Voltar para Geral

Intercâmbio no Exterior – Alguém já fez ?

Home Fórum Geral Intercâmbio no Exterior – Alguém já fez ?

Visualizando 102 respostas da discussão
  • Autor
    Posts
    • #46553
      neldel
      Participante

      Boa tarde pessoal,

      estou pesquisando alguma empresa para poder fazer um intercâmbio para reforçar o inglês. Minha intenção é de faze-lo por 3 meses. Alguém já passou por tal experiência ?

      Valeu.

    • #91856
      Renan Ceguinato
      Participante

      estou com o mesmo plano.

    • #91857
      Flávio
      Participante

      Se tudo der certo e meu visto for aprovado estou indo no mês que vem pra Toronto. Vou ficar 3 meses também.

    • #91858
      Daniel Valente
      Participante

      @Flavio, quanto +/- ficou o preço?

    • #91859
      band2headboy
      Participante

      Se a dica vale, não converse com brasileiros!!! 😉
      Eu nunca fiz esse tipo de intercâmbio, mas conversando com amigos e afins que já fizeram, a conclusão que a gente chega é que a maioria das pessoas vai para o intercâmbio e divide apartamento com brasileiro, trabalha com brasileiro.. exemplo disso são os brasileiros que estavam no japão há mais de 10 anos e não falam nada de japonês!

    • #91860
      Flávio
      Participante

      Daniel, não ficou tão caro não: +- R$5.000 as 12 semanas de curso com 4 semanas de acomodação + R$2.000 da passagem que ainda vou desembolsar, mas que da pra parcelar em 5 ou 10 vezes dependendo da companhia aérea. Fora isso vou precisar pagar mais 8 semanas de acomodação quando estiver por lá. A agência é a DW Brazil e a escola é a ESC.

    • #91861
      rgentil
      Participante

      Com 6 mil voce vai pra lá e faz acho…
      Eu daria o mesmo conselho que o amigo acima, vá para um intercambio para falar ingles/espanhol, ou o que seja
      o que acontece é que as pessoas vão para fora, encontrar brasileiros e acabam esquecendo que foram para aprender…e as vezes o amigo fala melhor ingles, então sempre rola aquela coisa no restaurante : pede ai pra mim então vai..
      nunca fique com medo de falar errado, fale..tente se expressar, tente entender, não consegue , pede para pessoa falar devagar, no problems, take it easy!!!

    • #91862
      neldel
      Participante

      Legal Pessoal,

      @Flávio, pensei que fosse mais caro, pelo período exposto realmente não está caro? sabes me dizer se a acomodação é homestay ? Qts horas de estudo ?

      Estou afim de ir pra Toronto tbm, o que está pegando é que vai começar o inverno por lá e não estava afim de passar muito frio não.

      Poderia me adicionar aos seus contatos >?

      email – [email protected]
      msn – [email protected]
      skype user – neldel

      Abraço.

    • #91863
      Bruno
      Participante

      Eu tive essa experiencia esse ano , tambem sou da area de TI , e resolvi fazer esse curso de 3 meses de pois que sai de minha empresa, peguei todo dinheiro da rescisão e fiz isso . Fui para Nova Zelandia e fala pra vocês que foi a melhor coisa da minha vida.
      Uma porque a experiencia é unica e outra que quando voltei consegui um emprego para ganhar quase 4 vezes mais que ganhava antes, num intervalo de 6 meses.
      Uma dica , tanto se for para o canada , quanto para Nova Zelandia , tenta não fazer por agencia , hoje você tem muita informação na Internet e é facil , converse com que já foi e pegue todas dicas , caso queira ir para Nova Zelandia , consigo contato da escolas que fiz ( muito boa) , moradia , o que precisar alem do mais para Nova Zelandia não precisa de visto se ficar até 3 meses e você encontra poucos brasilieros , é só embarca e pronto. Além do mais , se você tiver uma certificação Cisco , mesmo que CCNA , e tempo para espera o visto de trablaho de lá , você não volta mais para o Brazil , porque tem muita vaga boa nessa área.

    • #91864
      Jeferson Palma
      Participante

      e ai Bruno, blz …

      entaum cara … vc sabe qual é o processo para tirar o visto de trabalho na Nova Zelandia e o tempo …

      estive pesquisando sobre o assunto mas para ir para a austrália … os tramites me pareceram demorados … alem de vc ter que fazer uma prova de IELTS … para provar a proeficiencia no ingles …

      vc sabe se para a nova zelandia o processo é parecido ?

