Cisco Unified Communications Manager Express – parte II

Prezados, este é o nosso post II sobre CUCME (Cisco Unified Communications Manager Express). Neste post vamos abordar implementações, integrações com CUE e com a Telefonia tradicional. Então, vamos em frente…

CRONOGRAMA

Parte I

Introdução
Histórico
Principais features
Estrutura básica do CUCME


Parte II
Visão geral sobre o CUE
Implementando o CUCME
Integrando o CUCME com o CUE
Integrando o CUCME com a telefonia tradicional

1. Visão geral sobre o CUE

O CUE (Cisco Unity Express) é uma Solução proprietária da Cisco® que é responsável pelo auto-atendimento e armazenamento de mensagens de correio de voz eletrônico. Seu fucionamento atua de modo bem semelhante ao serviço de caixa postal da telefonia móvel, sendo que o seu grande diferencial diz respeito a possibilitar o envio de um e-mail atachando o arquivo de audio da mensagem deixando-o em caixa postal.

Os arquivos enviados pelo CUE, normalmente, são gerados nos formatos de audio mais utilizados, dos quais podemos citar os arquivos de extensões .WAV e .MP3. O CUE é suportado por todos os hardphones comerciais da Cisco e pelo famoso IP Communicator, aquele softphone do qual havíamos comentado no post anterior.

O CUE, por se tratar de uma versão “express”, ele possui limitações em relação a versão “FULL”. Basicamente, suas limitações dizem respeito a quantidade de contas de correio (mailboxes) e das horas suportadas de gravação.

Atualmente há três opções possíveis para habilitar o CUE, que seriam através dos módulos: AIM-CUE, NM-CUE e ISM-SRE. Vamos compreender tais siglas logo abaixo, além disso devemos aproveitar para destacar informações sobre dimensionamento, então vamos conhecer esses termos:

AIM-CUE & AIM2-CUE-K9: Cisco Unity Express AIM (Advanced Integration Module): suporta no máximo 14 horas para cada mailbox e possui limite máximo de 50 mailboxes.

ISM-SRE-300-K9: Cisco Unity Express em SRE: suporta no máximo 60 horas de gravação para cada mailbox e possui limite máximo de 100 mailboxes.

NME-CUE: Cisco Unity Express Network Module Enhanced: suporta no máximo 300 horas para cada mailbox e possui limite máximo de 250 mailboxes.

As NM’s e NME’s são suportadas em linhas de produtos mais robustos como: Cisco 2811 ou superior. De qualquer forma, segue uma ilustração abaixo da NM-CUE (que normalmente a mais utilizada por conta do melhor Custo vs Benefício).

 

CUE

2. Implementando o CUCME

Vamos voltar para o nosso assunto principal que é tratar sobre o CUCME. Nosso propósito para este tópico é “fornecer o caminho das pedras” para a implementação do CUCME, destancando as informações primordiais para implementá-lo com êxito. É válido mencionar que no post III ainda abordaremos sobre a implementação deste produto, isso ocorrerá no tópico: “dominando o CUCME”.

O CUCME possui basicamente três modos para implementá-lo, que são:

– Modo Wizard
– Modo GUI
– Modo CLI

Assim, vamos conhecê-los…

2.1. Modo Wizard

A princípio trataremos sobre o modo Wizard. Bom, ele é bastante prático, por isso ele possui esse nome. Ele é recomendado principalmente para iniciantes ou para os “apressadinhos”. Com apenas um comando o: telephony-service setup executado diretamente no modo global, serão solicitados alguns questionamentos e ao concluir, pronto! CUCME configurado!

Cisco3845_CUCME(config)#telephony-service setup
--- Cisco Unified Communications Manager Express Setup ---
Do you want to setup DHCP service for your IP Phones? [yes/no]: yes
Configuring DHCP Pool for Cisco IOS Telephony Services :
IP network for telephony-service DHCP Pool:172.31.255.192
Subnet mask for DHCP network :255.255.255.192
TFTP Server IP address (Option 150) :172.31.255.193
Default Router for DHCP Pool :172.31.255.193
Do you want to start telephony-service setup? [yes/no]: yes


Configuring Cisco IOS Telephony Services :
Enter the IP source address for Cisco IOS Telephony Services :172.31.255.193
Enter the Skinny Port for Cisco IOS Telephony Services : [2000]:
How many IP phones do you want to configure : [0]: 4
Do you want dual-line extensions assigned to phones? [yes/no]: yes
What Language do you want on IP phones :
0 English
(...)
8 Portuguese
9 Danish
10 Swedish
11 Japanese
[0]: 0
What is the first extension number you want to configure : 1000
Do you have Direct-Inward-Dial service for all your phones? [yes/no]: yes
(…)

Depois dessa pergunta sobre o DID, há umas duas ou três perguntas posteriores. A última pergunta é sobre salvar as configurações… Lembrando que a qualquer momento é possível sair desse modo através da tecla de atalho: CTRL+C.

