Colocando o GNS-3 à prova – literalmente

Olá meus amigos, boa noite! Hoje, ao pensar em escrever este post, me veio à cabeça um velho ditado…: “Nunca diga nunca“!!! E o motivo é simples… quando o GNS-3 (Graphical Network Simulation, uma versão gráfica do famoso Dynagen) foi lançado, há pouco mais de um ano (18 meses, se não me engano), eu cheguei a testa-lo e foi um fiasco. Devido ao fato de ter sido recém-lançado, ele era extremamente pesado e não permitia muitas das configurações e ajustes permitidos pelo seu irmão “text-only”, o Dynagen. Como resultado, emular um lab com mais de quatro routers rodando OSPF ou BGP, por exemplo, era um verdadeiro parto para qualquer CPU.

Bom, isso aconteceu há quase 18 meses. Eu fiquei tão mal-impressionado com o GNS-3 que disse a mim mesmo que jamais o usaria novamente. Dizem que a 1a impressão é a que fica… bom, nesta história, isso felizmente não é verdade 😉 ! Após o último release do GNS-3 – que evoluiu demais release após release, decidi dar a mão à palmatória e testá-lo novamente… e que bom que resolvi fazê-lo! Não fiquei impressionado com o último release (0.7RC1). Fiquei EMBASBACADO 😀 !! A última versão do GNS-3 suporta uma gama enorme de features que o tornam, definitivamente, um dos melhores emuladores (se não o melhor) de redes do mercado. Além de emular routers Cisco (os mesmos suportados pelo Dynamips, que é a base do sistema), ele suporta a emulação conjunta de routers Juniper e de Cisco ASA (ambos por intermédio do QEMU). Não bastasse isso, o GNS-3 suporta, também, a captura de todo o tráfego gerado no lab via WireShark – totalmente “embutido” no conjunto. Se o GNS-3 tivesse integrado o VPCS para a simulação de hosts, e a emulação de switches Cisco high-end (ele suporta a simulação de switches simples, assim como o Dynagen), eu me arriscaria a dizer que ele seria perfeito. E parece que a emulação de hosts já está prevista para a próxima versão do aplicativo (hoje, um host pode ser emulado via QEMU, mas consome recursos exagerados se o objetivo é apenas ping e/ou trace). O mais interessante é que o GNS-3 faz tudo isso em um ambiente gráfico altamente intuitivo. Os designers desta ferramenta capricharam. Criar um novo lab é tão complexo quanto criar uma nova toplogia no estilo “arraste e solte”. Muito simples, bonito e eficiente. Ele também permite que as configurações e a própria topologia sejam exportadas para os mais diversos formatos, como GIF, JPG e PDF.

Mas o que mais me chamou a atenção no GNS-3 em sua mais recente versão não foram os atributos acima destacados… mas um outro, que faz suas vezes de forma bastante discreta, praticamente imperceptível: A gestão automática de Hypervisors. Para os que não estão familiarizados com a arquitetura do Dynagen e do Dynamips (ou de qualquer sistema que permita a criação de “instâncias”), é possível a inicialização de diferentes instâncias do sistema, que se comunicam via porta TCP. A vantagem disso é que podemos desonerar a CPU física do PC onde a emulação está rodando, especialmente se a emulação contém um número grande de elementos. No Dynagen, por exemplo, é recomendado que para se emular mais de 12 elementos se crie uma instância separada. Desta forma, teríamos uma instância do Dynamips rodando, digamos, 8 routers, e outra, rodando 4, totalizando 12 elementos emulados em um mesmo lab.

Até aí, tudo bem… mas o que o GNS-3 faz de tão diferente, então? Ele simplesmente cria e aloca instâncias do Dynamips automaticamente, quando o número de elementos gráficos na topologia ultrapassa um certo limite. E o que é mais impressionante, faz toda esta gerência de forma elegante e muito eficiente.