    • #91865
      Bruno
      Participante

      Jeferson,

      Você tem tres formas de tirar o vista de trabalho para Nova Zelandia. Ou você consegui o workholiday que foi agora dia 1 de setembro( apenas uma vez por ano tem isso) e te da direito a trabalhar por um ano, prorrogado por mais um ( na austrailia tambem tem isso mais não sei o dia), o segundo que foi o que eu tentei mas não tinha mais money pra espera o processo( pode demora de 1 ate 3 meses), que é receber uma oferta de trabalho de uma empresa para atuar em uma area de falta de profissional no pais , TI sempre está na lista . E a ultima, precisa chega a uma pontuação para pedir essa permissão de trabalho , o que conta ponto é area de graduação( TI conta muito) , certificação , idade , teste do IELTS e $ 400 dolares se eu não me engando para eles olha o teu processo , sem garantia.Chegando a uma pontuação minima pode requerer este visto.Alem disto , você pode pedi a prorrogação do teu visto lá mesmo na Nova Zelandia para 6 meses ou 9 , assim vc já fica com visto de estudande e pode fazer estagio de 4 horas diarias.
      Tem um site muito bom , de trablhos na Nova Zelandia e Australia http://www.seek.co.nz , pesquise com filtro cisco e veja a quantidade de vaga.

    • #91866
      neldel
      Participante

      @Bruno,

      Legal essa experiência, vc poderia me dizer qto vc gastou ? vc ficou em casa de familia ? qts horas diárias de estudo ?

      Poderia me adicionar ao seus contatos ?

      [email protected]
      [email protected] – msn
      neldel – skype user

      Valeu.

    • #91867
      Bruno
      Participante

      Neldel ,

      Vo add vc assim que tiver acesso ao msn .

      Quanto a gastos basicos ficava meio que isso .Esse dollar ai é o da Nova Zelandia , no começo do ano , quando fui estava R$1,40, mais barato que o americano .

      * Curso de Inglês todos dias das 9:00-12:15 13:15-15:30 – N$ 240 por semana ( otima escola de ingles , poucos brasileiros e muito bem estruturada.Você consegue encontra escola mais barata).
      * 1 Meses em casa de familia ( cafe da manha e almoço, incluindo FDS) = N$285 por semana .
      * Transporte de onibus 1 mês, porque normalmente vc não fica bem perto da escola , no meu caso era 30 minutos de onibus pois estava num bairro residencia que tinha até praia – N$ 100 por mês .
      * Depois morei 2 meses em um apartamento perto da escola, no centro da cidade , dividindo com mais 2 pessoas. $ 125 por semana + energia eletrica N$ 15 aproximadamente
      * Compra no mercado para semana $ 80 aproximadamente( cafe, almoço e janta).
      Eu gastei bem mais com outras coisas que estavam mais baratas lá como note , camera , roupa , alem dos passeios que são coisas de outro mundo e um pouco caros.

      Abs

    • #91868
      ferrugem
      Participante

      Valeu por compartilhar conosco essas informações Bruno!

      Muito legal saber que isso te ajudou na sua vida.

      Abs,

      Felipe Ferrugem!

      "Juntos somos ainda melhores!!!"

    • #91869
      gustavofranco
      Participante

      bruno poderia me passar seu contato ou me mandar email com o seu contato

      meu msn é [email protected] e meu e-mail é o mesmo

      to querendo ir com minha namorada pra Nova Zelandia.

    • #91870
      Flávio
      Participante

      Indico a escola Crown Institute em Auckland. Estou estudando nela e aprendendo muito. Professores excelentes.
      Alguns amigos tambem disseram que a Worldwide e’ muito boa.
      Fechei meu intercambio com a agencia Real Intercambio, bom custo/beneficio e acomodacao fechei por conta propia em um site na Internet.

    • #91871
      Pedro
      Participante

      Vlw pela dica Flávio. Tenho interesse em fazer um intercâmbio pra melhorar o inglês à muito tempo mas sempre falta o principal $$.

      Algumas dúvidas:

      Vcs já pesquisaram pra saber qual país sairía mais barato ? Um amiga minha me indicou África do Sul mas não achei esta opção na Real Intercambio.
      Quem já teve experiência prefere ficar em casa de família ou albergue ? Me parece q em casa a interação seria maior com outra cultura, em compensação no albergue teríamos mais liberdade pra fazer o que quisermos.

    • #91853
      jonas
      Participante

      Pessoal, garanto que mais pessoas daqui do forum já passaram pela experiencia.
      Podem contribuir conosco ?

    • #91872
      gustavofranco
      Participante

      Pessoal estou analisando ir para o canadá daqui 2 anos após minha mulher se formar, queria saber existe algum curso EAD que já posso ir fazendo em TI com validade dentro do canadá, e também existe como eu já ir validando o meu curso daqui do Brasil antes de ir ao canadá, alguem ai está ou já foi etc para o canadá?

    • #91873
      Gerson
      Participante

      Srs.

      Estou vendo de ir para Dublin, alguém já esteve por la? Algum relato que possa me ajudar? Obrigado.

    • #91874
      vmosconi
      Participante

      Tenho um amigo que mora lá… se precisar de algum contato…

    • #91875
      Vinicius
      Participante

      Galera, moro em Sydney, Australia ha mais de 1 ano em meio se alguem tiver duvidas pode perguntar

    • #91876
      JaymeBerg
      Participante

      Vinicius,

      Voce ja viu algum koala ?

    • #91877
      Vinicius
      Participante

      Vi sim parece o bicho preguica fica agarrado na arvore o tempo todo, bem preguicoso que nem os australianos ahahaha

    • #91878
      neldel
      Participante

      HAHAHAHAHAHAHA!!!!