Implementá-lo no GNS3 segue justamente esse mesmo procedimento, tudo na base de Q&A. O principal ponto fraco para esta implementação diz respeito a necessidades de ajustes, que normalmente se faz necessário, mesmo seguindo todos os passos corretamentes.

2.2. Modo GUI

Agora vamos tratar sobre o modo GUI (Graphical User Interface). Infelizmente ele é um modo limitado, não sendo possível sequer utilizar mais de 10% das funções do CUCME. Mesmo assim ele é pode ser util quando ocorrer algum projeto em que o cliente mesmo queira instalar um telefone IP ainda com suas funções básicas.

Para habilitar o modo GUI, precisaremos realizar as seguintes configurações:

Cisco3845_BLOG(config)# ip http server
Cisco3845_BLOG(config)# ip http authentication { AAA | enable | local | tacacs }
Cisco3845_BLOG(config)# telephone-service
Cisco3845_BLOG(config-telephony)# web admin system name user { password string | secret 0 | 5 string }
Cisco3845_BLOG(config-telephony)# dn-webedit
Cisco3845_BLOG(config-telephony)# time-webedit

Apesar de não ter sido mencionado como habilitar o SSL (Secure Socket Layer) sobre HTTP, podemos mencionar que é da mesma forma de habilitar o HTTPS mesmo para acessar o SDM ou recurso antigo de WEB seguro dos roteadores. Portanto, sem mistérios…

Abaixo, encontra-se uma ilustração sobre o CUCME GUI:

CUCME_GUI

2.3. Modo CLI

Configurar o CUCME através da CLI (Command Line Interface) é o modo mais recomendado, pois através dele é possível customizar toda a plataforma incluindo seus recursos adicionais a nível lógico ou físico que forem contemplados pelo produto. Assim, durante a implementação a flexibilidade é algo inquestionável. É fato que neste modo o processo de implementação poderá demorar um pouco mais, porém sem dúvidas fornecer quaisquer subsídios para se adequar exatamente a necessidade esperada.

Para facilitar nossa compreensão, daremos um exemplo na prática todo comentado, serão destacados os comandos principais a nível de CUCME, assim, segue:

!!! Vamos começar aqui configurando o domínio
ip domain name blog.ccna.com.br
ip host blog_ccna 172.30.3.30
!
!!! Agora vamos atribuir um TFTP Server para todos os aquivos de firmwares / cfgs e toques musicais
!!! toques musicais = .raw | configurações = .xml | arquivos de firmwares já falamos no post I.
!
tftp-server flash:phone/SCCP11.8-2-2SR2S.loads
tftp-server flash:phone/CP7912080002SCCP060817A.sbin
tftp-server flash:phone/P00307020200.bin
tftp-server flash:phone/P00307020200.sbn
tftp-server flash:phone/P00307020200.sb2
tftp-server flash:phone/P00307020200.loads
tftp-server flash:xml/RingList.xml
tftp-server flash:xml/DistinctiveRingList.xml
tftp-server flash:raw/Jamaica.raw
(..)
tftp-server flash:raw/CTU24.raw
tftp-server flash:raw/Breakout_FooFighters.raw
tftp-server flash:raw/PositiveVib_bobmarley.raw
!
!!! Aqui é uma parte importante devemos ter bastante atenção daqui para frente...
telephony-service
!!! Carregando os firmwares que foram disponibilizados via TFTP e associando-os ao modelo de Telephone IP/ endpoint IP
load 7910 SCCP11
load 7960-7940 P00307020200
load 7912 CP7912080002SCCP060817A
!!! Definindo o limite de recursos de building blocks dos endpoints
max-ephones 36
max-dn 144
ip source-address 172.30.3.30172.30.3.30 port 2010
!!! Definindo timeouts
timeouts interdigit 3
timeouts busy 5
timeouts ringing 25
!!! Mensagem na tela dos Telefones
system message Blog CCNA
time-format 24
date-format dd-mm-yy
!!! Configurando a musica em espera
moh bacdprompts/millencolin_nocigar.wav
multicast moh 239.1.1.239 port 2010 route 172.30.3.1 172.31.2.2
!!! Serviço de diretórios interno, ou seja, visualizar a lista de ramal + nome