O projeto no qual estou trabalhando no momento, por exemplo, exige a criação de uma rede em laboratório e o teste exaustivo de diversas configurações, desde políticas de roteamento até DHCP, MHSRP e DMVPN. Pois bem, montei este lab com nada menos de 20 routers Cisco, sendo que 10 deles estão rodando BGP e todos os 20 rodando OSPF. Imaginei que a CPU de meu PC abriria as pernas… e eis que, ao completar as configs iniciais e deixar tudo rodando, noto que a CPU de meu PC está com apenas 5% de recursos alocados para o Dynamips! Sim, isso exigiu o cálculo do idlepc, como seria no Dynagen tradicional, mas ainda assim, o que me espantou foi a marca de apenas 5% de uso de CPU. E foi então que notei que não havia uma instãncia do Dynamips rodando nesta emulação, mas QUATRO. E então, a ficha caiu… havia o gerenciamento automático de Hypervisors. Simplesmente fantástico. Este LAB está rodando com mais de 120 rotas, e o GNS-3 permite que eu teste as contingências apenas clicando no router que eu quero “derrubar” e selecionando “STOP”. Não dá para ser mais simples do que isso. E de quebra, posso usar o Wireshark para examinar todo o tráfego trocado em determinado ponto.

Abaixo, apresento o diagrama do lab testado, e o consumo de CPU no meu PC. Alguns vão dizer “Ah… mas o PC do cara é um quad-core!!!”. Verdade… é um quad core. Mas o que fiz foi portar este exato lab para o laptop Centrino VPro que uso na empresa e eis que a CPU permaneceu na casa dos 8%! Mágica? Não…! GNS-3!!! 😉

PS: Em ambas as máquinas (PC e Laptop), o SO usado foi o Windows Vista Business.

topo.jpeg

cpu.jpg

Recomendo, recomendo e… recomendo!

Existem algumas discussões rolando no Fórum sobre GNS-3… participem e aprendam mais sobre esta fantástica ferramenta! Lembrando que para acessar os fóruns é preciso ser um usuário registrado 😉 .

Abraços!

Marco.



Comente usando o Facebook!

48 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Caaaramba !

    Tava pensando em comprar uma cafeteira essa semana, mas acho que mudei de ideia. Vou abaixar o GNS-3 !

    Muito bom Marco. Otima dica !!!!!

    Vou testar com certeza !

  2. Boa noite,

    Consegui fazer um pequeno lab aqui usando o GNS-3 e o Olive (emulador de routers da Juniper).
    O processo para isso foi um pouco trabalhoso mas não dificil.
    Eu estava estudando para as certificações da Juniper e isso foi uma grande ajuda para isso.
    Abraço a todos e feliz ano novo!
    cheers

  3. E olhem que o GNS3 que ele está rodando é no Windows (e por sinal é o vista), que infelizmente possui um limite de até 3GB…

    Francisco você tá rodando o Olive em Fbsd? Qual versão? É em VM ou nativo?

  4. O bacana de nossa aréa e que só não tá, quem não quer. Pois são infinitos os recursus disponibilizados na Net para aperfeiçoamento e estudo.

  5. Marco, sem contar que voce pode usar external hypervisors. Aqui montamos uma maquina parruda ( quad-core) para o pessoal que estuda fazer lab, assim de qualquer lugar da rede com notebooks pe duros da para monatar labs complexos.!!!!!

    E eu me lembro sim, do Marco pedindo o pessoal para nao usar o GNS-3. rsrsrs

    Abraços!!!

  6. Espetaculo o GNS3. Só falta a parte do switch para ele ficar perfeito.

  7. Realmente é um espetáculo, sempre usei, a única coisa chata até a versão anterior a essa mencionada era a instabilidade, pois vire e mexe travava.

  8. Oi Italo, na verdade, o Vista que eu uso é o 64 bits, então, não tem a limitação dos 4GB de RAM.

    Daniel, isso mesmo! Com hypervisors externas, o céu é o limite!!!