    • #91879
      neldel
      Participante

      @Gerson, tenho um amigo morando por lá tbm, inclusive Dublin, é um lugar onde a maioria do pessoal vai para este tipo de experiência, se estiver realmente pensando em ir, aproveite por aqui comer picanha, pois lá, carne vermelha é inviável !!

    • #91880
      Vinicius
      Participante

      Carne de canguru e muito bom, nao tem um fio de gordura e ainda super barato!!!

    • #91881
      neldel
      Participante

      caraca, carne de canguru, não fica pulando no estomago não, hehehehe!

    • #91882
      zekkerj
      Participante

      Não se vc lembrar de matar o bicho antes de comer…

      -----------------------------------------------------------------------------
      Receba Johrei e purifique seu Espírito.
      http://www.messianica.org.br/o-johrei.jsp

    • #91883
      Vinicius
      Participante

      Eles sacrificam p/ fazer carne senao eles dominam o pais, atualmente tem mais de 40 milhoes

    • #91884
      Gerson
      Participante

      Opa, obrigado pelo pronta resposta pessoal.

      Minha duvida é quanto ao custo de vida por la, andei lendo que la o custo de vida não é tão caro quanto de “resto” da Europa, isso procede? Contatos sempre são importante, Victor Mosconi se seu amigo não se importar em trocar uma ideia pode mandar o contato dele. Agradeço desde já, obrigado. Abraços.

    • #91885
      vmosconi
      Participante

      Claro… vou entrar em contato com ele e te aviso

    • #91886
      JaymeBerg
      Participante

      @vinicius

      E as australianas ? afinal intercambio eh para garoto cheio de hormonio 😉

    • #91887
      roboxtz
      Participante

      Afff,akelas looirinhas devem ser o bicho hehehe

    • #91888
      Vinicius
      Participante

      Oh Jayme, to apaixonado por uma australia, se eu casar com ela meu amigo, Brasil…so no carnaval ahahaha

      Tb tive uma queda pelas francesas, minha meta e ir p/ Paris em breve e continuar explorando a especie 🙂

    • #91889
      zekkerj
      Participante

      @roboxtz: "Afff,akelas looirinhas devem ser o bicho hehehe"

      Qual, o koala ou o canguru?

      -----------------------------------------------------------------------------
      Receba Johrei e purifique seu Espírito.
      http://www.messianica.org.br/o-johrei.jsp

    • #91890
      roboxtz
      Participante

      heheh…olha a mente poluída kkkk

    • #91891
      JaymeBerg
      Participante

      Eu ja pendurei as minhas chuteiras. Mas lembro com muita saudades da saudosa maloca. 😉

    • #91892
      rgentil
      Participante

      Vinicius,
      Voce conhece o lugar abaixo ?

      p sherman 42 wallaby way, sydney

      auauhauh

      abracos!!!

    • #91893
      Flyner Portugal
      Participante

      @Vinicius

      Em um post seu de 2010, você disse que esteva olhando um mestrado etc.

      Hoje qual a sua situação atual?

      Está fazendo o que? Formou? Tirou certificação?

      Abçs

    • #91894
      Vinicius
      Participante

      rgentil,

      Se tá de sacanagem neh? pergunta pro Nemo que ele conhece ahaahaaha

    • #91895
      Vinicius
      Participante

      Flyner,

      O mestrado/pós graduação fica pro futuro, minha conclusão foi, fazer uma após aos 22 anos no exterior com pouca experiência, me obrigaria no futuro a fazer outra quando tivesse um background maior, portanto ”Don’t jump the gun”

      Terminei o Cambridge FCE e estou fazendo uma especialização em Networking.

      Abs.

    • #91896
      Otavio
      Participante

      Vinicius estou penssando em fazer um intercambio p/ australia será que existe escolas com curso para iniciantes em inglês, pois não queria perder tempo fazendo cursinhos pelo brasil, ja queria pegar toda a grana da recisão vender a caranga e me jogar pro exterior no maximo que sei fazer é me apresentar pedir algo p/ comer e só.. vlwwwww

    • #91897
      Flyner Portugal
      Participante

      @odsouza

      Acho que é o contrário. Se você não for com uma base razoável você vai perder muito tempo e jogar grana fora.

      Faça um curso fastfood, tipo uptime. É uma boa viu.

      E mesmo assim não existe fórmula mágica. Para se falar em inglês dizem que precisa de 1.200 horas para aprender.

      A matemática é simples, um ano tem em média 240 dias úteis. 1200 horas dividido por 240 dias vai dar 5 horas diárias.

      Eu vejo útil, é  o que muitas pessoas fazem, buscam uma experiência no exterior para roperem a ultima camada que falta para se falar inglês, algo em torno dessas últimas 200 horas (se fosse um cálculo exato)

    • #91898
      Diogo Mendes
      Participante

      Vinicius, achou o FCE difícil? Como se preparou?

      Abraços!