!!! Lembrando também que o serviço de diretorios pode suporta recursos de ordenacao: last-name-first ou first-name-first directory entry 1 2020 name Fulano
directory entry 2 2021 name Cicrano
directory entry 3 2022 name Beltrano
directory entry 4 2023 name Fulana
!!! Recriando a configuração dos perfis. Lembre-se de realizar o comando “create cnf-files” toda vez que houver qualquer !!! alteração de configuração dos Telefones IP.
create cnf-files version-stamp 7960 Jan 18 2010 16:20:09
!!! Configurando um telefone IP do modelo 7970G
!
ephone-dn 1 dual-line
number 2029
pickup-group Blog_CCNA
label Blog CCNA
description Ramal 2029
name Blog CCNA
no huntstop
!
ephone 2
device-security-mode none
mac-address AAAA.BBBB.CCCC
type 7970G
no dnd feature-ring
button 2:2
!

3. Integrando o CUCME com o CUE

Após ter configurado o CUCME, podemos ainda integrá-lo com o CUE. Assim, para configurar o CUE, temos que primeiro conhecer o conceito de MWI. MWI é o acrônimo para Message Waiting Indication e esse termo será utilizado bastante em recursos de voice-mail.

Como exemplo, vamos mencionar o seguinte, o equipamento possui uma NM e será utilizando o gw SIP para termos uma idéia de como ficaria a configuração, assim, segue:

!
sip-ua
mwi-server ip-address [expires seconds] [port port] [transport tcp | udp]
telephony-service
voicemail 123456789
mwi prefix prefix-string
!!! Cfg Loopback
interface Loopback0
ip address 192.168.87.65 255.255.255.252
!
!!! Interface na NM'
interface Service-Engine1/0
ip unnumbered Loopback0
no shutdown
service-module ip address 192.168.87.65 255.255.255.252
service-module ip default-gateway 1 192.168.87.66

!!! Além disso, é possível também habilitar o CUE nos ephones através do comando: mwi [ on | off ] 

4. Integrando o CUCME com a telefonia tradicional

Ao tratarmos sobre integração do CUCME com a telefonia tradicional já nos gera uma idéia em termos de comunicação com portas digitais ou analógicas, bem como esse post já está ficando bem longo… Vamos a um exemplo simples de integração com a interface FXO interligada a um pabx analógico. Devemos considerar que a porta FXO está ligada em posição do ramal 2024 desse PABX-analógico, confiram:

!!! Configuração da interface FXO
voice-port 0/1/1
trunk-group Blog_CCNA
translate calling 1
translate called 1
supervisory disconnect dualtone mid-call
supervisory dualtone-detect-params 1
soft-offhook
output attenuation -1
no vad
no comfort-noise
cptone BR
timeouts call-disconnect 120
connection plar opx 2024 cut-through-wait
music-threshold -70
station-id name Blog_CCNA
station-id number @
caller-id enable
!!! Criação de um dial-peer, onde ao discar “0” solicitará a sinalização do PABX para complementar a chamada.
dial-peer voice 1 pots
destination-pattern 0.................
direct-inward-dial
port 0/1/1
forward-digits all
!

Como sabemos, nem todos os comandos foram detalhados, mas mesmo assim com base no que foi abordado, percebemos que a idéia principal sobre o processo de implementação do CUCME foi descrita . De qualquer forma, se houver quaisquer dúvidas ou sugestões, desde já, serão bem vindas!

Até mais,

Italo Amaral

 



Comente usando o Facebook!

12 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Que posts maravilhosos, parabéns pelo comprometimento e compartilhamento dessas informações.

    Gostaria de saber se é possivel através do GNS3 utilizar minha rede analogica de telefonia real da Telefonica para realizar os testes.

    Obrigadp

  2. Muito bom post Italo tá de parabéns. 😉

  3. Muito Bom eim italo !!
    Obrigado por compartilhar

  4. Ótimo Post Italo!

  5. Parabéns Italo. Continue assim, está sendo de grande utilidade estes seus posts. Um abraço.

  6. Muito bacana !!!

  7. Ítalo, parabéns pelos posts, estou aprendendo muito. Só tenho uma dúvida se a 2º figura é do CUCME ou do CUE

  8. Italo, como o Marco disse no começo, muitos se beneficiarão com esse post,
    ainda mais agora com o lançamento do Packet 5.3 😉

    abs! e Obrigado pela aula de CME ;]

  9. .

  10. Estou esperando a terecira parte.

    Abraços

  11. Essas duas primeiras foram Muito esclarecedoras.

    Obrigado e no aguardo.

    Abraços

  12. Só uma observação no trecho que diz respeito à forma de implementa-lo, nas versões mais recentes do CUCME o “Modo Wizard” não está mais disponível.

Deixe uma resposta