    Um abraço!!

    Marco.

  9. O GNS é muito bom mesmo, sempre uso pra estudar!
    Como o Marco falou, o GNS não tem a integração com o VPCS por default, mas é possível trabalhar com os dois em conjunto e isso ajuda bastante.
    Abraços pessoal. \o/

  10. Loucura, loucura, loucura. valew pelo update Marcao.
    sofri muito quando estava estudando para as provas do CCSP. Era subir 3 ou 4 VPN’s em modo Site-to-Site e a minha máquina já começava a gritar de dor.
    Já fiz um teste e subi 6 VPN’s em modo Site-to-Site, ativei features de IPS e minha máquina aguentou bem. Até o Pemu (emulador do PIX) que consumia um pouco de CPU agora está rodando tranquilo sem nenhum sacrificio.

    Release Aprovada. também Recomendo.

    abs

    Willian

  11. Pessoal fiz meu TCC na Faculdade IBTA utilizando o GNS e ele é simplesmente o melhor!!!! apresentei um trabalho sobre Politica de Roteamento, Load Balancing e QOS com os recursos do Protocolo BGPv4 sem o GNS não seria possível simluar os 16 routers que utilizei no projeto

  12. Show de bola Marco. Ainda não uso o GNS mas depois dessa vou começar a estudar sobre essa maravilhosa ferramenta.

    Grande Abraço!

  13. Muito bom mesmo, já fiz um teste hardcore e consegui rodar 38-40 instancias num winxp com 8 giga de ram e processador phenom II x4 de 3.2GhZ.

    O consumo de CPU ficou em 63-70% e o pau comendo.

    Quem tiver labs mais complexos pode tentar rodar em FreeBSD, que já vi gente dizendo que conseguiu mais de 60 instâncias usando amd64 e 8 giga de ram. Com CPU a 50 – 60%.

  14. Bem este é o meu primeiro Post,
    então vamos lá….

    Realmente o GNS 3 é um ótimo emulador,
    mas acredito que poderia ser melhorado,
    entre os principais problemas estão:

    – A necessidade constante de salvar as configurações
    e topologia;
    – Problemas com estabilidade, acredito que este problemas
    esteja mais presente em ambientes Windows;
    – entre outros….

    obs.: ” Eu não sei o por que, mas no meu computador
    não consigo emular o Router 7200. Inicia uma sessão
    telnet mas não carrega completamente o IOS.
    Em compensação nos micros dos meus amigos,
    a emulação é normal. O que me intriga é que a imagem que
    possuimos é da mesma fonte, um professor nosso da faculdade.”

    Mas apesar deste incômodos, eu indico a todos o GNS 3.

    Abraços a todos,

    Ariel

  15. Concerteza irei utilizá-lo para emular labs referntes á certificação CCIP.
    Marco,toda essa redundância de links existentes entre os roteadores,vc parte do zero para criar pensando tudo e esboçando ou já parte de algum conceito pronto?

  16. Ele está realmente muito bem feito.. e eu usava o putty para abrir varios terminais telnet, vi uns
    topicos em alguns foruns como configurar o SecureCRT para abrir vários terminais em uma só tela, ficou
    demais.. rumo ao CCNP! abraços

  17. Simplesmente Fantástico !!!

    Tenho usado o GNS3 em praticamente todos os Labs CCNP, com exceção de Advanced Switching e Wireless. Geralmente uso Pods com 3 ou 4 routers, mas, com esta nova versão do GNS3, é possivel fazer labs bem mais complexos envolvendo conteúdos diversos.