    • #91899
      Vinicius
      Participante

      odsouza,

      Aqui tem escolas p/ todos os niveis, mas concordo com o Flyner, estude ai no Brasil, o ideal é chegar aqui pelo menos no nivel intermediario, a partir dai voce vai fixar o que aprendeu e aprimorá-lo ate chegar a fluencia. Não existe tempo exato p/ aprender, conheço brasileiro que em 6 meses falava muito bem, como outros que estão aqui há 3 anos e nao sabe digitar um sms em ingles. A formula é simples…ESTUDOS + DEDICAÇÃO!!!

    • #91900
      Vinicius
      Participante

      Diogo,

      Antes do Cambridge eu estudei o IELTS, o writing academico do IELTS é muito mais dificil que o do Cambridge, junto com o speaking eram os meus melhores skills durante o curso. O Cambridge é pra quem já fala ingles e quer se aprimorar, é dificil por ser extremamente puxado 12 semanas estudando em periodo integral e é muita informação em pouco tempo, porem ao final do curso ver o quanto vc evoluiu é um absurdo, recomendo a todos.

    • #91901
      rgentil
      Participante

      Vinicius,

      Ja pensou em fazer o TOEFL ?

    • #91902
      Edson
      Participante

      E aeh galera! Opa, muito bacana ver a experiência de vocês mundo afora!
      Estou pensando no intercâmbio também, estou precisando melhorar a conversação.

      Estou pensando seriamente em ir para UK ou AU, mas vai depender do $$
      Estou procurando cursos de 3 semanas com hospedagem. E Flavio qual site voce encontrou hospedagem ???

      Quem está pensado em ir para Dublin, recomendo que ouça alguns podcasts aqui http://www.listen-to-english.com e acesse http://www.e-dublin.com.br

      Quem estiver interessado, amanha 04/03 rola uma feira sobre intercambio em SP

      http://www.salaodoestudante.com.br/

      Nos vemos lá.

      Abs

      Edson

    • #91903
      neldel
      Participante

      @Edson, legal essa feira hein, eu vou p/ UK pelo mesmo período, se td der certo embarco no começo de Abril. Se possível, colha algumas informações de agências nessa feira, e repasse-nos, seria de gde valia,

      Abç.

    • #91904
      Vinicius
      Participante

      rgentil,

      Já pensei porque pretendo fazer minha pós nos EUA. Não conheço as caracteristicas do exame, porem acredito que depois de estudar o IELTS e o Cambridge, tenho um bom background p/ passar.

    • #91905
      Gerson
      Participante

      Edson,

      Tem algum motivo para não ir para Dublin? Obrigado.

      Abraços.

    • #91906
      Diogo Mendes
      Participante

      Vinicius, obrigado pelas dicas!

      Você estudou pro FCE no Brasil ou já estava no exterior?

      Abraços!

    • #91907
      Flyner Portugal
      Participante

      @ALL

      Mas o que tem de massa nessa Dublin?

    • #91908
      vmosconi
      Participante

      Mulheres

    • #91909
      vcaixeta
      Participante

      Cerveja

    • #91910
      Flyner Portugal
      Participante

      @vmosconi and @vcaixeita

       

      E profissionalmente? Vejo galera comentando sobre essa cidade, então eu gostaria de saber porque.

    • #91911
      vmosconi
      Participante

      Ainda não consegui falar com um brother meu q mora lá… assim que eu conseguir, eu posto o contato dele…

      Ele mora a cerca de 1 ano lá com uma brasileira (WTF) .

      Vou tentar contato com ele denovo e posto aí para os interessados

    • #91912
      rgentil
      Participante

      vmosconi, o que ia adiantar ter mulheres lá sendo que vc é noivo, casado, enrolado sei la que porcaria!!!!

    • #91913
      Flyner Portugal
      Participante

      @al

      Mulher tem no mundo todo. Cor da pele e dos olhos???? Isso é futilidade… aff =/

    • #91914
      zekkerj
      Participante

      @Flyner Portugal: "Mas o que tem de massa nessa Dublin?"

      @vmosconi: "Mulheres"

      @vcaixeta: "Cerveja"

      Muheres + Cerveja = Mulheres Bêbadas o/

      Cerveja³ + Mulheres Feias = Mulheres Bonitas o/

      -----------------------------------------------------------------------------
      Receba Johrei e purifique seu Espírito.
      http://www.messianica.org.br/o-johrei.jsp

    • #91915
      Tiago
      Participante

      @Flyner Portugal: “Cor da pele e dos olhos???? aff =/”.
      Pele bca e olhos verdes ou azuis, a gde maioria.

      Como a escola lá é separada para homens e mulheres, qdo as mulheres de lá começam a freqüentar as baladas elas são agressivas, além de encherem o caneco. Mas enchem de verdade a ponto de baixar as calças no meio da rua pra se aliviarem.

      Já a questão de trampo… Bom é só acompanhar as noticias sobre a economia européia pra se ter uma noção de como andam as coisas por lá.

    • #91916
      Flyner Portugal
      Participante

      @Tiago

      O que eu quis dizer é que é futilidade! =D, but… cada um tem suas prioridades.

    • #91917
      Vinicius
      Participante

      Diogo, já estava no exterior fiz o IELTS antes do Cambridge. Já ouvi falar que escolas como a Cultura Inglesa em SP tem preparação p/ Cambridge.

