

    0
  2. charlesrocha

    Simples marco se a pessoal quer ganhar bem capacite-se estude atualize-se sempre dedicacao e nunca rejeitar uma vaga nem que seja se menor importancia. Sempre e bom olhar com bons olhos.

    Abs

    0

    0
  3. gustavofranco

    Poxa perdi 🙂 que hora foi a palestra?

    0

    0
  4. Daniel.Matozinhos

    Acho que há situações e situações…

    Vagas REALMENTE BOAS são raras e os requisitos (expertise) para tal são proporcionais. Isso é fato! Agora o contraste que se vê é sobre o que é divulgado na mídia (Internet, TV, rádios) e o que realmente acontece no “front de guerra”. rsrsrs Acredito que a maioria tem em mente que vagas com salários astronômicos, exigem alto nível dos candidatos, e muitos esperam somente UMA REMUNERAÇÃO JUSTA frente suas competências e na maioria das vezes (99%), isso não acontece.

    Em BH, por exemplo, a maioria das vagas pedem um profissional com experiência avançada em programação, banco de dados (nível DBA), redes (nivel CCNA, CCNP), BI, Gerenciamento de Projetos, 2 idiomas (1 só não serve), Experiências e experiências (Não me venha com 1 ano somente – rsrsrs), “dirigir onibus espacial” e no final querem te pagar 2000,00. E não se assustem… é de fato a realidade (pelo menos em Minas Gerais).

    Se a objetivo desta mensagem é um incentivo á busca do aprimoramento contínuo (Tenho certeza que sim), a finalidade é salutar. Agora o mercado de trabalho (sem restrições) está á anos-luz atrás em termos de remuneração, benefícios, planos de carreira, ambiente de trabalho, etc.

    0

    0
  5. Marco Filippetti

    Daniel, se me permite, eu discordo. É lógico que das trocentas mil vagas que estão abertas e que serão criadas, uma minoria vai pagar excelentes salários. Agora, quer ganhar bem? Tem que correr atrás. As vagas boas TAMBÉM estão aí! Em menor número, é verdade, mas seguem sendo anunciadas, e o pior: Seguem sem serem preenchidas! E não é só aqui: Existem muitas vagas (altamente especializadas, claro) fora do Brasil também (e que, também, não são preenchidas). A questão é que o pessoal quer ganhar BEM, sem oferecer quase NADA em troca. Aí é que a equação não fecha. Lógico que existem vagas que pedem que o candidato tenha TUDO e não pagam o valor merecido. Mas aí, a questão é: Quem você acha que vai preencher estas vagas (sim, porque elas SERÃO preenchidas)? Acha que será um profissional com tudo aquilo o que pediram, ou um profissional que, de fato, valha R$2K? Não há segredo, a dinâmica é simples. Talvez não existam vagas em BH. Ou em Goiânia. Ou em Boa Vista. É claro que as vagas tendem a se concentrar nos polos tecnológicos do país (SP, RJ e Brasília). Mas isso não quer dizer que as vagas não existam. A questão é: Quer ganhar R$2K em Minas, ou R$10K em SP? Não quer mudar? É compreensível! Mas não espere que vagas boas caiam no seu colo.

    Existem excelentes vagas fora do país tb. Basta procurar. Inclusive, tem colegas aqui do Blog bem empregados lá fora. Se seu inglês é bom e você for capacitado, não será problema conseguir um visto de trabalho. Novamente, não faltam vagas. Faltam profissionais que as preencham.

    Estou um pouco cansado de ver profissionais reclamando e, do outro lado, empresas me ligando e pedindo ajuda, desesperadas. Foi o que ocorreu hoje com a Embratel. A vaga está lá, no fórum, para a região sul do país. Quantos CVs chegaram? ZERO. Qual será o problema, então? A vaga é ruim? É porque é no Sul? Ou será que não há profissionais com o perfil da vaga? Imagino que, neste caso, a alternativa “C” seja a correta, infelizmente.

    Só para completar… benefícios, plano de carreira? Na minha apresentação tem vagas na Cisco, Google e Microsoft. Ainda estão abertas. Por que será? São empresas que pagam muito bem, TÊM planos de carreira sólidos e, ainda assim, não conseguem fechar estas vagas. Interessante, não é?

    Em tempo, o objetivo deste post é abrir os olhos de todos, especialmente dos mais jovens – a turma do “quero assim, e quero agora”. Aproveitem a oportunidade que vivemos, pois sabe-se quanto tempo este momento durará. E quando acabar, aí sim veremos o que é não ter vagas… espero eu que nunca acabe.

    Abs!!

    0

    0
  6. Daniel251080

    Muito bom os slides, perfeito seria com audio, que pena que não conseguiram capturar.

    0

    0
  7. Fernando Avelino

    caímos naquela vala onde as empresas pedem profissionais ultra especializados em tecnologias pouco comuns mas também não querem investir em um profissional devido de perde-lo para outra empresa, enfim, acho que no futuro vai bombar pra quem saber Collaboration, Datacenter, SDN, IOT etc…

    0

    0
  8. Wagner Pereira

    É isso aí, Filippetti. Zona de conforto é um mal que acomete a maioria dos profissionais. E não é só com relação a trabalho. Diz respeito, também, a aspectos pessoais, emocionais etc.