    Aproveitando a deixa, tenho um Lab que integra os conteudos dos 4 Módulos do CCNP (BSCI, BMSN, ISCW e ONT) num grande cenário com 17 roteadores. Confiram em:

    http://netfindersbrasil.blogspot.com/2009/12/laboratorio-desafio-ccnp.html

  18. Então não preciso me preocupar com o Lab de Israel……
    Abraços e bom trabalho

    Cassio Gomes

  19. OOOO Cassião! Precisa sim 😉 Mais para frente eu gostaria de testar a topologia completa, com alguns elementos não suportados pelo GNS-3 (como L3 switching). Aproveitando: Um feliz ano novo para você e sua família my friend!!! Vamos nos falar muito em 2010 😉

    Marco.

  20. Cara, vou testá-lo imediatamente, até agora só uso o modo texto (dynamips/dynagen) mesmo.

    Se vc não tivesse testado eu certamente nao iria mais, visto que já testei da primeira vez e nao gostei 🙂

  21. Esse tipo de comentario do Cassio Gomes que eu curto pacas hehehehehe … interação total entre os participantes, todo mundo amigo, muito bom frequentar esse blog, Marco como sempre de parabéns. Feliz Ano novo para todos, saude e paz. Abraços.

  22. Bom dia pessoal…. Marco simplesmente SENSACIONAL!!!!! a um tempo atrás obtive a mesma impresssão de não usar mais o Dynamips GNS3, porém agora com essa grande novidade que você postou vou voltar a instalar e criar novos labs. Feliz ano novo para todos!!! Saúde e muitas conquistas a todos nós!!!

    Abraços a todos!!!

  23. Olá Gerson,
    Estou sempre ligado no Blog, pois é referência no PAÍS inteiro…graças ao nível de todos os participantes.

    Abraços

    Cássio Gomes

  24. Ah essa eu não vou perder! vou testar hoje!

  25. Boas a todos estou neste momento com o ccna a tirar a especialidade de voice, e para os testes o que estou a usar é GNS3 + VMWARE!! hosts virtualizados e roteados por gns3! tudo a funcionar impecável!! Abraço a todos e Boas entradas!

  26. Magaviga pessoal! como o Marco diz, estou embasbacado! ainda quero testar essa integração do dynamips (Cisco) e Qemu (juniper) no GNS3.
    Quem tiver ai um tutorial legal, por favor compartilhe!
    Um abraço a todos e Feliz 2010 !

  27. Marco,

    Gostaria de saber se existe alguma documentação em português ou video aula para configurá-lo ?

    abs
    Leo

  28. Bom dia galera,

    Montei um LAB com 11 routers usando ospf no meu latop usando win vista home e ficou la em baixo o uso de cpu, o gns3 usou 3 instâncias do hypervisor. Ta muito show essa versão do GNS3.

    Valeu Marco pela dica.

    Abs

  29. Marco,
    Vc poderia dar mais detalhes do seu Set up no dynamips ?
    TIpo, qual tipo de router vc usou? Qual IOS ? Tentou usar o 3725 com o módulo 16ESW para testar algumas features de swithing ?
    Eu costumo fazer um MIX de 3640 ou 3620 com os 3725, no windows XP ou Ubuntu, ambos ficam bons, mas só rodei no máx 13 roteadores, que é o layout atual da prova do CCIE.
    abraço e parabéns pelo blog, pois apesar de eu ter tirado o CCNA a muito tempo atrás, entro aq as x para mostrar detalhes de alguns assuntos para meus amigos que estão buscando a CERt do CCNA.

  30. Alguem já conseguiu subir o JUNOS e o ASA no QEMU??

  31. Ola pessoal,

    Aproveitando sobre as particularidades do GNS3, alguém saberia dizer se existe algum software que possa ser utilizado em conjunto para fazer simulacão de tráfego utilizando o GNS3? Gostaria de gerar trafego no LAB como voip, http, sql e outros?

    Abs.
    Rodrigo

  32. Boa Noite Marco,

    Gostaria de saber se alguém já tentou usar ele com o novo Windows 7?
    Porque todos os novos Notebooks vem com windows 7, e gostaria de saber se funciona normal.