    • #91918
      vcaixeta
      Participante

      Sim, CUltura Inglesa tem rpeparação para o Cambridge, e pelo menos a da minha cidade (Piracicaba) é muito bom.

    • #91919
      Diogo Mendes
      Participante

      Vinicius, novamente obrigado!

      Abraços!

    • #91920
      Fernando Avelino
      Participante

      Eu sinceramente não perco tempo com escolas de inglês, faço aula particular, escolas de idiomas se preocupam mais em vender curso do que com seu inglês.

    • #91921
      vcaixeta
      Participante

      Descordo! Eu ja fiz Cellep, Cultura Inglesa e Aulas particulares, Cellep disparada a melhor, cultura inglesa muito bom tambem, já aulas particulares eu não gostei, faz falta outros alunos na sala, tirando duvidas que não passaram pela sua cabeça, indicando videos, musicas, livros.. trocando informações. No Cellep por exemplo na hora do intervalo TODO MUNDO só falava ingles, isso é muito bom pois você não fica acostumado apenas com o sotaque do professor. Ah, e cada modulo com um professor diferente.

    • #91922
      Flyner Portugal
      Participante

      @all

       

      Acredito eu que dificilmente vamos encontrar uma solução absoluta. Sem contar que cada um tem uma experiência diferente.

       

      …vamos manter a paz!

       

      Abçs

    • #91923
      Fernando Avelino
      Participante

      Também acho Flyner, ja passei por algumas escolas, das médias a top’s e nunca me adaptei, justamente porque escolas te fazem assinar contratos de permanencia mínima com multas, te fazem comprar material didático caro, tem pouca flexibilidade de dias horários e eles seguem um cronograma que não necessáriamente satisfaz suas necessidades, as vezes perdem tempo demais com um tema que vc ja sabe ou passam direto por algo que você não aprendeu direito.. tem pessoas que se adaptam a isso, eu não me adaptei, com professor particular eu faço meus horários, escolho quantas aulas farei por mês, no dia que eu não quiser mais fazer aulas é só avisa-lo e pronto, posso parar meu programa por um mês sem perder conteúdo, se eu quiser treinar coletivo, o que não falta no meu trabalho são conferencias e reuniões em inglês, então pra mim escola foi algo que nunca vingou, mas pro vcaixeta foi uma boa escolha, o Cellep é uma excelente escola, tenho alguns amigos que estudam la e gostam bastante, mas conheço muita gente que depois que começou fazer aula particular não quis mais saber de escola na vida, é claro que aula particular também depende do professor, ja passei por 2 que não gostei muito só me adaptei com o sistema do terceiro.

       

    • #91924
      vcaixeta
      Participante

      É, isso é verdade, é que minha experiencia com professor particular não foi das melhores mesmo, rsrs

    • #91925
      jonas
      Participante

      Olá pessoal, aproveitando o tópico.

      Alguém já estudou na Wiseup ?? compensa ?? fui conhecer a metologia deles e gostei.

    • #91926
      Flyner Portugal
      Participante

      @Jonas

      Dizem que a metodologia da UPtime é muito boa, e ouvi dizer que a metodologia do wise-up é baseado na do Uptime

    • #91927
      ghregory
      Participante

      CNA é UMA BOSTA!
      Porque ainda estudo lá?

      porque é a empresa que paga.

    • #91928
      roboxtz
      Participante

      Uptime é a escola que eu estava querendo entrar,mas só farei se for pelo menos três vezes na semana.

    • #91929
      Diogo Mendes
      Participante

      Pessoal, método de estudo é sempre relativo. Minha opinião é que existem alguns fatores básicos na aprendizagem de qualquer coisa. Primeiramente o mais importante é a dedicação do aluno, depois os materiais usados, professores, escolas, etc.

      Tentem sempre extrair o máximo de cada método utilizado e procurem o que mais agregue para VOCÊ.

      Abraços!

    • #91930
      Fernando Avelino
      Participante

      " o mais importante é a dedicação do aluno"

      Falou tudo @Diogo Mendes

      Outra coisa que eu acho, material didático é muito relativo, a WiseUp cobra R$1800 só pelo material didático, eles te dão um monte de DVD com muito bla bla bla, na boa eu acharia até legal isso, em 1998 quando não existia youtube, internet rápida etc. vídeo aulas desses dvd’s que mostram diálogos artificiais como se todo nativo inglês fosse débil mental e falasse certinho e bem devagar e pausado, eu sinceramente acho que o melhor é começar direto pro dia a dia, senão vc vai ficar só nesses videozinhos toscos sendo que no mundo real os caras metralham palavras e gírias pra todo lado, eu perdi muito tempo com escolas nessas conversações toscas que servem pra falar muito bem com brasileiro e não nativos, você aprende mesmo quando pega um nativo pra conversar, por isso eu acredito que o melhor caminho ainda é o intercâmbio, mas como tenho dois filhos e 29 anos não posso me dar ao luxo de viajar pro exterior pra estudar, mas pra quem ta na fase universitária e não tem dependentes eu recomendo muito mais que qualquer curso, pq no final o valor gasto pra chegar a fluência é praticamente o mesmo, a diferença é que nesses cursos você vai ser fluente pra falar com Brasileiro, pra um nativo você será intermediário e olhe lá.