    Veja isso: eu já fiz teste mais de uma vez lançando chamadas no Linked In para formar grupo de estudos visando certificações Cisco e outras. Quantas respostas eu tive? ZERO.

    Quem está a fim de acordar às 7 da manhã no domingo, entrar no Google Hangout e praticar online com outros colegas um assunto qualquer? Ou mesmo fazer isso sozinho, mas disciplinadamente? O resultado desses esforços virão com o tempo, tão certo quanto o Sol nascerá amanhã!

    0

    0
  9. phelipesan

    É isso ai Marco. Já perdi a conta de quantas vagas recebi neste ano.
    Só para exemplificar, recebi uma proposta há 3 meses para trabalhar em Porto Alegre como PM pelo salário de 11k. Outro exemplo, na última semana recebi duas (2) vagas de emprego, todas pagando acima de 7k.
    E qual o segredo para receber estas propostas? Educação formal, idiomas, certificação, trabalho sério e por último, manter um bom Networking sempre!
    Tirei meu CCNA com 19 anos em 2005. Meu primeiro emprego pós-CCNA foi um estágio na Telefônica para receber R$500.
    O pessoal que está chegando agora precisa entender que devemos começar por baixo e crescer de maneira constante. O céu é o limite! rs

    Abs,
    Phelipe Ferreira

    0

    0
  10. Marco Filippetti

    Só para constar, ainda não recebi UM CV sequer para a vaga anunciada. E é vaga para R$10K. Portanto, minha tese está mais do que comprovada. Abs!

    0

    0
  11. Isaac Mendes

    Estou a 6 meses de formar (Sistemas de informação) …fiquei 2 anos nos EUA estudando inglês… tirei algumas certificações(CAPM, ITIL E COBIT) próxima CCNA(aguardando o livro CCNA 5.0) … tenho 7 anos de experiência em TI. Estou trabalhando agora com sistemas de colaboração. Espero que esteja no caminho certo… pois até agora os “Bons frutos” não chegaram…

    Abraços,

    Isaac Mendes

    0

    0
  12. zyleu

    Eu concordo com nosso amigo Daniel algumas vagas exigem muito como ele mesmo já disse, mas também não discordo do Marco, existem vagas boas no mercado Brasileiro e fora dele também.
    Quem tiver oportunidade de uma olhada em http://www.seek.com.au é um site de busca de empregos na Austrália, olhem a quantidade e páginas que tem com vagas de emprego só em tecnologias Cisco.

    Flw Vlw !!!

    0

    0
  13. Sérgio F.S

    Ótimo post, bastante incentivador também.

    0

    0
  14. efaraujo

    Concordo com Marcos, estou tentando iniciar na área tenho o CCNA mas não tenho inglês e nem experiencia, apesar de buscar salário “baixo” 2k tenho dificuldades devido a falta de preparo “Inglês” e falta de vivencia pois grande parte do mercado necessita de profissionais com experiencia. Na busca de oportunidades vejo em sites como CEVIU, APINFO e Catho vagas com salários acima de 6K e claro precisa de bagagem e disposição. Ainda não é para mim mais chegarei lá. Abs

    0

    0
  15. cobaleiro

    Olá Marco.
    Infelizmente, discordo de você e concordo com o Daniel. Vou me limitar ao Brasil. Não tenho informações para falar do exterior. Talvez vala a pena lá fora.
    1) Só a prova custa MAIS de R$1000,00.
    2) Se não me engano tem que acertar 98% das questões.
    Para quem faz os cursos e tenta, é quase impossível passar da primeira vez. Essas duas cláusulas excluem, numa presunção muito otimista, pelo menos 90% da população. Não é qualquer pessoa que pode desembolsar R$ 4000,00 ou R$ 5000,00 assim de boa só para fazer provas. Isso para não falar da questão ética disso. Para mim é um crime. Eu poderia parar por aqui, mas …
    3) Já vi várias vagas exigindo vários certificados!
    4) Fiz umas pesquisas e TODAS as vagas exigem EXPERIÊNCIA! Se você pretende ingressar agora, DESISTA! É IMPOSSÍVEL!
    5) Como você mesmo disse, boas vagas são raras. Estão pagando aqui em Brasília entre R$1000,00 e R$1500,00 …
    Tem zelador de condomínio ganhando isso. Como você espera que alguém se interesse? Você posta vagas e quer que apareçam candidatos certificados! Porém, mesmo que a vaga seja boa, os pré-requisitos são IMPOSSÍVEIS!

    0

    0
  16. Marco Filippetti

    Cobaleiro, é frustrante ver uma excelente vaga e não atender aos requisitos. Mas a vaga está lá. Este é o ponto. Tem vaga ruim exigindo muito? Tem. Pra que pegar ela? Tem vaga ruim exigindo nada e pagando pouco? Tem. E pega ela quem não é qualificado para pegar as boas. O pessoal reclama, reclama e reclama de prostituição do mercado e etc. Mas o fato que persiste é: Falta profissional qualificado no mercado.

