↑ Retornar para Livro CCNA 5.0

Comunicação através de trunk port

Home Fórum Livro CCNA 5.0 Comunicação através de trunk port

Este tópico contém 7 respostas, possui 5 vozes e foi atualizado pela última vez por  Mizael Andrade Reis 5 anos, 8 meses atrás.

Visualizando 8 posts - 1 até 8 (de 8 do total)
  • Autor
    Posts
  • #48478

    Fernando Almeida
    Participante

    Marco, no seu livro CCNA 5.0 você afirma que é possível fazer a comunicação entre diversas VLANs e uma impressora ou servidor sem utilizar um roteador através de portas trunk (pág. 91). Você pode me dizer como seria isso, pois não estou conseguindo. Obrigado.

    0

    0
    #113055

    rgentil
    Participante

    Fernando o que vc tentou simular ?
    Voce pode utilizar um switch L3, configurar vlans de servidores varias vlans de usuarios e fazer todas se comunicarem normalmente.

    0

    0
    #113056

    Edson
    Participante

    Haha,

    Só para gerar a discordia.

    Outro dia consegui ativar roteamento entre VLANs em um 2960S 😛

    Você cria as interfaces SVI e ele faz o roteamento entre VLANs 😉

    http://blog.alwaysthenetwork.com/tutorials/2960s-can-route/
    https://learningnetwork.cisco.com/thread/34739
    https://supportforums.cisco.com/thread/2212479

    Fiz em uma aula do curso de SWITCH do Adilson.

    Have fun!

    0

    0
    #113057

    zekkerj
    Participante

    @edson: Outro dia consegui ativar roteamento entre VLANs em um 2960S 😛

    Esse "truque" já era conhecido, mas não é qualquer 2960 que faz isso. Os que eu tenho aqui no serviço, por exemplo, não fazem.

    As limitações são que eles só trabalham com rota estática, e todo o roteamento é feito por software.

    0

    0

    -----------------------------------------------------------------------------
    Receba Johrei e purifique seu Espírito.
    http://www.messianica.org.br/o-johrei.jsp

    #113058

    Fernando Almeida
    Participante

    Na minha concepção o livro deixou a entender que é possível fazer essa comunicação sem a utilização de um dispositivo de camada 3. Gostaria de saber se isso é realmente possível e como se faz, porque eu tentei e não consegui mesmo.

    0

    0
    #113059

    zekkerj
    Participante

    Possível é, mas depende de alguns "truques" — tipo, dupla marcação de VLAN sobre a VLAN nativa, ou um switch não-gerenciável conectando portas de VLANs diferentes.

    0

    0

    -----------------------------------------------------------------------------
    Receba Johrei e purifique seu Espírito.
    http://www.messianica.org.br/o-johrei.jsp

    #113060

    Edson
    Participante

    Exatamente.

    No livro Redes Robustas há um trecho que gosto muito, é mais ou menos assim:

    "VLANs não definem redes ou sub-redes, por mais tentador que essa definição possa parecer"

    Aproveitando o tópico, sugiro que leia e brinque com esse lab:

    http://www.bentow.com.br/2009/08/12/1o-desafio-ccna-ping-bem-sucedido-entre-2-vlans-diferentes/

    e esse outro também:

    http://www.bentow.com.br/2009/02/18/laboratorio-vlan-trunking/

    Durante os estudos, tente entender por que o lab funciona desse jeito, acredito que será bem útil.

    0

    0
    #113061

    Mizael Andrade Reis
    Participante

    Eu penso, como a maioria deve pensar, que a menos que se possa construir vlans com a mesma sub-rede em comunicação, não sob um truque que se constitua uma exceção, mas por uma aplicação de implementação razoável, o que evidentemente não seja possível, vlans definem redes ou sub-redes. Talvez o autor do livro em questão tivesse em mente que não é correto definir, em conceito, vlans como implementação de sub-redes, pois pra isso, precisamos de um roteador para manter a comunicação entre elas o que define uma ação além de simplesmente se criar uma vlan, fora que um roteador não é necessário para se criar vlans em si. Mas vlans são feitas para implementar comunicação entre redes logica e administrativamente subdivididas, logo, pra esse fim, não é possível desassociar vlans de sub-redes e roteadores.

    Quando lia esse questão no livro, eu trazia em mente a questão de um trunk entre switches. Como todas as vlans trafegam no trunk, parecia razoável concluir que se se implementasse um trunk num servidor, todas as solicitações, de qualquer vlan, passariam por ele, até o servidor. Talvez tenha sido o caso de não ter parado pra pensar direito.

    0

    0
Visualizando 8 posts - 1 até 8 (de 8 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.