      No mundo empresarial eu entendo que a capacidade de comunicação é o mais importante, e não a fluência em sí, o importante é entender e se fazer entendido, mesmo cometendo deslizes e tropeços, eu observo que a maioria das pessoas que coloca que tem inglês fluente no currículo não é nem avançado, mas muitos tem apenas uma boa capacidade de comunicação.

    • #91931
      vcaixeta
      Participante

      Não adianta, Fluente só morando no exterior!

    • #91932
      ghregory
      Participante

      Meu chefe fala fluentemente e nunca colocou o pé fora do país.
      Nosso firewall é o “smoothwall” e o suporte dele é da Inglaterra. É impressionante o sotaque que ele inventa pra falar com o pessoal de la. HA HA HA

      Mas ele é superdotado, é um caso a parte. =)

    • #91933
      Igor Mendonça
      Participante

      Uma das melhores escolas que eu já tive em minha vida: internet + mmo + ventrilo/teamspeak

      Você passar um dia inteiro conversando com gringos através da internet e sempre lendo fórums e livros técnicos ajuda muito. Desde que aprendi a ler sempre estive imerso na cultura americana, principalmente pelo fato de sempre ter tido muito contato com familiares e amigos no exterior e sempre ter realmente me identificado com o estilo de vida fora do brasil. Quando criança ainda meus pais me colocaram numa escola de inglês, foram quase 12 anos lá e realmente aprendi bastante, mas se eu for realmente generoso e disser que eu aprendi 5% do que eu sei na escola de inglês, eu estarei sendo generoso demais.

      Praticamente tudo o que eu sei aprendi em viagens, lendo livros, assistindo filmes, escutando música, conversando com gringos em jogos online, participando de fórums. Resumo: depende 99% apenas de cada um querer aprender ou não. Uma escola pode te mostrar os trilhos básicos da língua, mas ter proficiência/fluência depende apenas de quem quer aprender, principalmente com a ubiquidade da internet hoje em dia.

    • #91935
      vcaixeta
      Participante

      Pra mim saber se comunicar não é ser fluente! Se eu tiver que conversar com gringos, eu faço tranquilamente, porem quando eu vejo dois gringos conversando entre si é muito difícil de acompanhar, muito mesmo! Principalmente se são do texas, rsrs E pra mim ser fluente é isso, estar no meio de gringos, ver eles conversando com todas suas gírias e meia palavras e entender perfeitamente.

    • #91936
      Flyner Portugal
      Participante

      @vcaixeta

      Então eu não sou fluente em portugues, e nem vc..rsrsrs

      Muita coisa que digo (sou mineiro de bh) Uma galera amiga minha do sul não entende por causa dos maneirismos e as gírias.

    • #91934
      pablod
      Participante

      Uma das minhas metodologias é acompanhar séries e filmes sempre em inglês – sem fazer uso de legendas ou no máximo colocar legendas em inglês.
      Ver um seriado tipo The Wire, que é abarrotado de gírias, incrementa muito o conhecimento.
      Anotações -> sempre em inglês; achar alguma palavra desconhecida -> dicionário na mão.

      From a better way to learn, decrementing to a less efective way are as follow IMHO:

      1) Learn english abroad
      2) Self study using different sources (documentaries, series/films and participate in english forums)
      3) Pay for someone to teach you – i’ve done that for 4 years and I regret it deeply. If you gonna pay, do an English Business course!

      E não da pra ter vergonha 😛 Todo mundo fala uns embromation “I’m potato, nice to meet you” de fez em quando 😀 😀

    • #91937
      Fernando Avelino
      Participante

      Legal  história do Igor, e é bem por ai mesmo.

    • #91938
      Igor Mendonça
      Participante

      @vcaixeta
      Eu mesmo já tenho muita facilidade em entender o sotaque centro-sul americano. As últimas 3 vezes que fui aos EUA fiz questão de passar no Texas, sem falar que das ultimas duas fui fazer treinamento. Um sotaque entendível mas “chato” de ouvir é o de NYC, um som nasal terrível…

    • #91939
      Diogo Mendes
      Participante

      Senhores, dica para quem tem interesse em estudar no exterior:

      No próxima final de semana será realizada mais uma edição do Salão do Estudante, feira que reúne diversas agências de viagens, instituições de ensino e consulados para falar sobre trabalho e estudo no exterior.

      Quem se interessar pode se inscrever para o evento no site http://www.salaodoestudante.com.br/cadastro.asp

      Mais informações:

      http://www.salaodoestudante.com.br/evento.asp

      Abraços!

    • #91940
      vcaixeta
      Participante

      @Flyner
      É diferente, você pode ter duvida do que significa, mas consegue entender, agora se deixar 2 nativos americanos conversando entre si na sua frente, você não entende muita coisa, olha la se não entender nada, rsrs


      @Igor

      Putz, eu ja tive que me comunicar com texano e sofri, rsrs, sempre conversei mais com pessoas de Ohio, com um ingles mais “limpo”, Texano esticando as palavra me deram trabalho rsrsrs

    • #91941
      roboxtz
      Participante

    • #91942
      Otavio.Prado
      Participante

      Agora você quer ver falar feio é o da inglaterra.. eu assisto uma serie que o inglês deles é muito estranho, tem como entender mais sei la muito estranho.

