O que houve com a CloudCampus? Vai haver atualização do livro CCNA 6.0?

Amigos, tenho recebido MUITOS questionamentos em diversos meios relacionados à estes 2 temas. Acho que é chegado o momento de eu explicar para vocês o que se passa.

A CloudCampus foi fundada por mim em Março de 2011 (tem até um post aqui no blog sobre isso) com o objetivo de comercializar meus treinamentos no formato online e presencial. No início era apenas eu. A empresa começou a crescer rapidamente e, em 2012, despertou o interesse de investidores. Fui abordado por um pessoal que havia trabalhado comigo em uma Faculdade e fizeram uma proposta para ingressarem na empresa como sócios. Eu os conhecia relativamente bem e acreditei que a empresa poderia crescer ainda mais com eles a bordo. E, de fato, cresceu. A CloudCampus, em 2020, apresenta números expressivos: 12.300 usuários na base de alunos, 110 cursos, 29 mil NFe emitidas (sim, emitimos NF para toda e qualquer compra) e mais de 2 milhões de acessos às nossas plataformas.

Plano de Negócios da CloudCampus, finalizado em 2012

Mas nem tudo são rosas. No final de 2013, eu tomei uma decisão e aceitei uma oferta de emprego na Europa. Existem vários motivos para isso, mas para resumi-los, eu – na época com dois filhos pequenos – queria ter mais qualidade de vida. A falta de segurança no Brasil foi um dos principais gatilhos para que eu tomasse a decisão. Assim, em 2014 mudei-me para a Inglaterra (coincidentemente, foi quando o blog também começou a ficar à deriva), onde moro até hoje.

Comigo vivendo na Europa e à frente de uma série de novos desafios (novo país, nova cultura, novas escolas para meus filhos, novo emprego, nova casa, para citar alguns), acabei me distanciando da CloudCampus. Meus sócios acabaram tocando a empresa praticamente sozinhos (e os agradeço muito por todo o trabalho que fizeram). Eu participava apenas de decisões estratégicas, mas raramente era envolvido no dia-a-dia da empresa.

A empresa seguiu desta forma, com relativo sucesso, até 2020. Foi quando eu decidi que não fazia mais sentido eu permanecer no quadro societário da empresa – uma vez que não estava mais fazendo muito pela mesma. Desta forma, comuniquei aos meu sócios meu desejo de sair da sociedade. Eles, numa decisão que me surpreendeu, também optaram por sair. Assim, tomamos a difícil decisão de dissolver a sociedade.

Portanto, eis o que houve com a CloudCampus: Ela encontra-se em processo de encerramento. Não por problemas fiscais, legais ou quaisquer outros, mas por um consenso entre os sócios. A situação – eu admito – é bastante peculiar. Estamos encerrando uma empresa que, em seus quase 10 anos de existência, NUNCA deu prejuízo. Estamos encerrando com caixa, sem dívidas e sem deixar de pagar quaisquer obrigações.

Talvez, por isso, ao invés de me sentir triste, o sentimento, na verdade, é de vitória. A empresa supriu, nestes seus 9 anos, uma enorme lacuna na demanda por treinamentos técnicos. Mas nosso ciclo encerrou-se. E agora, é hora de partir para outra.

Optamos por não vender a empresa por uma série de razões, a mais forte delas sendo a não comercialização de nossa base de estudantes. Depois de conversarmos muito sobre o assunto, concordamos que nossos alunos não gostariam de ter seus e-mails (e outros dados) sendo entregues para terceiros. E também sinto um certo orgulho por termos optado agir desta forma.

Quem adquiriu cursos da CloudCampus pode ficar tranquilo, pois vamos manter as plataformas 100% operacionais até que o último aluno finalize seu prazo de acesso. Mas não estamos mais comercializando cursos e sei que alguns ficaram (ou ficarão) decepcionados por isso.

Aproveito para agradecer de coração a confiança em nós depositada por todos os que, em algum momento, participaram de algum curso oferecido pela empresa.

Sobre o meu livro – CCNA 6.0

Muitos me perguntam se vai haver atualização. O plano inicial era atualizá-lo, mas eu mudei de idéia. Não vai haver atualização do livro. Eu decidi parar por aqui. Talvez eu venha a escrever outro livro mais adiante, mas sobre outros temas.

Por que eu decidi não atualizar um livro que encontra-se na lista de best-sellers há pelo menos 10 anos? Pode parecer estranho, mas o motivo é exatamente este. Vale contar uma história para explicar minha linha de raciocínio…

Em 2002, quando eu escrevi e publiquei a 1a edição do meu livro CCNA voltado para o exame 640-607 (CCNA 3.0), ele vendeu pouquíssimos exemplares. O motivo: Havia, na época, um outro escritor brazuka – Yuri Diógenes – que lançara a sua versão do guia de estudo CCNA cerca de 6 meses antes do meu. E, por ser o primeiro, ele acabou sendo adotado por quase todos os que buscavam uma opção em Português para estudar para o exame CCNA. Quando, em 2006, o exame CCNA mudou para 640-801, o Yuri – então com outros desafios profissionais – decidiu não atualizar seu material. Resultado: As vendas do meu livro atualizado (CCNA 4.0) explodiram e acabaram por consolidar meu nome como autor no mundo Cisco. E tem sido assim desde então.

Agora, eu acredito que tenha chegado a minha vez de abrir espaço para um novo talento na área. Portanto, a minha decisão de não atualizar o livro. Espero que compreendam. Aos que compraram meus livros durante estes 18 anos, fica o meu MUITO OBRIGADO. E espero que o material tenha lhes sido útil.

Meus planos agora são reviver este blog, passar mais tempo com minha família e seguir fazendo uma das coisas que mais gosto: Fuçar com tecnologia – sem pretensões, apenas com verdadeira paixão.

Espero que este post traga respostas para as duas dúvidas listadas no título, e também espero que compreendam as motivações por trás das escolhas que fiz.

Quando trabalhei na Vivax, conheci um diretor que admiro muito até hoje, que adotava o seguinte “moto” para sua vida:

You have ONE life: Live it!

Abraços a todos, uma boa semana e nos vemos por aqui!

Marco



Comente usando o Facebook!

Deixe uma resposta