Blog Cisco Certified agora em IPv6!

Isso mesmo, estamos LIVE em IPv6 (finalmente!)! Nosso endereço ficou fácil, não? 🙂

ipv6check.jpg

12 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Heheheh, já testei aqui.

  2. Legal… parabéns pela iniciativa.

    Pequena sugestão… se possível coloca uma indicação de quando o site está sendo acessado através do IPv6, como o o http://www.ipv6.br. Sugiro também a inclusão de um contador (que também indique a porcentagem) de acessos IPv6!!!

  3. Minicz, obrigado pela sugestão. Coloquei o verificador do NIC.br na base da sidebar direita, alguém pode verificar se está funcionando? Não tenho conectividade IPv6 aqui de casa. Tks!

  4. Funcionando…

  5. Maravilha! Valeu Samuel!

  6. Ativei um túnel ayiya do SixXS em meu PC e estou com IPv6 aqui em casa agora. Inclusive, vou montar um tuto sobre isso para amanhã! Abraço!

  7. Como o Samuel comentou, está funcionando!!!!

  8. Marco, existe também o projeto gogo6.com … tinha até enviado a dica pro André Ortega (Brainwork Blog).
    http://www.gogo6.com/ tenho usado ele de boa…

  9. AAAhhhh, o Chrome não utiliza IPv6 por padrão… nesse caso, para habilitar…

    – about:net-internals na barra de endereços.
    – Aba DNS

    Padrão: ADDRESS_FAMILY_IPV4 (IPv6 disabled)
    Clique e mude… “Enable IPV6”

  10. Oi Daniel, não conhecia o Gogo6, e achei muito interessante! Vou divulgar no próximo post, obrigado! E obrigado pela dica do Chrome. Se bem que eu uso Chrome direto e aqui foi normal, sem eu ter que mudar nada. 🙂

    Abração!

    Marco.

  11. Devem ter mudado esse comportamento da versão 19/20 … no meu eu tive que habilitar manualmente… mas blz! 😉

  12. Quem estiver configurando o Túnel 6in4 (ou qualquer outro), repare no aumento considerável da latência através de pings ou mesmo no acesso inicial das páginas na Internet. Isso acontece porque o túnel faz o encapsulamento do pacote v6 dentro de um pacote v4 – e então é esse pacote encapsulado que tráfega da rede de trânsito IPv4 até chegar no ponto de presença v6 do SixXS no Brasil (que fica na CTBC – MG). Embora o tunelamento seja um mecanismo interessante de transição no sentido de facilitar as coisas para o usuário, é fato que o desempenho fica comprometido porque o overhead é maior, seja de processamento dos pacotes nos equipamentos da rede (roteadores), seja no tráfego de dados porque há um aumento no tamanho do cabeçalho com mais informação de controle. Abraço!

Deixe um comentário