Voltar para CCNP

Comando variance

Home Fórum CCNP Comando variance

Visualizando 7 respostas da discussão
  • Autor
    Posts
    • #45498
      vitorgrohs
      Participante

      Olá a todos. Estava estudando o test king quando me deparei com essa questão. Escolhi como resposta a alternativa C. Na resposta do test king estava como F. Eu acredito que seja a C. Estou certo na resposta?

      In this network, router TestKing5 is configured with the EIGRP “variance 2”
      command. What path will Router TestKing5 take to reach Router TestKing1?

      A. Both TestKing5-TestKing2-TestKin1 and TestKing5-TestKing4-TestKing1
      B. Only TestKing5-TestKing2-TestKing1
      C. Only TestKing5-TestKing3-TestKing1
      D. All available paths.
      E. Only TestKing5-TestKing4-TestKing1
      F. Both TestKing5-TestKing2-TestKing1 and TestKing5-TestKing3-TestKing1
      G. None of the above

    • #80653
      schwar
      Participante

      Qual o valor entre TestKing 5 -> TestKing 3 ??

    • #80654
      zekkerj
      Participante

      vitorgrohs escreveu:

      Escolhi como resposta a alternativa C

      Baseado em quê? Eu explico a dúvida: a documentação antiga dizia que o comando "variance x" ativaria qualquer caminho que tivesse métrica menor ou igual a "x" vezes a métrica do melhor caminho, e nesse caso haveriam dois caminhos (Tk5-Tk2-Tk1 e Tk5-Tk3-Tk1, resposta F).

      Mas no novo livro ROUTE (Official Cert Guide), o autor diz que o comando só ativa os caminhos se estes já forem sucessores viáveis (RD < FD). E nesse caso, como a topologia do exercício não tem FS, não haveria caminho alternativo, restando apenas Tk5-Tk3-Tk1, resposta C.

      O que eu gostaria de saber é como você chegou à conclusão.

      -----------------------------------------------------------------------------
      Receba Johrei e purifique seu Espírito.
      http://www.messianica.org.br/o-johrei.jsp

    • #80655
      zekkerj
      Participante

      Corrigindo…

      Ao contrário do que eu disse antes, Tk2 é sucessor viável pra rede "Testking", pois ele tem distância reportada "10", que é menor que a distância viável "20". Sendo ele sucessor viável, o comando "variance 2" vai ativar o caminho Tk5-Tk2-Tk1 também. Resposta certa F, e não C.

       

      Dica: mude os valores do caminho Tk5-Tk4-Tk1 de 20 e 25 para 30 e 15, respectivamente. O que vai acontecer com o comando "variance 2"? E com "variance 3"?

       

      Obs: Não sei se ficou claro, mas estou considerando que Tk5-Tk3 vale 10, pq se fosse 20, a pergunta perderia sentido (os dois caminhos ficariam ativos por ficarem com métrica igual).

      -----------------------------------------------------------------------------
      Receba Johrei e purifique seu Espírito.
      http://www.messianica.org.br/o-johrei.jsp

    • #80656
      vitorgrohs
      Participante

      Com variance 2 o cálculo ficaria assim:

      TK5 – 20 – TK2 – 10 – TK1 > FD= 30
      TK5 – 10 – TK3 – 10 – TK1 > FD= 20

      A FS = 20 por TK3
      FS = 20*2 = 40
      40 > 30 que é o caminho por TK2.

      Correto meu raciocinio?

    • #80657
      zekkerj
      Participante

      Não. Quando vc aplica o "variance x", ele pega o FD dos sucessores viáveis, se este for menor ou igual a x vezes o FD do sucessor, a rota é ativada.

       

      Assim, no caso, o FD do sucessor é "20". com "variance 2", o limite pra ativar a rota passa a ser 2 x 20 = 40. Qualquer sucessor viável com FD <= 40 fica ativo.

       

      A rota por Tk2 tem FD = 30. Como 30 <= 40, então esse caminho é ativado, junto com o caminho do sucessor.

      -----------------------------------------------------------------------------
      Receba Johrei e purifique seu Espírito.
      http://www.messianica.org.br/o-johrei.jsp

    • #80658
      JoseBalbuena
      Participante

      Vitorgrobs o seu raciocinio esta incompleto:

      A variance somente vai tomar em consideração as rotas que são possiveis sucessor , as que encontran-se no comando “sh ip eigrp topology”, no seu exemplo a menor metrica de TK5 para TK1 é efetivame atraves de TK3

      TK5-TK3-TK1 = 20

      Agora quais são os possiveis sucessors, vejamos:

      TK2 adverte uma RD de 10 para chegar a TK1
      TK4 adverte uma RD de 25 para chegar a TK1

      Quais rotas serão os possiveis sucessor?? Analisemos a condição de feasibility, a qual diz “Os possiveis sucessor são aqueles onde a FD > RD”:

      20>10
      20<25

      Desse maneira a rota TK5-TK2-TK1 cumpre a condição de feasibility e entra como um possivel sucessor no topology table.

      Ao inserir o comando variance=2, agora temos que a metrica de nossa rota principal vai valer 20*2=40 que é maior que a metrica total da rota que estava no topology table (TK5-TK2-TK1 =30).

      Dessa maneira TK5 instala as duas rotas no routing table.

      Você pode colocar variance=3, 4, 5 1000 que a rota TK5-TK4-TK1 nãi irá entra na routing table, isso porque essa rota não existe na topology table, e para existir no topology table a rota deve cumprir a condição de feasibility que é FD>RD.

    • #80659
      vitorgrohs
      Participante

      Só pra concluir, a resposta correta é a F. TK4 não será caminho até que os outros dois caminhos estejam indisponiveis ao mesmo tempo.

      Obrigado a todos pela ajuda.

Visualizando 7 respostas da discussão
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.