    • #91854
      vcaixeta
      Participante

      Oloco! Ingles britanico é o que eu acho mais bonito :p

    • #91855
      zekkerj
      Participante

      Engano achar que todo inglês fala igual. Dizem por exemplo que o sotaque de Liverpool é bem diferente daquilo que se convencionou chamar de "sotaque britânico".

      Diga-se de passagem, não existe "sotaque britânico", assim como não existe "sotaque português". Quem tem sotaque são os americanos, e nós brasileiros.

      -----------------------------------------------------------------------------
      Receba Johrei e purifique seu Espírito.
      http://www.messianica.org.br/o-johrei.jsp

    • #91943
      Bruno Alves Monteiro
      Participante

      Bom pessoal, ressuscito o tópico.

      Pretendo realizar meu intercambio ano que vem no outono, vou ficar provavelmente em Vancouver durante 1 ou 1,5 mês, estudando.
      Gostaria de saber se quem já fez intercâmbio durante mais ou menos esse período vale à pena, se conseguimos perder aquele maldito medo de falar em inglês e parar de se enrolar quando falamos, mesmo quando temos um vocabulário extenso. Além disso esse intercâmbio melhora as oportunidades de emprego em quais poderia me candidatar (aquele famoso abre portas)? Pois querendo ou não, férias e descanso ou não, no meu ver o intercâmbio também deve ser visto como um investimento.

      Última questão, em último caso penso na possibilidade de trabalhar lá, aceitar os sub-empregos (odd jobs) de início e quem sabe conseguir alguma coisa em redes, acho difícil (pois meu perfil é de consultor) e ficar lá mais ou menos 1 ano e dependendo dos resultados tentar conseguir visto permanente.

      Alguém conhece a empresa Canada Travel? Vi que os preços dela são competitivos e vi alguns feedbacks positivos.

      Desculpem a tonelada de questões.

    • #91944
      Diogo Mendes
      Participante

      Olá Bruno,

      Vancouver é um ótimo lugar. Não é muito frio, o clima é agradável, a cidade bonita e o povo educado.

      Quanto ao tempo, acredito que um mês ajude bastante pra “destravar”, mas acho que o ideal mesmo seria cerca de três meses. Depende muito do seu nível de inglês e empenho nos estudos/treino do idioma.

      Não sei se o intercâmbio pode melhorar sua “empregabilidade” diretamente, mas creio que indiretamente é um ótimo investimento e tende a valorizar seu currículo.

      Caso você pretenda trabalhar, acredito que um mês seja pouco. Conheci alguns amigos que demoraram mesmo para conseguir empregos não relacionados as respectivas carreiras (lavando pratos, tirando lixo, etc). Para trabalhar na nossa área, acredito que apenas seria possível tendo a permissão de trabalho mesmo (o que provavelmente exigiria um tempo maior de qualquer forma).

      Não negociei com a Canada Travel, mas também ouvi alguns relatos positivos sobre eles.

      Espero ter ajudado. Boa sorte!

    • #91945
      Bruno Alves Monteiro
      Participante

      @Diogo Mendes

      Ajudou sim! Muito obrigado.

      Para trabalho realmente um mês é muito pouco é que no Canada Travel há alguns pacotes para ficar 8 meses a 1 ano com visto para trabalho, eu pergunto por que meus planos futuros é deixar o Brasil e viver no exterior, mas não é só ir dar a cara a tapa, preciso de todo um projeto para caso não consiga um trabalho que para me manter lá, possa voltar para o Brasil sem problemas financeiros.

      Vou fazer uma cotação e bater papo com o pessoal da Canada Travel para ver as minhas opções.

    • #91946
      Fernando Avelino
      Participante

      Tenho um amigo que recentemente foi pro canada, só conseguiu visto de trabalho após quase 1 ano só estudando inglês.

    • #91947
      zekkerj
      Participante

      Fernando, posso te fazer uma pergunta capciosa, elitista e desagradável? Seu amigo por acaso tem a pele escura? Seria aquilo que nos anos 60 e 70 seria registrado como "pardo"? Se esse é o perfil étnico dele, até que conseguiu visto rápido…

      -----------------------------------------------------------------------------
      Receba Johrei e purifique seu Espírito.
      http://www.messianica.org.br/o-johrei.jsp

    • #91948
      Flyner Portugal
      Participante

      @Fernando Avelino @Zekkerj

      deixa eu esclarecer…
      “Fernando, seu amigo é preto? porque se for….aff ele deu sorte”

    • #91949
      Leandro Freitas
      Participante

      Estive no Canadá em 2001 e vi muitas, muitas etnias. De homens com turbante (aqueles do Haji do Johnny Quest), passando por senhoras latinas, jovens árabes, todos os tipos de asiáticos e europeus, etc. Foi lá também que vi pela primeira vez homens e mulheres se beijando na rua.
      Quanto ao Canadá, não vi qualquer tipo de discriminação, seja por cor de pele ou opções. É realmente um país diferente do nosso…

