↑ Retornar para Livro CCNA 4.1

Erratas livro 4.1

Home Fórum Livro CCNA 4.1 Erratas livro 4.1

Este tópico contém respostas, possui 6 vozes e foi atualizado pela última vez por  Marco Filippetti 9 anos, 8 meses atrás.

Visualizando 12 posts - 1 até 12 (de 12 do total)
  • Autor
    Posts
  • #43698

    Rafael Fanhani
    Participante

    Olá Marco, gostaria de saber se as edições do Livro CCNA 4.1 de março já estão com todas as erratas revisadas e corrigidas.

    Irei comprar o livro agora em Março.

    Obrigado desde já.

    0

    0
    #64469

    Não há previsão de uma reprintagem com as erratas corrigidas. Assim que tiver, eu aviso aqui.

    Abs!

    0

    0
    #64470

    Rafael Fanhani
    Participante

    Ok Marco Obrigado.

    0

    0
    #64471

    rznovaes
    Participante

    Olá marco

    Gostaria de postar uma errata no livro na página 225 questão 10 onde as alternativas C e D estão corretas e obtem os mesmos resultados com os comandos. E na página 227, resposta da questão 10.

    Abraços.

    Rafael Zombini

    0

    0
    #64472

    rznovaes, na época em que a 1a edição do livro foi escrita (2003), a versão do IOS existente via os comandos de forma diferente. Antes, se você não colocasse um espaço entre s0 o router acusava erro. Isso mudou e deveria ter sido atualizado no livro… algo que passou batido. De qualquer forma, um erro que não atrapalha em nada o entendimento do assunto 😉 . Obrigado pelo comment!

    Marco.

    0

    0
    #64474

    mauro.m.a
    Participante

    Marco,
    Estou estudando para tirar a certificação CCNA e quando estava lendo as métricas do protocolo IGRP na página 264 do livro CCNA 4.1 me deparei com a seguinte característica: “Permite que outras métricas como reliability, load e maximum transmit unit (MTU) sejam utilizadas”. Porém estudando o livro CCNA ICND2 Segunda Edição do Wendell Odom, na página 227 onde fala-se do cálculo das melhores rotas para a tabela de roteamento, o segundo parágrafo diz: “Documentos e livros do passado geralmente afirmavam que o EIGRP, e seu predecessor, o IGRP, também podiam usar o MTU como sendo parte da métrica, mas o MTU não pode ser usado e nunca foi considerado como parte dos cálculos”.
    Não sei o que pensar agora! Você pode me explicar melhor sobre esse assunto??????????

    Obrigado pela atenção!

    obs: Estou escrevendo após procurar nas erratas.

    0

    0
    #64475

    A. Carvalho
    Participante

    Bem lembrado Mauro, vamos aguardar a resposta do Marco.

    Abs!

    0

    0
    #64476

    mauro, não são documentos e livros do passado, mas sim o site e documentos da Cisco (criadora do IGRP e seu sucessor, o EIGRP) que detalham o funcionamento deste protocolo e a possibilidade do uso do MTU como componente opcional para a métrica. Segue texto extraído do site da Cisco (http://www.cisco.com/en/US/tech/tk365/technologies_tech_note09186a008009405c.shtml)

    "Here is the formula used to calculate the composite metric for IGRP:

    Metric = [K1 * Bandwidth + (K2 * Bandwidth)/(256-load) + K3*Delay] * [K5/(reliability + K4)]

    The default constant values are K1 = K3 = 1 and K2 = K4 = K5 = 0.

    If K5 = 0, the [K5/(reliability + K4)] term is not used. So, given the default values for K1 through K5, the composite metric calculation used by IGRP reduces to Metric = Bandwidth + Delay.

    The K values in these formulas are constants that you are able to define with the router configuration command, metric weights tos k1 k2 k3 k4 k5 .

    Note: Cisco strongly suggests that you do not change the default K parameters."

    Lembrando que K5 = MTU.

    Portanto, didaticamente (e para o CCNA), é preciso sim saber que K5 = MTU e componente opcional da métrica de ambos os protocolos.

    Abs!

    Marco.

    0

    0
    #64473

    mauro.m.a
    Participante

    Obrigado Marco!

    O engraçado é a gente ler no livro da Cisco uma frase dessa que dá margem até mesmo pra errar uma pergunta na certificação.
    Mas os links que você colocou acima dá pra entender melhor mesmo sendo em inglês.

    Valeu!

    0

    0
    #64477

    Aldrin
    Participante

    Marco. Eu acho que encontrei uma pequena inconsistência no CCNA 4.1.

    Página 129 – DNS não seria "Domain Name System", ao invés de "Domain Name Service"?

    0

    0
    #64478

    Aldrin
    Participante

    Outra coisa que acabei de ver e gostaria que comentassem.

    Página 229Comando "copy run start", Descrição "Copia a configuração da FLASH para a NVRAM"; Não seria da RAM para a NVRAM?

    Abraço 🙂

    0

    0
    #64479

    Aldrin, DNS está correto (http://en.wikipedia.org/wiki/Domain_Name_System). Ambos são aceitos. A segunda questão vc tem razão. Está mesmo errada a descrição do comando.

    Abs e obrigado!

    Marco.

    0

    0
Visualizando 12 posts - 1 até 12 (de 12 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.