    Abs,

    Valdir

  33. Galera, baixei a versão mais atualizada e ao inserir um IOS meu PC bateu 98% CPU, utilizo o Win XP. Alguém tem alguma dica?

  34. Romulo, gere outra Idlepc para.
    Coloquei 14 routers e fiquei com 4% de processamento!

    [ ] ´s

    rfreitas

  35. Ola Valdir,

    Eu estou utilizando no Windows 7 e está rodando perfeitamente, inclusive tirei o Vista para utilizar o 7 justamente para economizar ainda mais memoria do Notebook.

    Abs.
    Rodrigo

  36. fantastico mesmo. Essa versão utilizada e alguma mais atual ou é a mesma que rola nos foruns aqui do site?
    Obrigado

  37. pessoal, ocorreu erro na porta 7200 com algum de vcs? Ja baixei os IOS dos HD’s e configurei e quando vo iniciar o uso arrastan do o router para configurar ta dando esse erro…
    obrigado

  38. Aproveitando as novas características do GNS3, alguém tem algum link disponível para download do junOS? para testar no GNS3…

    Muito obrigado.

  39. Após ler esse post, baixei rapidamente essa versão, e simplesmente é show de bola mesmo.
    Pra ficar perfeito só falta alguém fazer um tutorial de como configurar ASA e JunOs nele *.*

  40. Acabei de ler esse Post e os comentários de todos , vou baixar essa ferramenta hoje mesmo e realizar os testes……
    Vai ser show de Bola , mas se alguém tiver alguma VIDEO AULA eu agradeço….

    abs

  41. eu tb agradeceria, pois ta tudo dando certo mas os routers nao startam

  42. Pessoal, sobre algum software para gerar trafégo no GNS3 alguém teria informações?

    Abs
    Rodrigo

  43. Fala Marco, blz? Sumiu!!
    Faz pouco tempo que me tornei membro do blog, tá show de bola, parabéns!!
    E ai Cassio, vc também sumiu, como vai as BH?
    Grande abraços para vocês!!!
    Agora a respeito do assunto GNS3 estava tendo muitos problemas com a CPU também e aparentemente esta versão nova resolve, porém comecei a ter outro problema o máximo de sessões que ele está me permitindo abrir são nove a partir daí não é possível subir mais nenhum router, estou usando o Putty como emulador e já verifiquei suas configurações e não há nada que tenha visto que estaria barrando outras sessões, alguém já passou por este problema? Alguém teria uma solução?

    Abraço a todos e estarei presente.

    Saulo.

  44. Infelizmente não consegui um bom desempenho rodando o GNS3 até agora. Minha máquina não é tão boa mas mesmo quando subo a mesma quantidade de roteadores sem o GNS3 tenho uma performance melhor. Já testei vários valores de idlepc em instâncias diferentes mas continuo com o processamento alto.
    Gostaria de saber daqueles que obtiveram sucesso com o GNS3, se já fizeram testes em máquinas mais fracas e se esse desempenho só ocorre com máquinas parrudas. Qual a melhor maneira para encontrar e aplicar os valores de idlepc?

  45. Pessoal, é claro que, dependendo do modelo de roteador e IOS usado (assim como protocolos/serviços ativados), o cenário consumirá mais ou menos processamento. Em meu cenário, usei 3640s com IOS IP Plus (não o enterprise). Tb configurei cada um com RAM de 64M

    Abs

    Marco.

  46. maravilha, vou testar hoje mesmo!
    abs!

  47. Vou iniciar um lab em um cliente em cima do GNS3, espero que eu tenha sorte…

  48. Olá , não consegui achar respostas, resolvi perguntar a você, quando o router Fica sem uso ele volta a ficar disponivel, isso ele volta a usar 100% CPU o que eu devo fazer para isso não acontecer?

Deixe uma resposta