    • #91950
      Fernando Avelino
      Participante

      rssr po pessoal eu sempre enxerguei o Canadá como um país tipo o Brasil, com muita diversidade de culturas e pouco preconceito, se fosse na Europa (espanha principalmente) vc é sobre discriminação só pelo fato de ser Sul americano….  mas respondendo a pergunta, esse amigo é branco msm, detalhe, ele foi com inglês intermediario, na verdade pelo q vi ele conseguiu trampo em menos de 6 meses. olha o cv dele aqui:

      http://www.linkedin.com/profile/view?id=67721735&locale=en_US&trk=tyah

       

       

    • #91951
      zekkerj
      Participante

      @Flyner: "seu amigo é preto?"

      Pior, Flyner. Não precisa nem ser preto. Basta ser "não-wasp" [White Anglo-Saxonic People].

      -----------------------------------------------------------------------------
      Receba Johrei e purifique seu Espírito.
      http://www.messianica.org.br/o-johrei.jsp

    • #91952
      Luis Trillo
      Participante

      Realmente eh mto valido um intercambio para melhorar o ingles. E nao soh por isso, a vivencia em outra cultura, eh bom demais…
      Morei um pouco mais de 1 ano em UK e voltei ano passado. Nao fui por nenhum curso, pois tenho dupla cidadania e entrei como cidadao europeu mesmo. La, aluguei um quarto e fui atras de trabalho.
      Como disseram no topico, um dos grandes pecados num intercambio, eh vc ter “medo” de viver em outra cultura, e como vi muitos, se juntavam em grupos de brasileiros… para trabalhar, morar, enfim… cheguei a conhecer pessoas que moravam ha 6 anos la, e no maximo falavam um “How are yoy?” e com muita dificuldade.
      Em UK, no comeco, realmente eh mto dificil a compreensao inicial, pois sao inumeras nacionalidades, inumeros sotaques pra se acostumar… mas digo que eh um ingles melhor pra se aprender, com menos girias que o ingles americano.
      Dependendo do estado que vc esta, aqui no Rio de Janeiro, existem otimas companhias de intercambio que vc pode contactar. A principal delas eh a Student Travel Bureau, e axo que uma das mais caras. Mesmo se nao for do RJ, muitas vezes essas companhias dao suporte a candidatos de outros estados na parte de documentacao necessaria pra tal.
      Finalizando… voltei com ingles excelente na parte de compreensao e escrita. Com o tempo, se nao praticar, voce dah umas travadas que eh de lei.. rs… mas eh normal… o lance eh nao ter vergonha e se fazer entender… isso jah eh valido.
      Espero ter ajudado. Qualquer coisa, soh fazer contato.
      Abcs,
      Trillo

    • #91953
      Fagner Jesus
      Participante

      Pessoal,

      Passou ainda a pouco no GNT sobre uma feira com diversas universidades americanas e seus cursos (e bolsas) para pessoas interessadas en estudar nos Estados Unidos. Hoje (03) ela está em SP, mas na quarta ela estará aqui no Rio de Janeiro, é a 10ª edição da EducationUSA Fair.

      Horários:
      3 de setembro – São Paulo – Hotel Intercontinental (Alameda Santos, 1123 – Jardim Paulista) – das 17h às 21h.
      5 de setembro – Rio de Janeiro – Hotel Windsor Atlântica (Avenida Atlântica, 1020 – Leme) – das17h às 21h.

      Reportagem -> http://exame.abril.com.br/carreira/cursos-no-exterior/noticias/feira-traz-80-universidades-americanas-a-brasilia-sp-e-rio
      Inscrições -> http://www.educationusa.org.br/internas.php?cat=3&area=43

      Ainda pesquisando sobre a primeira, encontrei a EDUEXPOS, porém, sobre essa ainda não vi muitas referências. -> http://edufindme.com/expo/br

      Abraços!

    • #91954
      victorhdss
      Participante

      Não fiz intercâmbio propriamente dito, mas já fiz faculdade nos EUA, foi uma experiência muito bacana, na época só podia trabalhar 20horas semanais pois o visto era para estudante, e a facul em tempo integral (as vezes aulas de manhã e de tarde) consumia a maior parte do tempo, dessa maneira o trampo que eu consegui para ajudar pagar as depesas com moradia e alimentação foi dentro da praça de alimentação da própria universidade…nada a ver com TI rsrs.

      Já tinha o inglês em nível médio, já tinha feito o exame do TOEFL — requisito para matricular-se nas aulas — e o dia-a-dia da faculdade me ajudou muito a desenvolver o idioma. Voltei ao Brasil em 2005 e com certeza o fato do idioma abriu algumas portas.

      Pra quem tem interesse ou curiosidade a universidade é a UCA (http://www.uca.edu), o street view tem algumas imagens bem bacanas da frente do complexo da universidade é só procurar lá por 202 Donaghey Avenue, Conway, AR, United States.

       

Visualizando 102 respostas da discussão
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.