    Quem pega vagas que pagam pouco não é prostituto de TI. É simplesmente alguém que não conseguiu chegar aos requisitos solicitados. O que pode parecer impossível para você pode não ser para um colega.

    Marco

    0

    0
  17. cobaleiro

    O problema é que os pré-requisitos para ser o que vocês chamam de profissional qualificado não dependem da inteligência, competência ou dedicação do candidato. Não depende da gente. Por exemplo, o fato de um sujeito poder desembolsar R$ 2000,00 para fazer uma prova não significa que ele é mais competente e dedicado do que outro que não tem esse dinheiro.
    Como se não bastasse, alguém, em busca de oportunidades, faz os cursos e pega o certificado, mas, para que possa trabalhar com roteadores Cisco, é preciso que já tenha trabalhado com roteadores Cisco antes. TODAS as vagas exigem que o sujeito tenha os famigerados anos experiência! Mesmo aquelas que oferecem salário de porteiro.
    Ou seja, mesmo que eu seja um GÊNIO, e aceite um salário de faxineiro, continua sendo IMPOSSÍVEL!
    Assim, fica fácil dizer que falta profissional qualificado no mercado, que as empresas estão desesperadas atrás de profissional e que A CULPA É DA GENTE que quer ganhar bem sem se capacitar adequadamente.

    0

    0
  18. Marco Filippetti

    Cobaleiro, eu acho que você está errado. Talvez não tenha visto a apresentação no post. Por favor, VEJA. Dê uma olhada nas vagas que eu usei na apresentação. Vagas reais, não foram inventadas. Não possuem requisitos absurdos (a não ser que vc ache absurdo cobrarem inglês… ou formação superior…). A do Google, por exemplo, sequer exige experiência (mas, se não tiver, exige formação superior). Resumindo: Apenas vagas mais seniores (e, portanto, as que pagam mais) exigem experiência. O problema, meu amigo, é que muita gente SEM qualquer experiência acha que basta tirar uma certificação para ganhar um excelente salário. E isso, claro, está ERRADO. Não apenas no Brasil, mas em qualquer lugar do mundo. SEMPRE há de se começar por baixo – coisa que muita gente não quer. Meu primeiro salário equivaleria hoje a 800 reais por mês. Se eu tivesse na época batido o pé e apenas reclamado ao invés de aceitar a proposta, jamais chegaria onde cheguei. Quer ganhar um salário de 15 mil? Todo mundo quer. A concorrência é maior em cima, concorda? Então, corra atrás dos requisitos. São altos? Sim, claro que são. Por isso estas vagas levam tanto tempo para serem preenchidas. Lógico que tem ofertas de vagas absurdas, postadas por RHs despreparados. É preciso separar o joio do trigo. Agora, o Google está cheio de vagas. Quer trabalhar lá? Preencha os requisitos. Ah, e lembrando… certificação, por si só, não garante nada. Não interessa quanto você investiu nela. As certificações são apenas MAIS UM diferencial. Quer ganhar bem? Invista também em Inglês. Invista em formação acadêmica (é, muita gente acha que não precisa, mas conta pontos, sim. Especialmente nas vagas que pagam mais). Enfim, busque os requisitos que as vagas TOP requerem, se você não os possui ainda. Custa dinheiro estar à frente? Claro que custa!!! É por isso que se chama INVESTIMENTO. Porque dá retorno. A culpa é sim do profissional DESQUALIFICADO que acha que merece ganhar muito mais. Se merecesse, ganharia. E a crise não é desculpa. Se a situação no Brasil está feia, tem vários outros países com vagas boas em aberto. Novamente, se você tiver as qualificações procuradas, pode brigar por estas vagas. Então, Cobaleiro, desculpas existem. Mas a diferença de quem ganha bem e dos que ganham mal é que os primeiros não focam em desculpas, mas em ações.

    PS: Desculpe o balde de água fria… 😉

    1

    0
  19. GuilhermeFurtado

    Tirei a certificação mês passado , estou a um mês procurando vagas para mandar currículo , ate agora só mandei 7 currículos , desses umas 2 vagas exigem muita experiencia com salários de 2k , muita empresa se aproveitando pra contratar os bons profissionais que estão desempregados por salários mais baixos . O mercado ta tenso devido a essa maldita crise politica que o país está vivendo , isso me assusta pois não consigo prever se vai melhorar ou piorar mesmo com essas olimpíadas chegando aqui no RJ .
    Trabalhei em provedor por 4 anos , como técnico e depois suporte ,fiquei desempregado tranquei a faculdade e foquei de vez no CCNA , bom passei porem a concorrência ta de matar , como sou novato nesse mundo de operadoras não procuro salário alto ,só quero uma colocação no mercado para obter experiência e me qualificar mais , sei que ainda e cedo mas o nervosismo de não estar trabalhando afeta muito a visão do futuro .
    Em quanto não trabalho continuo estudando o escopo do CCNA + BGP e MPLS 🙂

    1

    0

Deixe uma resposta